Seis polícias de Baltimore acusados da morte de Freddie Gray

John Taggart / EPA

Agentes da Polícia de Baltimore, EUA

Agentes da Polícia de Baltimore, EUA

A procuradora de Baltimore anunciou hoje que a morte de Freddie Gray, falecido uma semana depois de detido, é um “homicídio” e que seis polícias estão acusados do crime.

A procuradora, Marilyn Mosby, apresentou à comunicação social as conclusões de um inquérito à morte do homem de 25 anos, ocorrida a 19 de Abril, e que provocou violentos distúrbios naquela cidade dos Estados Unidos.

A responsável, citada pela agência espanhola EFE, adiantou que seis polícias, que tinham sido suspensos na semana passada, serão acusados por homicídio involuntário, acrescentando que foi entretanto emitido um mandado de detenção hoje de manhã.

De acordo com os resultados do inquérito e da autópsia, o homem morreu de uma “ferida que lhe foi fatal enquanto seguia no veículo da polícia, sem cinto de segurança”.

Na sequência destas revelações, o Presidente Barack Obama disse hoje que é “absolutamente vital” que a verdade sobre a morte do homem afro-americano seja revelada.

“É absolutamente vital que a verdade venha ao de cima” sobre o que se passou com Freddie Gray, disse o Presidente norte-americano na Casa Branca, depois de serem conhecidas as acusações, que incluem assassínio em segundo grau e homicídio involuntário.

Depois da morte de Freddie Gray e do anúncio de que o homem teria morrido de uma fractura da vértebra cervical, a cidade de Baltimore tem sido palco de manifestações diárias, que entretanto degeneraram em confrontos com a polícia.

Gray foi detido a 12 de Abril quando, ao estabelecer contacto visual com agentes da polícia, começou a correr.

Os agentes detiveram Gray e encontraram uma navalha num dos bolsos das calças do jovem. Não se sabe, até à data, se os polícias suspeitavam que o jovem tinha uma arma branca antes do momento da sua detenção.

Já detido, o jovem foi transportado numa carrinha policial, onde terá sofrido uma lesão cervical, que acabou por determinar a sua morte uma semana depois. Seis agentes da polícia foram suspensos.

Freddie Gray transformou-se num novo símbolo da violência policial e da atitude de desconfiança que existe entre as forças policiais e as minorias nos Estados Unidos — como já tinha acontecido com o adolescente afro-americano Michael Brown, morto a tiro por um polícia em Ferguson, Missouri, no verão de 2014.

Na quarta-feira à noite, várias cidades norte-americanas, nomeadamente Nova Iorque, foram cenário de protestos contra a violência policial exercida na população afro-americana. Em Nova Iorque, as autoridades detiveram mais de 100 pessoas durante os protestos.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Já são conhecidos os nomeados aos Globos de Ouro. Netflix lidera com "O Irlandês" e "Marriage Story"

A cerimónia de entrega de prémios realiza-se a 5 de janeiro de 2020 no hotel Beverly Hilton, em Los Angeles, e será apresentada por Ricky Gervais. Já são conhecidos os nomeados à 77ª edição dos Globos …

Falhas na formação de médicos levam ministra a criar grupo de trabalho

A ministra da Saúde determinou a constituição de um grupo de trabalho para criar um manual de regras e procedimentos para a avaliação das capacidades de formação de médicos no SNS, depois de falhas apontadas …

Surto de sarampo leva Samoa a fechar escolas e serviços. Ativista anti-vacinação detido

Com o objetivo de conter o surto de sarampo que já matou 60 pessoas, o governo de Samoa está a pedir à população que coloque uma bandeira vermelha em frente às casas nais as pessoas …

Poluição do ar leva Sarajevo a cancelar todos os eventos públicos

As autoridades bósnias consideram que a poluição na capital do país, Sarajevo, atingiu níveis perigosos nos últimos dias. Perante a densa nuvem de nevoeiro que paira na cidade, o governo regional decidiu cancelar todos os …

A banana colada à parede que custou 108 mil euros foi comida

A banana mais cara do mundo, presa a uma parede com fita adesiva, foi descascada e comida por um artista que visitava o stand da galeria Perrotin, na feira de arte contemporânea Art Basel, nos …

Empresas norte-americanas reforçam domínio na venda global de armas

O Instituto Internacional de Estudos de Paz de Estocolmo (SIPRI) revelou esta segunda-feira que as empresas norte-americanas aumentaram o domínio no comércio global de armas em 2018, para 59% do volume total entre as 100 …

Faltam medicamentos para doenças crónicas nas Farmácias (e ninguém sabe porquê)

Há medicamentos para doenças crónicas que estão, constantemente, em falta nas Farmácias Portuguesas. Uma situação preocupante, sobretudo para os pacientes que deles precisam, e que não tem uma explicação. A Associação Nacional de Farmácias está …

Mais de dois mil coalas mortos devido aos incêndios na Austrália

O presidente da Aliança das Florestas do Nordeste da Austrália disse que os incêndios florestais que deflagram no leste do país, desde o início de novembro, provocaram a morte a mais de dois mil coalas. O …

Regionalização sem referendo é “golpe de estado palaciano”

Luís Marques Mendes falou este domingo, no habitual espaço de comentário político na SIC, sobre a regionalização, os "tempos difíceis para a direita", Greta Thunberg e Joe Berardo. Houve ainda tempo para falar sobre o …

China diz que detidos em Xinjiang estão "formados" e "vivem felizes"

Um alto quadro do regime chinês afirmou, esta segunda-feira, que os membros de minorias étnicas chinesas de origem muçulmana mantidos em "centros de treino vocacional" no extremo oeste do país já se "formaram" e levam …