PSP comunica ao MP possível abuso de funções de seguranças no despejo em Arroios

Tiago Petinga / Lusa

A Direção Nacional da PSP comunicou ao Ministério Público (MP) possíveis irregularidades na ação dos seguranças privados que participaram, esta segunda-feira, na ação de despejo de um centro de apoio para carenciados em Lisboa.

Segundo um comunicado da polícia, “os indícios apurados apontam para que os seguranças privados possam ter exercido atividades que lhes estão vedadas“, no âmbito da lei que estabelece o regime do exercício da atividade de segurança privada e da auto-proteção.

Em causa está a alínea a) do artigo 5.º da lei 46/2019, que proíbe a estes profissionais “a prática de atividades que tenham por objeto a prossecução de objetivos ou o desempenho de funções correspondentes a competências exclusivas das autoridades judiciárias ou policiais”.

“Face ao exposto, os factos foram comunicados ao Ministério Público da Comarca de Lisboa”, refere a nota, ressalvando que “todos os trabalhadores da segurança privada foram identificados no local” e que, conforme confirmou a polícia, “o proprietário era acompanhado por este grupo”.

Na madrugada de segunda-feira, cerca de uma dezena de seguranças privados entrou num centro de apoio para carenciados no Largo de Santa Bárbara, em Arroios, criado por um grupo de pessoas que ocupou ilegalmente um antigo infantário abandonado.

Ao final da tarde, já com muitas pessoas concentradas junto ao edifício, inclusive em protesto pelo despejo, registaram-se cinco feridos sem gravidade (entre os quais três agentes da PSP), na sequência de uma tentativa de entrada no centro de apoio.

A PSP refere que nessa tarde realizou, na sede da empresa que emprega os profissionais de segurança privada, uma fiscalização que “incidiu sobre o contrato de prestação de serviço celebrado com o proprietário do imóvel e sobre os contratos de trabalho celebrados com os seguranças privados identificados”.

Os voluntários alegam que quando ocuparam o espaço não sabiam quem eram os proprietários do imóvel, mas mais tarde descobriram que foi vendido a uma empresa de imobiliário e depois em parcelas a três pessoas que vivem no estrangeiro.

Os voluntários enviaram correios eletrónicos a várias entidades, entre as quais a Câmara Municipal de Lisboa e a PSP, a informar que iriam ocupar o espaço e os motivos.

Depois dos incidentes de segunda-feira, seis das 13 pessoas que estavam no centro de apoio conseguiram alojamento através da Santa Casa da Misericórdia e outras seis (duas famílias de três pessoas) encontraram alojamento em quartos ou espaços de acolhimento, segundo o gabinete do vereador dos Direitos Sociais, Manuel Grilo.

A atuação do vereador do BE (partido que tem um acordo de governação em Lisboa, município presidido pelo PS) foi alvo de críticas de alguns partidos, que consideram inaceitável o seu apoio a uma ocupação ilegal.

De acordo com o jornal Público, o coletivo Seara, que estava a ocupar o prédio, já fez saber que está “a estudar a hipótese de avançar com uma ação judicial contra a empresa de segurança privada”.

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Implante cerebral permite que paciente totalmente cega consiga ver formas e letras

Os cientistas da Universidade Miguel Hernández de Elche (UMH), em Espanha, fizeram com que uma mulher completamente cega conseguisse ver formas simples e letras, através da colocação de um implante no seu córtex visual. Os investigadores …

Teoria dos primatas pedrados. Podem os cogumelos mágicos ter sido a chave para a nossa evolução?

A teoria já era conhecida desde os anos 90, mas um novo estudo veio trazê-la à baila novamente. O argumento é de que os cogumelos com efeitos psicadélicos podem ter ajudado a tornar os nossos …

Ainda sem fumo branco para o OE, Bloco e PCP reúnem órgãos máximos

O PCP e o Bloco de Esquerda reúnem hoje os respetivos órgãos máximos entre congressos com a proposta orçamental para 2022 no centro do debate. As conclusões da reunião da Mesa Nacional do BE serão apresentadas …

Sismo de 4,9 em La Palma e novo colapso do cone do Cumbre Vieja

A ilha espanhola de La Palma registou hoje um sismo de 4,8 de magnitude, no dia em que o vulcão voltou a sofrer um colapso no cone principal, causando grandes derrames de lava. O sismo foi …

Algas vivas sensíveis à luz (um tipo de cianobactérias chamado Synechocystis) injetadas num girino

Podia ser ficção científica, mas não é. Injetar algas no sangue dos sapos pode ajudá-los a respirar

Os sapos adotam várias técnicas de respiração ao longo da sua vida. Agora, uma equipa de cientistas alemães desenvolveu um novo método que permite que os girinos "respirem" graças à introdução de algas na sua …

As misteriosas auroras de Úrano foram finalmente detalhadas ao pormenor pelos cientistas

Auroras de Úrano foram captadas pela primeira vez em 2011 através do telescópio Hubble Space, mas as suas origens representam ainda mistérios que os cientistas não conseguem esclarecer. Pela primeira vez, os cientistas conseguiram moldar a …

Domingo invulgar: 17 grandes jogos para ver, em poucas horas

A ementa começa em França, ao meio-dia, e acaba no Chile, já depois das oito da noite. Não estamos perto do Carnaval mas vem aí um "domingo gordo" no futebol. Vários jogos grandes, uns mais mediáticos …

Sporting 1-0 Moreirense | Capitão Coates embala leão

O Sporting igualou hoje o FC Porto na liderança provisória da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer em casa o Moreirense, por 1-0, em jogo da nona jornada. O capitão Sebastián Coates marcou, aos …

Relatório médico indica que jovem chinês morreu após beber uma garrafa de Coca-Cola em dez minutos

Um homem chinês morreu depois de beber uma garrafa de 1,5 litros de Coca-Cola em dez minutos, informaram os médicos num relatório. O jovem de 22 anos, que não tinha doenças subjacentes, dirigiu às urgências do …

Universidade no Reino Unido tem arquivo de "casas assombradas"

A Universidade de Sheffield, no Reino Unido, tem um arquivo aberto ao público com quase 80 mil fotografias de "casas assombradas" de várias feiras populares. Para muitos, o medo é parte integrante da experiência de uma …