SEF suspende inspector acusado de abuso sexual e devassa da vida privada

Elza Fiúza / ABr

-

O inspector do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), acusado dos crimes de abuso sexual de crianças, pornografia de menores e devassa da vida privada, foi suspenso e tem em curso um inquérito disciplinar, informou esta força policial.

“(…) Corre termos um inquérito disciplinar, encontrando-se o funcionário, neste momento, suspenso de funções”, refere o SEF, que nada mais adiantou a um pedido de esclarecimento da agência Lusa sobre este caso.

O Ministério Público (MP) imputa ao inspector na delegação de Leiria do SEF dois crimes de abuso sexual de crianças, nove crimes de pornografia de menores e 19 crimes de devassa da vida privada, 17 dos quais alegadamente cometidos em co-autoria com uma funcionária da instituição.

No despacho de acusação lê-se que o arguido foi treinador adjunto de uma equipa feminina sub-14, tendo aí conhecido uma menor, que transportava de e para os treinos, juntamente com as restantes atletas, na viatura do clube.

Por causa da modalidade, o inspector, de 45 anos, obteve o número de telemóvel da atleta e, “quer por ‘sms‘, quer por ‘e-mail’, começou a trocar mensagens” para “criar uma maior aproximação com esta, de modo a cativá-la e aliciá-la a manter conversações consigo ou troca de ficheiros de imagens, de índole sexual”.

De meados de Maio a 26 de Setembro de 2012, o arguido enviou à menor, então com 13 anos, “mensagens ‘sms’ em número nunca inferior a 1.200”, nas quais insinuava e propunha “uma relação amorosa”, abordando-a, ainda, com “assuntos de cariz sexual” e pediu-lhe que enviasse fotografias suas, o que aquela fez.

Entre outras situações, o MP relata que em Julho de 2012 o arguido acompanhou a equipa feminina sub-19 do mesmo clube num campo de férias, tendo colocado nos balneários do pavilhão uma câmara de vídeo “para obter imagens dos corpos das jovens, mulheres e crianças desnudadas”.

Na posse do arguido foram encontradas imagens e vídeos, sobretudo de menores em poses pornográficas, exibindo o corpo nu, em práticas sexuais, com adultos e entre si, obtidos através de sítios na internet de pornografia infantil.

O MP acrescenta que, em 2011, o inspector solicitou a uma funcionária do SEF, de 37 anos, com quem terá tido um relacionamento, que “captasse imagens de mulheres e crianças no balneário da piscina municipal de Vieira de Leiria”.

Naquele local, durante cerca de dois meses, duas vezes por semana, a arguida captou imagens “de mulheres e crianças nuas” que, depois, o arguido descarregava, tendo feito o mesmo, por solicitação do inspector, a familiares, refere o MP, que acusa os arguidos de “total ausência de respeito pela intimidade sexual e pela dignidade dos ofendidos”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas criam hidrogel que se cura a si mesmo como a pele humana

A carne artificial, que pode vir a ser essencial para futuros desenvolvimentos em robótica e dispositivos médicos, está cada vez mais próxima de se tornar realidade. Cientistas na Austrália criaram um novo material gelatinoso que, asseguram, …

As estranhas "riscas de tigre" de Encélado foram finalmente explicadas

A lua gelada de Saturno, Encélado, tem despertado especial interesse na comunidade científica desde que foi observada em detalhe pela sonda espacial da NASA Cassini em 2005. Agora, uma equipa de cientistas encontrou resposta para …

Nicolas Bourbaki foi o maior matemático de sempre (mas nunca existiu)

Considerado como um dos maiores matemáticos de sempre, Nicolas Bourbaki não passava de um pseudónimo adotado por um grupo de grandes matemáticos, que revolucionou a matemática como a conhecemos. Nicolas Bourbaki está entre os maiores matemáticos …

No aquário do Tennessee, é uma enguia que acende as luzes da árvore de Natal

A enguia Miguel Wattson é a responsável pelo espírito natalício que se vive no Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos. O Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos, encontrou uma forma inusitada de celebrar esta época festiva: …

Há 34 anos, Diana dançou com Travolta. Agora, o seu vestido foi vendido por 261 mil euros

O vestido que a Princesa Diana usou para jantar na Casa Branca, em 1985, foi vendido por mais de 261 mil euros. O vestido azul que a Princesa Diana usou num jantar na Casa Branca, em …

Doentes crónicos com baixo nível de literacia em saúde recorrem mais às urgências

Os doentes crónicos e com um nível de literacia em saúde mais baixo utilizam mais vezes os serviços de urgência hospitalares e dos centros de saúde, bem como as consultas de medicina geral e familiar, …

Ártico viveu em 2019 o segundo ano mais quente em 119 anos

O Ártico viveu em 2019 o seu segundo ano mais quente desde 1900, de acordo com um relatório publicado na terça-feira, aumentando receios de degelo e aumento do nível da água. O Polo Norte está a …

Jardineiro encontra por acaso a obra mais procurada de Gustav Klimt. Estava no galeria onde foi roubada

Um funcionário da galeria de arte Ricci Oddi, na cidade italiana de Piacenza, encontrou por acaso a obra mais procurado do pintor austríaco Gustav Klimt. Estava na própria galeria, onde a obra terá sido roubada …

YouTube reforça políticas contra assédio online

O YouTube anunciou, esta quarta-feira, um conjunto de alterações às políticas que visam combater o assédio que existe na plataforma. O YouTube anunciou esta quarta-feira o reforço das suas políticas contra o assédio online, que preveem …

Deus bebé indiano vence caso em tribunal e reinvindica território sagrado

O Supremo Tribunal Indiano declarou Ram Lalla Virajman, um deus bebé, como o legítimo proprietário de Ayodhya, uma terra no norte da Índia considerada sagrada por muçulmanos e hindus. O tribunal decidiu que o Governo …