Secretário-geral do PSD vai a julgamento no caso das presenças no Parlamento

PSD / Flickr

José Silvano, secretário-geral do PSD

O secretário-geral do PSD, José Silvano, confirmou hoje que irá a julgamento no caso das alegadas falsas presenças no parlamento, reiterou ser inocente e criticou o despacho de pronúncia por fazer “uma adesão acrítica” à acusação.

A notícia de que Silvano iria a julgamento foi avançada hoje à tarde pelo semanário Novo, na sua edição digital, no âmbito do inquérito-crime aberto pelo Ministério Público em novembro de 2018, na sequência de uma notícia do Expresso de que a deputada Emília Cerqueira o teria registado no sistema informático do parlamento como presente em dois plenários quando o deputado se encontrava fora de Lisboa.

Em comunicado, o deputado e dirigente do PSD confirmou que do despacho de pronúncia resulta a sua “submissão a julgamento” e qualificou como um “absurdo” a imputação que lhe é feita.

“Basta realçar que ficou comprovado, tanto em sede de inquérito, como na instrução, que não recebi indevidamente qualquer valor, designadamente a título de senhas de presença, tendo nos dois dias a que se reporta a acusação, estado presente na Assembleia da República em momentos anteriores à realização das sessões plenárias”, refere.

Por outro lado, José Silvano considerou que a decisão instrutória de pronúncia era “absolutamente expectável, atenta a má prática que se instalou em alguns quadrantes da Justiça ao longo dos últimos anos, e que se traduz numa verdadeira subversão do papel e das funções do juiz de instrução que, demasiadas vezes, se demite de efetuar uma análise crítica (…) preferindo, tantas vezes, aderir, de forma acrítica, à acusação”.

“Foi, e reitero, tal como já esperava, o que aconteceu com o meu caso. Uma pronúncia que se traduziu numa mera adesão acrítica à acusação, sem qualquer ponderação do que foi carreado pela minha defesa para o processo”, criticou, dizendo que “por várias vezes e em diversas sedes” lhe foi vedada a produção de prova.

De acordo com o secretário-geral do PSD, “não foram recolhidos, em sede de inquérito, quaisquer indícios, antes bem pelo contrário” de que tivesse ordenado ou pedido a alguém que o registasse em duas sessões plenárias de que esteve ausente, de forma justificada, e reitera que tal registo “foi efetuado inadvertidamente por motivos estritamente profissionais”.

“Estando já definitivamente encerrada a questão no que respeita à alegada obtenção de qualquer benefício económico indevido proveniente dos registos efetuados nos dois dias em que não estive na sessão plenária, aguardarei, serenamente, a realização do julgamento para demonstrar, de forma inequívoca (…) que nunca solicitei, determinei ou ordenei o registo da minha presença em plenário, sendo absolutamente infundados e destituídos de qualquer sentido, por ausência de indícios ou provas, os factos constantes da acusação”, acrescentou.

O parlamento levantou a imunidade a José Silvano em maio de 2020 para responder neste processo e, na altura, o secretário-geral do PSD considerou a sua constituição como arguido como “um ato normal decorrente da lei” e prometeu ajudar na “descoberta da verdade”.

Em 2018, a deputada do PSD Emília Cerqueira justificou que fez o registo de José Silvano “inadvertidamente” ao tentar aceder ao ‘e-mail’ do secretário-geral do PSD, usando a sua ‘password’ pessoal.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Myanmar. Junta militar anula resultados das eleições de 2020

Militares entendem que a votação não foi "livre e justa". Anúncio da anulação das eleições de 2020 não foi acompanhado de uma data para a realização de um novo ato eleitoral — tal como seria …

Contas públicas agravam-se face a 2020. Receita fiscal volta a crescer

Ministério de João Leão atribui incumprimento à terceira vaga da economia, que significou novas restrições à circulação e nos horários dos estabelecimentos. A receita fiscal e contributiva cresceu, um sinal animador para uma recuperação económica …

Ugarte está a caminho de Alvalade, mas Amorim quer mais três reforços

O Sporting já terá garantido a contratação de Manuel Ugarte, mas Rúben Amorim ainda quer trazer mais um avançado, um extremo e um defesa-central. Depois de várias rondas de negociações, o Sporting finalmente chegou a acordo …

Marcelo começou a receber partidos. "Recuperação socioeconómica" é preocupação comum

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, começou a receber os partidos políticos com assento parlamentar esta segunda-feira. À saída do encontro com Marcelo Rebelo de Sousa, João Cotrim de Figueiredo disse que levou até …

"Não consigo aceitar": português chora depois de perder nos Jogos Olímpicos

Anri Egutidze ficou claramente desiludido por ter perdido logo no seu primeiro combate no torneio masculino de judo: "Vim para ganhar, mesmo". Anri Egutidze chegou aos Jogos Olímpicos para lutar por uma medalha no judo, categoria …

Jogos Olímpicos: Lucas joga com máscara no rosto

Lucas Saatkamp, uma das figuras da seleção brasileira masculina de voleibol, utiliza máscara de proteção contra a COVID-19 durante os jogos em Tóquio. Quem assistiu ao grande jogo desta segunda-feira, o Brasil-Argentina, no torneio masculino de …

PS responde à letra: "O BE pode continuar a fazer a vista grossa aos avanços" no SNS

O PS rejeitou esta segunda-feira as críticas do BE sobre a fixação de profissionais no Serviço Nacional de Saúde, argumentando que o executivo tem sido "consistente" na valorização destes trabalhadores e apelando ao diálogo para …

Jogos Olímpicos: a "estrela" da casa já foi eliminada

Naomi Osaka não foi além dos oitavos-de-final do torneio feminino de ténis. Markéta Vondroušová foi a protagonista da surpresa. Era a líder do ténis mundial há pouco tempo, é a número 2 da tabela WTA e …

Wayne Rooney: lesionar o seu jogador e rodeado de mulheres

Jason Knight só deverá voltar a jogar no final de outubro, por causa de uma disputa de bola com o seu treinador. O ano 2021, pelo menos para já, não vai ficar na lista dos melhores …

Teoria dos dentes do "quebra-nozes" de Paranthropus desmentida

Um novo estudo vem deitar por terra a teoria do "homem quebra-nozes", que sugeria que o Paranthropus tinha enormes dentes posteriores para mastigar sementes e nozes. O Paranthropus ("Paralelo ao Homem") é um género extinto de …