Secretário de Estado reforça segurança privada por ameaças de taxistas

Mário Cruz / Lusa

A segurança pessoal do secretário de Estado Adjunto e do Ambiente foi recentemente reforçada devido às ameaças por taxistas a que tem sido sujeito.

A notícia, avançada esta sexta-feira pelo Público, dá conta que este reforço de segurança acontece na sequência de uma avaliação de risco feita pela PSP.

Em causa está o facto de o secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes, estar a ser alvo de várias ameaças, alegadamente online, por elementos do setor dos táxis.

Recorde-se que o secretário de Estado é um dos responsáveis pelo processo de legalização de plataformas eletrónicas de transporte de passageiros como a Uber e a Cabify.

De acordo com o jornal, esta avaliação também contou com dados do Sistema de Informações de Segurança e foi tida em conta a tensão crescente com os taxistas.

José Mendes já tinha direito a ser acompanhado por elementos da PSP, mas isso só acontecia de forma pontual e com uma presença bastante discreta.

No entanto, devido à escalada de ameaças e insultos ocorridos nas últimas semanas decidiu proceder-se a uma alteração das medidas de segurança.

Agora, os agentes da PSP passam a andar sempre com o governante e “fazem questão de se mostrarem”, escreve o diário.

As ameaças aparecem sobretudo nas redes sociais, com as imagens que o secretário de Estado tinha publicado no Facebook, a serem republicadas na página Portugal Revolução.

Vejam bem a cara do animal que vai mandar milhares de famílias ligadas ao Táxi para a pobreza”, escreve-se na legenda de uma das fotografias.

Os responsáveis pela página também fizeram proveito das imagens que José Mendes tinha partilhado de alguns familiares.

Segundo o Público, surgem várias ameaças contra essas pessoas, questionando se alguém as consegue identificar.

Bandeirada de 6 euros no Natal e Ano Novo

Os taxistas estão a preparar uma manifestação contra estas plataformas eletrónicas, agendada para a próxima segunda-feira, em Lisboa.

Em vésperas de mais uma greve, os taxistas enviaram para o Governo uma lista de propostas para compensar o setor.

Segundo o Jornal de Notícias, entre as medidas defendidas está uma bandeirada de seis euros no Natal e no Ano Novo, um aumento de 20% em todos os preços nos picos do verão, ou seja, em julho e agosto, e uma tarifa especial para transporte de mais de quatro pessoas no mesmo veículo.

Em setembro, o Governo anunciou que a atividade de plataformas como a Uber e a Cabify vão ser legalizadas até ao final deste ano.

Como seria de esperar, os taxistas não reagiram bem à novidade e prometeram dar luta, alertando mesmo que esta podia acabar por se tornar violenta.

Porrada não vai faltar!“, avisou o presidente da ANTRAL (Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros), Florêncio Almeida.

Entre as alterações do Governo para legalizar as aplicações de transporte de passageiros, está a obrigatoriedade de os motoristas fazerem uma formação inicial, por um mínimo de 30 horas, e a terem um título de condução específico.

Além disso, os carros, que não podem ter mais de sete anos, terão de estar identificados com um dístico, devem possuir um seguro semelhante ao dos táxis e são obrigados a passar fatura eletrónica.

Os motoristas só poderão transportar clientes que solicitem o serviço através da aplicação e não podem apanhar clientes na rua, nem usar as praças dos táxis ou corredores reservados aos transportes públicos.

Com esta legislação, Portugal será um dos primeiros países europeus a legalizar estas aplicações eletrónicas.

FM, ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. É com esta cambada de selvagens que temos de conviver… e ainda querem ser respeitados.
    Estão mais para o lado do estado islâmico que para o do mundo civilizado e depois admiram-se que, com a chegada da concorrência, só tenham a perder…
    Acho que o governo, deveria até igualar mais as condições para a UBER, pois quanto mais depressa acabar a “mama” dos taxistas, melhor para toda a gente.

  2. Perfeitamente de acordo ‘EU’. E se dúvidas houver basta dar uma espreitadela nesse site que o artigo menciona-” Portugal Revolução” para ter ter uma ideia do que estes FDP são. Grande lavagem ao cérebro os cabecilhas dão aos colegas de profissão..

RESPONDER

Washington Redskins mudam de nome por ser considerado racista

A equipa de futebol americano, até aqui denominada de Washington Redskins, vai abandonar essa designação, considerada de teor racista, para designar nativos da América do Norte. Em comunicado, a equipa de Washington explicou que, depois de uma …

Flores precisaram de cerca de 50 milhões de anos para se tornarem o que são hoje

As plantas com flor evoluíram há cerca de 100 milhões de anos, mas precisaram de outros 50 milhões de anos para diversificar e tornarem-se aquilo que são hoje, sugere uma equipa de investigadores. Os cientistas documentaram …

Estudo sugere que imunidade à covid-19 pode desaparecer em poucos meses

A imunidade adquirida por anticorpos após a cura da covid-19 pode desaparecer em alguns meses, o que poderá complicar o desenvolvimento de uma vacina eficaz a longo prazo, sugere um estudo britânico divulgado esta segunda-feira. "Este …

60 anos depois, já se sabe o que aconteceu aos 9 russos que desapareceram na Montanha da Morte

Passados 61 anos, o mistério da morte de nove esquiadores russos que faziam uma caminhada pelos Montes Urais, perto da chamada Montanha da Morte, foi finalmente resolvido. Em 1959, nove viajantes russos que faziam uma caminhada …

Médicos Sem Fronteiras é "institucionalmente racista", acusam atuais e ex-colaboradores

Uma declaração assinada por mil atuais e ex-funcionários revela que a Organização Não Governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF) é "institucionalmente racista" e reforça o colonialismo e a supremacia branca no trabalho humanitário que pratica. Na …

Empresa culpada pela crise de opioides fez contribuições políticas após declarar falência

A Purdue Pharma, empresa culpada pela crise de opioides nos Estados Unidos, fez contribuições políticas após ter sido processada e declarado falência. Os opioides são usados para aliviar a dor, mas também provocam uma sensação exagerada …

Norte-americano morre após ir a festa para provar que a covid-19 é uma farsa

Um norte-americano de 30 anos, de San Antonio, no estado do Texas, morreu de covid-19 depois de ir a uma festa para provar que a doença era uma farsa, informou a media local. O homem foi …

Luso-canadiano quer criar 25 murais dedicados a Amália Rodrigues

Um português a residir no Canadá pretende criar uma “aldeia global virtual” das comunidades portuguesas espalhadas nos vários cantos do mundo, um projeto que envolve a colocação de 25 murais dedicados à fadista Amália Rodrigues. “O …

MP e BdP pedem manutenção de coima a Salgado no processo da compra de ações da ESFG

O Ministério Público e o Banco de Portugal pediram, esta segunda-feira, ao Tribunal da Concorrência, Regulação e Supervisão, que mantenha a coima de 75 mil euros aplicada ao ex-presidente do BES no processo da compra …

Na luta contra a pandemia, Taiwan tinha alguns trunfos na manga (e o conflito com a China era um deles)

A resposta de Taiwan no combate à pandemia de covid-19 tem sido elogiada por profissionais de saúde pública em todo o mundo. Os conflitos geopolíticos com a China, a experiência em doenças respiratórias e a …