Secretário de Estado não consegue provar, mas os fogos têm origem criminosa

Mário Cruz / Lusa

Secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, falou já em mão “maldosa” nos incêndios de Castelo Branco

O secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, não tem “forma de provar”, mas considera que vários dos incêndios florestais que têm deflagrado nas últimas horas no país têm “origem criminosa”.

Trata-se de incêndios que “alguém quer realmente provocar“, sustentou o governante, em declarações à agência Lusa, quando visitava a Pampilhosa da Serra, concelho onde, desde as 23:20 de sexta-feira lavra um fogo, que, então, progredia em cinco frentes.

É a vontade de fazer arder que continua a imperar e a criar esta instabilidade no País e nas pessoas”, afirmou Jorge Gomes, salientando que, “de forma nenhuma, isto é perdoável”.

Isto é algo de anormal, não só pelo tempo“, caracterizado por um longo período de seca e com elevadas temperaturas, mas também porque muitos destes incêndios “começaram à noite”, sublinhou.

Sem referir a palavra “incendiários”, o Secretário de Estado tinha já anteriormente falado em “mão maldosa nos incêndios noturnos“, referindo-se ao caso dos incêndios que em agosto assolaram o distrito de Castelo Branco.

“Estou apenas a constatar o que está a acontecer: e não é às 22h30 que nasce um incêndio em Idanha e que podemos culpar o sol e nem são dois incêndios em Vila de Rei, depois de o fogo estar extinto e que aparecem em locais estratégicos e cirúrgicos, que são de mão bondosa”, afirmou.

O secretário de Estado deslocou-se a Pampilhosa da Serra onde continua a arder com intensidade o fogo que teve início na noite de sexta-feira e que é dos 88 incêndios florestais que lavram no território do continente, mobilizando pelas 18:20, perto de três mil operacionais, mais de 800 viaturas e 11 meios aéreos.

// Lusa

 

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Até que enfim! Muito bem Dr. Jorge Gomes. Agora falta uma polícia especial de investigação e prevenir para lidar com estes indivíduos com interesses na “indústria dos incêndios”. Chega de dinheiro pago para avionetas, helicópteros, equipamentos de todo o tipo que só alimenta esta “indústria” e passemos à prevenção com investigações determinadas, realizadas por inspetores competentes, trabalhando inclusive “à paisana” faça tempo quente ou frio, para que no verão só existam incêndios com causas naturais. Depois surpresa, seremos um país normal – sem incêndios, ou quase. Tenha ainda mais coragem Sr. Secretário de Estado. A bem do país!

  2. E porque nao chamar incendiarios?
    meter penas severas e passar na televisao varias vezes incendiarios a irem para a prisao frisando os anos de cadeia e indeminizaçoes que terao de pagar? Ou será que sao todos tolinhos,juridicamente inimputaveis?
    Vivemos num pais do politicamente correcto,nisto e noutros assuntos.
    E assim continuamos nisto.

RESPONDER

Pirlo tem plano para gerir cansaço de Cristiano Ronaldo

O novo treinador da Juventus, Andrea Pirlo, tem um plano para gerir a forma física de Cristiano Ronaldo ao longo da temporada. O internacional português tem 35 anos e cumpre a sua 19.ª temporada como …

Entre lágrimas e após três tentativas, lista dirigente de Ventura foi aprovada

O presidente do Chega conseguiu, este domingo, à terceira tentativa, a maioria de dois terços dos votos exigida para eleger a sua direção na II Convenção Nacional, em Évora. Apenas às 20h02 foram proclamados os resultados …

Marcelo é o único que resiste ao desgaste da pandemia. Governo e oposição em queda

O único que está a conseguir resistir ao desgaste político provocado pela pandemia de covid-19 é o Presidente da República, numa altura em que o PS e o PSD surgem em queda nas intenções de …

Três camisolas e uma vitória histórica. Tadej Pogacar é o vencedor do Tour

O ciclista esloveno Tadej Pogacar (UAE Emirates) venceu a 107.ª Volta a França, ao cortar a meta, nos Campos Elísios, integrado no pelotão, no final da 21.ª e última etapa conquistada pelo irlandês Sam Bennett …

Afinal, os vikings não eram loiros nem tinham olhos azuis (e também não eram da Escandinávia)

Um estudo revelou que os Vikings afinal não eram loiros nem provenientes da Escandinávia. O estudo, realizado através da análise de ADN, conclui ainda que indivíduos que não eram vikings foram enterrados como tal. Normalmente, a …

Emmys 2020: "Succession" é a série do ano, "Schitt’s Creek" e "Watchmen" em destaque

A segunda temporada de “Succession”, da HBO, venceu esta madrugada o prémio de Melhor Série Dramática na 72.ª cerimónia dos prémios Emmy, que decorreu em Los Angeles, EUA, sem público por causa da pandemia. Centrada em …

Aulas do 1.º ciclo em escola de Lisboa suspensas. Escola em Viseu fecha portas

As aulas do 1.º ciclo na escola pública das Laranjeiras, em Lisboa, foram suspensas, devido à falta de funcionários em número suficiente, já que um destes testou positivo para a covid-19. De acordo com o Agrupamento …

PCP de "espírito aberto" para conversações sobre OE, mas recusa "chantagens"

O PCP encara as conversações sobre o Orçamento do Estado de 2021 com “espírito aberto”, sem “linhas vermelhas ou azuis”, mas recusa “chantagens” e “pressões” do primeiro-ministro, disse este domingo o secretário-geral dos comunistas. Numa conferência …

Os dinossauros conquistaram o mundo após uma extinção em massa na Terra

Uma equipa internacional de cientistas identificou um evento anteriormente desconhecido de extinção massiva da vida na Terra que ocorreu há 223 milhões de anos e desencadeou a conquista do mundo pelos dinossauros. O estudo liderado por …

FinCEN Files. Isabel dos Santos e marido envolvidos em investigação aos maiores bancos mundiais

Isabel dos Santos e Sindika Dokolo estão entre os clientes confidenciais de bancos que foram reportados às autoridades norte-americanas, segundo uma investigação do Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (ICIJ). A empresária angolana Isabel dos Santos …