/

Schumacher está a “fazer progressos” na recuperação

hotgossipitalia / Flickr

Michael Schumacher, 7 vezes campeão do Mundo de Fórmula 1

Michael Schumacher, 7 vezes campeão do Mundo de Fórmula 1

A porta-voz do alemão Michael Schumacher, Sabine Kehm, disse hoje que o germânico, sete vezes campeão mundial de Fórmula 1, está a “fazer progressos” na recuperação do grave acidente de esqui, sofrido a 29 de dezembro de 2013.

“Estamos felizes por dizer que Michael continua a fazer progressos, tendo em conta a gravidade das lesões que sofreu na cabeça”, disse Sabine Khem numa curta declaração aos jornalistas.

A porta-voz repetiu, porém, que a recuperação de Schumacher, de 46 anos, “vai ser um processo demorado“.

O heptacampeão mundial de F1 foi internado em coma a 29 de dezembro de 2013, depois de ter sofrido uma queda quando esquiava fora dos limites da pista na estância de Meribel, nos Alpes franceses.

No 8 de janeiro de 2013, os investigadores franceses que apuram as causas do acidente sofrido por Schumacher confirmaram oficialmente que se estava fora do percurso normal da pista da estância de esqui de Meribel no momento da queda.

A investigação apurou que o alemão esquiava a uma velocidade aceitável quando caiu, mas estava a cerca de nove metros de distância do percurso marcado para esquiadores.

Schumacher desequilibrou-se, caiu e bateu com a cabeça numa rocha. Com o impacto, o capacete de protecção do alemão ficou partido em dois, mas os médicos que o tratarm confirmaram que o equipamento de protecção lhe salvou a vida.

Em coma induzido e com lesões graves no cérebro, Schumacher lutou pela vida em duas cirurgias durante o seu internamento.

A 9 de setembro de 2014, Schumacher saiu do hospital suíço onde se encontrava internado para continuar a sua lenta recuperação em casa.

Em dezembro de 2014, o jornalista desportivo Giorgio Terruzzi revelou que Schumacher chora ao ouvir as vozes de Corinna e dos filhos.

Maior campeão da história da F1, Schumacher acumulou dois títulos pela Benetton antes de se consagrar com cinco campeonatos seguidos conquistados com a Ferrari. Reformou-se definitivamente do automobilismo em 2012, depois de somar 91 vitórias na categoria.

ZAP / Lusa

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.