Saúde mental de Donald Trump está a torná-lo “perigoso”, alertam 350 especialistas

Jim Lo Scalzo / EPA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

Pelo menos 350 especialistas assinaram uma carta para o Congresso sobre a alegada deterioração do estado de saúde mental de Donald Trump. Apesar de não ser um alerta novo, a situação voltou a merecer uma chamada de atenção.

Numa carta enviada ao Comité Judicial da Câmara dos Representantes, os clínicos consideram que a situação do Presidente dos Estados Unidos pode ser muito mais grave aquela até agora considerada e pedem aos legisladores que tenham em conta que o seu estado mental o está a tornar “perigoso”.

Alguns dos especialistas que assinaram esta carta foram Bandy Lee, psiquiatra de Yale, Jerrold Post, ex-profiler da CIA, e John Zinner, psiquiatra da Universidade George Washington.

Os três disseram, de acordo com o semanário Expresso, estar preparados para testemunhar sobre o efeito do impeachment na saúde mental do Presidente. “Imploramos ao Congresso que leve a sério esses sinais de perigo e restrinja os seus impulsos destrutivos”, pode ler-se na carta enviada.

Alguns dos sinais preocupantes são a fragilidade do seu ego, as reações que apelidam de raiva narcísica, a projeção das suas fraquezas como ataques contra os outros e a tomada de decisões sem empatia, sensibilidade e até racionalidade.

Segundo os especialistas, as apreciações agressivas e os insultos frequentes que Trump lança contra os opositores serão, na verdade. a projeção do que ele sente sobre si próprio, um outro sinal da gravidade do seu estado mental.

Assim, o grupo de especialistas avisa que há que considerar os riscos envolvidos, nomeadamente para a segurança nacional e decisões geopolíticas.

Este, porém, não é um alerta novo. Em 2017, um grupo de profissionais de saúde assinou uma carta, na qual diziam estar preocupados com a “grave instabilidade emocional” exibida pelo presidente dos Estados Unidos.

Nesse ano, a germofobia, ou seja, o medo patológico de sujidade, poluição e bactérias, também foi atribuída ao presidente, tendo este medo de apertar as mãos e de carregar em botões no elevador. Donald Trump admitiu evitar tocar nos filhos quando estes não se sentem bem e dar a mão à mulher, Melania, em locais públicos. Ainda nesse ano, Donald Trump admitiu a possibilidade de sofrer de algum tipo de transtorno psicológico.

No ano seguinte, em 2018, o médico da Casa Branca garantiu que a saúde mental do Presidente dos Estados Unidos é “excelente”. Essa visão foi contrariada por uma antiga funcionária da Casa Branca que assegurou que Donald Trump tem exibido “um declínio mental que não pode ser negado”.

ZAP //

 

 

 

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. É lamentável a imaginação e as inúmeras tentativas da oposição para conseguir tirá-lo da presidência. Os problemas mentais não são do sr. Trump. Não só não vão conseguir, como vai haver um segundo mandato ainda com mais votos.

  2. Infelizmente o Sr. Trump, não é o único caso preocupante. Em todos os Continentes, muitos Países estão nas mãos (se assim o posso dizer) de Ditadores, doentes mentias, sociopatas, e mesmo assassinos. A não esquecer o poder de destruição maciça nuclear que que estes “Loucos” podem vir a querer utilizar. Existe o suficiente para destruir o Planeta na totalidade !

RESPONDER

Berardo apresenta recurso contra arresto de imóveis de luxo

Joe Berardo apresentou um recurso contra o arresto a dois imóveis de luxo em Lisboa. As propriedades foram arrestadas pela Caixa Geral de Depósitos por dívidas superiores a 300 milhões. O empresário madeirense Joe Berardo interpôs …

Para além de autocarros, Cascais quer comboios gratuitos dentro do município

Desde 1 de janeiro de 2020, Cascais tornou-se no primeiro concelho do país a ter transportes públicos rodoviários gratuitos. Agora, quer alargar a iniciativa aos comboios. "Estamos a abrir um novo paradigma, que encara a mobilidade …

Governo convoca sindicatos para negociar aumentos acima dos 0,3%

O Governo convocou as estruturas sindicais da administração pública para voltar a negociar a proposta dos aumentos salariais de 0,3% para este ano. De acordo com a agência Lusa, o Governo convocou as estruturas sindicais da administração …

Governo prepara injeção final de 1400 milhões no Novo Banco

Desde a venda, em outubro de 2017, o Estado já injetou 1,9 mil milhões de euros no Novo Banco. Agora, o Fundo de Resolução estuda injetar mais 1,4 mil milhões. O Fundo de Resolução e o …

Em Espanha, há jogadores a serem pressionados a sair para países árabes

Jogadores do UD Almería estão a ser pressionados pelo dono do clube a sair para clubes de países árabes. Alguns atletas já apresentaram queixa ao sindicato. O xeique Turki Al-Sheikh, dono do Almería, da segunda divisão …

Chuva forte inunda Hospital de São José, em Lisboa

As chuvas fortes que se fizeram sentir esta quinta-feira inundaram o Hospital de São José, em Lisboa, deixando algumas salas alagadas. A informação é avançada pelo Correio da Manhã, que publicada algumas fotografias nas quais se …

Aos 58 anos, Carlos Sainz volta a fazer história ao conquistar o seu terceiro Dakar

Carlos Sainz reforçou o estatuto de piloto mais veterano a conquistar o Dakar, ampliando assim por mais um par de anos o recorde que já lhe pertencia. O espanhol Carlos Sainz (Mini) conquistou a terceira vitória …

Alunos até ao 6.º ano vão poder ficar nas escolas das 9 às 17 horas

O princípio da Escola a Tempo Inteiro (ETI), que permite prolongar o horário escolar dos alunos do 1.º ciclo através de Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC), vai ser também alargado aos estudantes do 2.º ciclo. …

Bruno Fernandes corre risco de não fazer o último jogo contra o Benfica

Com a transferência de Bruno Fernandes para o Manchester United quase fechada, o internacional português corre o risco de não alinhar esta sexta-feira no dérbi com o Benfica. A notícia avançada hoje pelo Correio da Manhã …

Carreiras chama "traidor" a Rio (e considera que Passos Coelho voltará a unir o partido)

O autarca de Cascais, Carlos Carreiras, classifica Rui Rio como "traidor" e considera que, "se e quando decidir voltar", Pedro Passos Coelho voltará a unir o PSD. Carlos Carreiras, presidente da maior autarquia social-democrata do país, …