Satélite da NASA vai estudar a Terra a respirar

NASA

Lançamento do satelite OCO-2 CO2 da NASA

Lançamento do satelite OCO-2 CO2 da NASA

Depois de uma primeira tentativa falhada, a agência espacial norte-americana lançou, com sucesso, na madrugada desta quarta-feira, um satélite para medir o nível de dióxido de carbono na atmosfera. O CO2 é o gás que mais contribui para o aquecimento global.

Após o cancelamento no último minuto, devido a problemas na válvula do sistema de fluxo de água para a plataforma de lançamento, 24 horas antes, o foguete Delta 2, que transporta o satélite OCO-2 (Observatório Orbital de Carbono – 2, sigla em inglês), foi lançado às 02h56, horário local (10h56 em Lisboa) da base aérea de Vanderberg, na Califórnia.

 

A missão deste satélite, que se vai unir ao A-Train, um conjunto de outros cinco satélites internacionais de observação da Terra, tem a duração de, pelo menos, dois anos, durante os quais irá medir as fontes de emissão de CO2 e dos poços de carbono em toda a Terra.

Desta feita, e através de dados constantemente actualizados, os cientistas poderão estudar melhor as variações do carbono.

O satélite será colocado numa órbita quase polar, a 750 quilómetros de altitude.

De salientar que o OCO-2 tem capacidade para fazer 24 medições do carbono na atmosfera por segundo, o que equivale a cerca de um milhão por dia.

Porém, as nuvens podem tornar-se um enorme obstáculo, uma vez que o campo de visão do satélite é de, aproximadamente, três quilómetros quadrados.

Não obstante os problemas que podem ocorrer, a NASA espera recolher, diariamente, cerca de 100 mil dados instantâneos do satélite.

CG, ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Paços 0-2 Sporting | “Leão” competente estreia-se com triunfo

Após o adiamento do jogo da primeira jornada ante o Gil Vicente, devido a vários casos de Covid-19 nas duas equipas, o Sporting estreou-se na Liga NOS 2020/21 e não vacilou. Na visita ao Paços de …

Medicamentos para a tensão arterial diminuem mortalidade em doentes com covid-19

Um estudo de meta-análise concluiu que medicamentos para a tensão arterial, ao contrário do que se pensava, reduzem a mortalidade em pacientes com covid-19. No início da pandemia, havia a preocupação de que certos medicamentos para …

A ilha mais povoada do Hawai pode perder 40% das suas praias até 2050

A subida do nível das águas do mar pode fazer com que a ilha mais povoada do Havai perca 40% das suas praias, alerta uma nova investigação. Em causa está a ilha de Oahu, a …

Pela primeira vez em 10 anos, a Wikipédia vai mudar de aparência

A icónica Wikipédia vai, pela primeira vez em 10 anos, ser modificada para tornar o site mais acessível - e menos "assustador" - para novos utilizadores. A Wikipédia tem sido parte integrante da cultura da web …

Encontrados medicamentos ilegais em suplementos para o cérebro

Cientistas encontraram medicamentos ilegais, não aprovados nos Estados Unidos, em suplementos que alegadamente melhoram o desempenho cognitivo. Clareza mental, criatividade aprimorada e uma memória extremamente nítida são algumas das promessas feitas a quem compra suplementos de …

Voluntários oferecem-se para cumprir pena de jovem acusado de blasfémia

Num ato de solidariedade, 120 voluntários pediram para cumprir a pena de um jovem nigeriano condenado a 12 anos de prisão por blasfémia. Entre os voluntários está o diretor do Memorial de Auschwitz. Ao todo, 120 …

ADN ajuda a identificar assassino em série num dos mais infames casos da Austrália

Uma amostra de ADN ajudou a justiça australiana a considerar um homem como culpado pelo assassinato de duas mulheres na década de 1990, encerrando um caso que permaneceu sem solução durante quase 25 anos. Durante quase …

Mais 665 casos e nove mortes por covid-19 em Portugal

Portugal regista, este domingo, mais 665 novos casos positivos e nove mortes por covid-19, segundo boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Assim, desde o início da pandemia, Portugal conta com 73.604 infetados e 1.953 …

De guerreiros a anciões. Grupo étnico no Quénia faz cerimónia única de "transformação"

Milhares de homens Maasai vestidos com xales vermelhos e roxos e com as suas cabeças revestidas de ocre vermelho reuniram-se esta semana para uma cerimónia que os transforma de Moran (guerreiros) em Mzee (anciãos). De acordo …

Há 60 anos, Richard Nixon tricou uma sanduíche (e este homem guardou-a desde então)

Há 60 anos, o então vice-Presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon, trincou uma sanduíche - e Steve Jenne, um homem que vive em Illinois, guardou-a os restos desde então. De acordo com o The New York …