Santos Silva já fez as pazes com os parceiros da “feira de gado”

O ministro dos Negócios Estrangeiros admitiu que usou uma “liberdade de linguagem que não tem pertinência” e, por isso, pede desculpa a qualquer agente da concertação social que se tenha sentido “melindrado”.

Em declarações ao Público, Augusto Santos Silva reagiu à polémica tornada pública pela TVI, que captou o governante, no jantar de Natal do grupo parlamentar do PS, a comparar a concertação social a uma “feira de gado”.

“Ali o Vieira da Silva conseguiu mais um acordo, pá! Ó Zé António, és o maior… negociante. Grande negociante. Era como uma feira de gado!”, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros, aparentemente sem se aperceber da presença das câmaras.

Em questão estavam as negociações do ministro do Trabalho e da Segurança Social, Vieira da Silva, com os parceiros sociais por causa do salário mínimo.

O ministro refere ao jornal que esta declaração foi feita “no âmbito de uma conversa privada com um amigo” e em “tom de brincadeira”.

Santos Silva explica que a frase pretendia “valorizar o resultado de uma negociação” e daí ter usado uma alusão às feiras de gado que, geralmente, são “duras e complexas e que acabam com honradez de ambas as partes”.

Mesmo assim, o governante admite que usou uma “liberdade de linguagem que não tem pertinência” e pede desculpa a qualquer agente da concertação social que se tenha sentido “melindrado”.

Para concluir, o ministro deixa uma palavra de apreço à concertação social, considerando que é “um instrumento fundamental do nosso Estado” e um “dos pilares essenciais da nossa arquitetura constitucional”.

Segundo a TSF, os parceiros sociais dão o assunto por encerrado.

“Não desejamos mas todos nós por vezes temos frases infelizes, foi a vez do senhor ministro. Já pediu desculpa, estão aceites. O que importa relevar é o acordo que foi conseguido”, disse António Saraiva, presidente da CIP.

“Foi de facto uma frase infeliz, num momento que não era formal. O ministro já pediu desculpa, (…) a situação está sanada”, declarou ainda João Machado, da Confederação de Agricultura (CAP).

ZAP //

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. É lamentável este tipo de comportamento. Não é a primeira vez que profere este tipo de comentários! Este senhor é o tal que disse que gosta de malhar na direita! Enfim…quando temos políticos que dizem bacoradas destas, está tudo dito…mas que falta de respeito pelas pessoas que estiveram a negociar o salário minimo…ao menos ainda pediu desculpa…às vezes nem isso pedem..

  2. “…polémica tornada pública pela TVI, que captou o governante, no jantar de Natal do grupo parlamentar do PS…”
    Num jantar privado não há ” Liberdade de Expressão ” tão apregoada pela Máfia jornalística?
    Reparem neste termo “…captou o governante…” Parece que voltámos à PIDE, aos jornalistas do Estado Novo.

    • Não, minha senhora, é ao contrário!

      No tempo da PIDE é que se um governante tivesse dito uma imbecilidade, em público ou em privado (que não é o caso de um “jantar de Natal do PS”), nunca um jornal ou TV teria podido divulgar as imagens!

      Será que não percebe mesmo, ou a sua cegueira ideológica só lhe permite ver para um lado e distorcer para o outro?

      Liberdade de expressão? Alguém está a impedir o ministro de se exprimir? E que tal a liberdade de informar o povo do tipo de graçolas que os seus governantes exprimem?

      Se tivesse sido um governante do PSD a fazer uma qualquer piada imbecil, estaria aqui a defender que se censurasse a TV que tivesse captado a piadola?

      Não há pachorra para a hipocrisia e falta de honestidade intelectual dos pseudo-defensores da liberdade que só o são quando lhes convém.

  3. Talvez o homem já estivesse com os copos mas começam a ser já vários os casos de membros do PS um pouco passados dos limites, talvez nervosismo a mais! Pode ser que entretanto também passe por uma feira de gado talvez no estrangeiro porque por cá já estão extintas e entretanto fará uma comparação.

  4. Não têm que pedir desculpas aos agentes da concertação social.
    Deveria pedir desculpas a todos os portugueses sem excepção, independente de classes ou cores politicas, declarações destas nada têm a ver com politica, acredito que nenhum partido se revê nelas.
    Nas feiras de gado negoceia-se o valor do gado, nesta negociação estava em causa o salário de trabalhadores, pessoas e não Gado.
    O ministro ofendeu todos os trabalhadores deste pais ao compará-los com gado, é vergonhoso, triste , antidemocrático è ofensa, isto ultrapassa todos os limites sejam eles, políticos, profissionais, democráticos,judiciais e mostra o que poderá ser o dia a dia de quem nos governa independentemente da classe politica, a consideração que têm por quem lhes paga o ordenado.

  5. Não vejo onde está tanta indignação . Não estamos em Portugal, republica das bananas ?
    Este cavalheiro, bruto que nem uma porta ,se tivessemos um primeiro ministro a sério e não a brincar teria sido demitido de imediato e depois temos o Sr.Presidente da Republica que está como ele diz ” lélé da cuca”, caso contrario já o teria mandado demitir, mas recusa-se convenientemente a não comentar. Como alguem atraz comentava, se fosse alguem de um outro partido que nas fossem os BE,PCP e afins, teriamos um autentico terramoto e pedido de demisão, mas como foi este vandalho que as proferiu, estamos todos da Paz do Senhor. Enfim, “empalado” seria pouco.

    • eheheheh como no tempo do salazar que a assembleia parecia uma brigada do reumático? Tenha juizo, na Itália até há bofetada no parlamento e que eu saiba a Itália governa-se melhor que nós..ahh e tem melhores cidadãos

  6. ZAP, quem vos autorizou a usarem o meu endereço de e-mail para um comentário vosso?
    Não sabem distinguir o que é público e o que é privado?
    O profissionalismo anda longe dessa casa. Não tentem repetir!

    • Cara Ana B,
      Não “usámos o seu endereço” para um comentário nosso.
      O email que recebeu é uma notificação automática de que o seu comentário tinha tido uma resposta de um utilizador – função que foi activada há algumas semanas, a pedido de alguns utilizadores, e cuja utilidade tem sido bem recebida.
      Se não quer receber notificações, comente com um email inexistente. O sistema de comentários não a obriga a usar um email verdadeiro.
      Mas, a montante dessa questão, respeite por favor o profissionalismo dos funcionários desta casa.
      Se não lhe merecemos esse respeito, não nos visite por favor.

  7. Admito a possibilidade de estar errado no meu ponto de vista mas, sinceramente, não fiz a leitura que a grande maioria das pessoas fez desta questão.
    Parece-me natural a utilização de termos, expressões ou palavras mais “brejeiras” estando, como foi o caso, num ambiente mais informal, mais descontraído. Com todos nós se passa isso, não haja hipocrisias.
    Não creio que o ministro tenha usado a expressão para diminuir as pessoas, sejam patrões ou trabalhadores, aliás, todos eles aceitaram as desculpas e nem sequer alimentaram a questão ou fizeram “filmes” do assunto. Interpreto mais numa lógica de classificação dos próprios actos e atitudes decorrentes nestas reuniões. Convenhamos (e imagino) que aquilo deve parecer mesmo “uma feira de gado” ou uma “peixeirada”, com os “negociantes” a regatear “preços”, dum lado uns a tentar vender ( a mão de obra) e lutar por mais uns cobres (sindicatos) e do outro, os compradores, a tentarem comprar (a mão de obra) mais barata.

Responder a FSC Cancelar resposta

"DeepNude". Inteligência Artificial "tirou a roupa" a mulheres nas redes sociais

A empresa de informação Sensity alertou que mais de 100 mil imagens foram carregadas para um canal de Telegram onde um bot "tirou a roupa" de mulheres. A empresa de segurança Sensity revelou recentemente que existe …

Poluição atmosférica "custa" a cada citadino europeu 1.276 euros por ano

A poluição atmosférica "custa" 1.276 euros por ano a cada cidadão europeu residente em cidades, de acordo com um estudo da Aliança Europeia de Saúde Pública (EPHA) divulgado esta quarta-feira. O estudo chegou ao valor médio …

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …

Thermite RS3 é o primeiro robô de combate a incêndios dos EUA (e está pronto a entrar ao serviço)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu as boas-vindas ao mais recente membro da equipa: um bombeiro robótico. O Thermite RS3 é um rover de controlo remoto capaz de bombear milhares de …

Inventor dinamarquês que matou jornalista no seu submarino escapou da prisão (mas já foi apanhado)

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua por torturar e assassinar a jornalista sueca Kim Wall, fugiu da prisão esta terça-feira.  As autoridades dinamarquesas capturaram-no minutos depois. Peter Madsen, o dinamarquês condenado a prisão …

Molécula descoberta por menina de 14 anos pode levar a uma cura para a covid-19

A jovem norte-americana de 14 anos, Anika Chebrolu, descobriu uma molécula que pode levar a uma potencial cura para a covid-19. Enquanto cientistas dos quatro cantos do mundo trabalham no desenvolvimento de uma vacina para a …

Cerca de 1.300 reclusos fogem de prisão no Congo após ataque do Estado Islâmico

Cerca de 1.300 reclusos escaparam de uma prisão na República Democrática do Congo na manhã de terça-feira, após um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, informou a Organização das Nações Unidas (ONU). Embora as autoridades locais tenham …

Amesterdão vai usar flores para impedir que os ciclistas estacionem bicicletas nas pontes

A cidade conhecida pelo uso de bicicletas, vai agora tomar uma medida em relação ao estacionamento destas nas pontes. Tudo para proteger as vistas para os seus famosos canais. Amesterdão orgulha-se de ser uma das cidades …

Morreu voluntário envolvido no ensaio da vacina de Oxford. Tinha 28 anos e era médico recém-formado

As autoridades de saúde brasileiras divulgaram esta quarta-feira a morte de um voluntário dos testes da vacina contra a covid-19, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), …

Milo, o "comunicador de ação" que permite conversar em grupo durante atividades ao ar livre

Chegou o Milo, o novo aparelho que vai revolucionar as aventuras em grupo. Este pequeno dispositivo permite-lhe conversar com o seu grupo à distancia sem precisar de levar o smartphone para o meio da montanha, …