Câmara de Santo Tirso notificada em 2006 para atuar sobre abrigos ilegais

O Ministério da Agricultura adiantou hoje que sobre os dois abrigos ilegais de Santo Tirso onde morreram 73 animais devido a um incêndio constam, desde 2006, vistorias e uma notificação à câmara local para atuar mediante as suas competências.

“Do processo administrativo existente na DGAV [Direção Geral de Alimentação e Veterinária], relativo aos alojamentos em causa, constam vistorias efetuadas por outras entidades, desde 2006, incluindo relatórios elaborados pelo médico veterinário municipal (autoridade sanitária veterinária concelhia), a referência à instrução de processos de índole criminal, bem como notificação dirigida ao município para atuação no âmbito das competências que lhe são atribuídas”, refere o ministério em comunicado.

O médico veterinário municipal depende “hierárquica e disciplinarmente” do presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, sublinhou.

Autarca de Santo Tirso suspende veterinário municipal. MAI e MP abrem inquéritos

Considerando os abrigos ilegais, o ministério de Maria do Céu Albuquerque salientou que as várias entidades fiscalizadoras, incluindo a DGAV, têm atuado ao longo do tempo de acordo com os factos que foram sendo apurados.

Já sobre as diferentes infrações detetadas correram os respetivos processos contraordenacionais, garantiu.

“A DGAV, desde a sua primeira atuação em 2010, participou em vistorias conjuntas e na instrução de todos os processos que lhe foram remetidos, procedendo à instrução dos mesmos e à aplicação das respetivas coimas”, vincou.

Na nota, o Ministério da Agricultura lembrou que, a 19 de junho deste ano, foi constituído um grupo de trabalho para o bem-estar animal, que já iniciou funções.

De entre os seus objetivos destaca-se a definição de uma estratégia nacional para os animais errantes, determinando o universo de animais abrangidos, as suas prioridades e a calendarização dos investimentos a realizar.

O grupo de trabalho é constituído pela DGAV, Ordem dos Médicos Veterinários, Associação Nacional de Municípios Portugueses, Procuradoria-Geral da República e uma Organização Não Governamental.

Na primeira reunião, realizada a 16 de julho, foi decidida a realização de um inquérito aos municípios para se proceder ao levantamento de todas as associações protetoras dos animais existentes, incluindo as instalações que as mesmas possam deter e o número de animais e espécies alojadas.

O mesmo inquérito pretende ainda acolher as principais preocupações que os municípios pretendem ver atendidas, frisou. Este grupo de trabalho deverá apresentar o relatório final até 30 de setembro.

No fim de semana um incêndio consumiu dois canis ilegais no concelho de Santo Tirso onde morreram 73 animais.

Os abrigos já tinham sido alvo de uma queixa em 2018, que foi arquivada por o Ministério Público (MP) entender que animais a viverem com lixo não é crime.

Uma denúncia por parte de populares por “uma situação de insalubridade, ameaça à saúde pública e mais grave ainda, de maus tratos e negligência a animais indefesos” seguiu para Tribunal.

O MP arquivou o processo considerando “não haver crueldade em manter animais num espaço sujo, com lixo, dejetos e mau cheiro”, segundo o despacho.

A morte de cães e dois gatos no incêndio motivou reações dos partidos políticos, com PAN, BE e PCP a exigirem explicações do Governo.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Passados 14 anos e NADA foi feito!!! Politicos é com o que podemos contar. Quando não se interessaram nos incêndios que morreram tantas pessoas vão-se importar c/ animais?? Politicos é gentalha que não se interessa por ninguém além deles próprios ou de benefícios que possam ter.
    VERGONHA.

RESPONDER

Mais de 75% dos refugiados sírios podem sofrer de stress pós-traumático

Mais de três quartos dos refugiados sírios podem estar a sofrer de distúrbios mentais, como transtorno de stress pós-traumático (TEPT), dez anos após o início da guerra civil no país. De acordo com um artigo do …

AVC foi a principal causa das 112.334 mortes em 2019

As doenças circulatórias foram as principais causas das 112.334 mortes verificadas em Portugal em 2019, divulgou esta segunda-feira o Instituto Nacional de Estatística, assinalando que a mais mortífera foi o acidente vascular cerebral (AVC). Em 2019, …

Iémen irá enfrentar a pior fome já vista nas últimas décadas. Guterres implora por generosidade

De acordo com a ONU, a situação humanitária no Iémen é muito grave e o país irá enfrentar a pior fome à qual o mundo já assistiu. Esta situação pode ser revertida se os seus …

"Um erro histórico". Tratado assinado em Portugal incentiva aquecimento global

Um tratado assinado em Lisboa concede um grande poder às empresas de energia para processar os Estados caso se sintam prejudicadas por políticas climáticas. O Tratado da Carta da Energia (TCE) é um acordo internacional assinado …

Jornalistas estrangeiros denunciam "declínio da liberdade" na China

A China utilizou as medidas para controlar o coronavírus, a intimidação e restrições de visto para limitar a cobertura jornalística estrangeira em 2020, dando início a um "rápido declínio da liberdade na media", denunciou o …

Sindicato dos chefes da PSP interpôs ação judicial por causa da pré-aposentação

O Sindicato Nacional da Carreira de Chefes da PSP indicou este domingo que interpôs uma ação judicial para impugnar um despacho da direção nacional da Polícia Segurança Pública sobre a lista de pedidos da passagem …

"A agricultura em Montalegre vai acabar". Praga de javalis destrói culturas

Os agricultores do concelho de Montalegre andam desesperados com o facto dos javalis andarem a destruir as culturas. A população destes animais tem aumentado muito nos últimos anos e as medidas de controlo têm sido …

50 mil euros. Governo cria prémio nacional para proteger florestas

No próximo Conselho de Ministros, na quinta-feira, o Governo vai discutir um prémio bianual para projetos que ajudem a melhorar a floresta, do ponto de vista técnico, científico ou da comunicação. A notícia é avançada esta …

Polícia Judiciária ajudou a evitar dois ataques em França

As informações partilhadas pela Polícia Judiciária (PJ) com a Europol foram cruciais para alcançar a detenção do jihadista marroquino que viveu em Portugal. Hicham El-Hanafi foi condenado a 30 anos de prisão em França, na semana …

Duque de Edimburgo foi transferido para outro hospital

O Palácio de Buckingham anunciou esta segunda-feira que o príncipe Filipe, marido da rainha do Reino Unido, Isabel II, foi transferido para outro hospital de Londres para continuar o tratamento de uma infeção. O Palácio disse …