Salazar caiu da cadeira há 50 anos. A ditadura caiu a seguir

António Oliveira Salazar

Foi o ditador de Portugal durante 36 anos, até que a queda de uma cadeira obrigou à sua substituição. O golpe na cabeça que António de Oliveira Salazar recebeu, fez esta sexta-feira 50 anos, foi “o princípio do fim do regime”, que caiu em 1974.

A 3 de agosto de 1968, António de Oliveira Salazar caiu de uma cadeira de lona na sua residência de verão no Estoril, a trinta quilómetros de Lisboa. Ocorreu durante uma visita do seu calista, que esperava a que Salazar se sentasse.

Ao deixar-se cair na cadeira, similar às utilizadas pelos realizadores de cinema, o seu peso empurrou-o para trás, batendo com a nuca no solo. A contusão, aparentemente inócua, revela-se como grave um mês depois, quando Salazar se submete a um exame neurológico. Começava então a busca de um médico para o operar.

Depois de vários candidatos terem sido descartados, devido a estarem de férias ou por já não exercerem medicina, acaba por ser escolhido António Vasconcelos Marques, que decide internar Salazar imediatamente – e com o maior sigilo – no Hospital lisboeta da Cruz Vermelha, a 6 de setembro de 1968.

O ditador é operado na madrugada do dia seguinte por uma equipa de dez médicos, algo “muito natural, tratando-se da pessoa que era“, segundo narra em 2009 a anestesista, Maria Cristina da Câmara.

Salazar recuperou completamente da operação e mantinha uma conversa agradável e muito simpática”, conta Câmara. “Reconhecia todos, o que era um excelente sintoma. E, como se sabe, antes da operação tinha muitas confusões“, revela.

Durante essas primeiras horas de pós-operatório, Salazar recebe um telegrama do ditador espanhol, Francisco Franco. “Com o profundo afeto de sempre, faço ardentes votos pelo seu rápido e feliz restabelecimento”, diz a mensagem, partilhada na capa da imprensa portuguesa da época.

Mas a 16 de setembro Salazar sofre um “acidente vascular cerebral”, segundo consta dos arquivos médicos, e chega a receber inclusive a extrema unção por parte da cabeça da Igreja portuguesa, o cardeal-patriarca de Lisboa.

Contrariando as previsões, Salazar consegue sair do coma, mas já não é o mesmo. O governante esquece-se de assuntos recentes, e a sua capacidade motora diminui de forma acentuada. É então decidida a sua substituição por Marcelo Caetano, que toma posse a 27 de setembro como presidente do Conselho de Ministros.

Salazar nunca soube que já tinha sido substituído. Volta à sua residência, o Palácio de São Bento, em Lisboa, e convoca regularmente os seus ministros – que acedem pacientemente, alguns mesmo depois de deixarem o cargo, a fingir que continuam a governar.

Ninguém conseguiu coragem para contar ao ditador, de 80 anos, que tinha sido substituído”, detalha a revista Time numa reportagem publicada em 1969, um ano antes da sua morte aos 81 de idade.

O princípio do fim da ditadura consumou-se sob o mandato de Caetano, que é pressionado pela ala mais reacionária do “Estado Novo” adotado por Salazar, a crise petrolífera de 1973 e o fracasso das guerras coloniais portuguesas em Angola, Guiné-Bissau e Moçambique, antes da explosão da Revolução dos Cravos em 1974.

A história da fatal queda, que marcou o início da desintegração do regime, continua a ser fascinante para os portugueses. No dia do 50º aniversário da ocorrência, até a própria cadeira teve direito a protagonismo em inúmeros artigos na imprensa – e não só.

Não caia nisso. Saiba como escolher a cadeira ideal“, escreve por exemplo a TSF, em artigo no qual aconselha “os cuidados a levar em conta quando se senta, e como escolher a cadeira ideal, para evitar pequenas grandes tragédias como a sucedida ao ditador português”.

E a estes conselhos juntam-se ainda as recomendações da Sociedade Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia, que explica que as quedas “são responsáveis de 70% das mortes acidentais” durante a terceira idade, sendo por isso preciso extremar os cuidados.

// EFE

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. De bom grado trocaria esta democracia de boys comilões, oportunistas e aproveitadores, por uma ditadura como a do Professor Doutor Oliveira Salazar. Só com um outro Homem/Mulher abnegado/a, inteligente, honesto/a e dedicado/a à pátria como o Professor Doutor Oliveira Salazar que se dispusesse a governar o país é que poderíamos deixar de sustentar esta máquina de amigos, compadres e compadrios e deixar de viver de esmolas.

    • Eu também, só que eu teria que ser o ditador e tu (e mais uns milhões), seriam os meus escravos!!
      Salazar “dedicado à patria..”?!
      Hahahaaaa….
      Era tão dedicado à patria que deixou um país completamente atrasado e um povo cheio de fome, enquanto meia-duzia de amigos/compadres exploram Portugal, as colonias e os portugueses a seu belo prazer!
      Era tão amigo da familia do Salgado…

        • Hahhaaaa…
          Realmente, depois de mais de 40 anos de “amizade” e proteccionismo do regime do grande amigo Salazar, se não fossem os Soares, eles tinham morrido à fome…

          • Mas tem todas a razão, ainda há quem defenda fácinoras como Staline, Hitler e dementes que defendem este tipos de regimes socialistas para Portugal.

RESPONDER

Descoberta classe de objetos bizarros perto do enorme buraco negro da Via Láctea

Astrónomos da Iniciativa Órbitas do Centro Galáctico da UCLA (Universidade da Califórnia) descobriram uma nova classe de objetos bizarros no centro da Via Láctea, não muito longe do buraco negro supermassivo chamado Sagitário A*. "Estes objetos …

David Lynch lança curta-metragem no Netflix em dia de aniversário

O realizador norte-americano lançou no Netflix, esta segunda-feira, uma curta-metragem de 17 minutos. David Lynch lançou, esta segunda-feira, no dia do seu 74.º aniversário, uma curta-metragem de 17 minutos no Netflix, escreve o jornal Público. "What Did …

Dois homens confessam ter roubado (e depois devolvido) quadro de Klimt

A dupla de assaltantes disse que tinha roubado a pintura, em fevereiro de 1997, e que a devolveu "como um presente para a cidade". Dois homens confessaram ter roubado, e logo depois devolvido, a pintura de …

Ozzy Osbourne revela que tem Parkinson

O músico britânico, de 71 anos, revelou, esta terça-feira, que foi diagnosticado com a doença de Parkinson. De acordo com o The Guardian, Ozzy Osbourne fez esta revelação durante uma entrevista no programa Good Morning America, …

Jorja Smith regressa ao NOS Alive em 2020

A cantora britânica é a mais recente confirmação do NOS Alive 2020. O Passeio Marítimo de Algés volta assim a receber Jorja Smith pelo segundo ano consecutivo. “A artista que fez história com um dos concertos …

Confirmada a autenticidade de um raro auto-retrato de Van Gogh

Os principais especialistas holandeses da obra de Van Gogh concluíram que um auto-retrato de 1889 foi realmente pintado pelo artista. A notícia é avançada pelo jornal local holandês Dutch News, que recorda que a autenticidade desta …

Serviço de streaming Disney+ chega a Portugal no verão

O serviço de streaming da Disney chega à Europa a 24 de março. Reino Unido, Irlanda, França, Alemanha, Itália, Espanha, Áustria e Suíça serão os primeiros países a receber o Disney+. Em Portugal, a plataforma …

Tal como os cães, lobos bebés também brincam ao "busca" (e surpreendem os cientistas)

Brincar ao "busca" com o seu cão não é tão fácil como parece. É uma habilidade tão avançada que muitos cientistas acreditam que só terá aparecido após milhares de anos de domesticação. No entanto, isto pode …

Corpo de Paulo Gonçalves chega a Portugal na quinta-feira

O corpo do piloto português chega a Portugal, esta quinta-feira, ao final da manhã, disse à agência Lusa fonte da Secretaria de Estado das Comunidades. O corpo de Paulo Gonçalves, que morreu na sequência de queda na sétima …

Braga 2-1 Sporting | Minhotos domam "leão" e garantem final

O Sporting de Braga está na final da Allianz Cup. A formação minhota, anfitriã da “final four”, bateu o Sporting – ainda detentor do título – na primeira das meias-finais, por 2-1, num jogo bem …