Russos acusados de explosão na República Checa são suspeitos de envenenar Skripal

Tribunal Militar de Moscovo / TASS

Sergei Skripal, antigo espião russo recrutado pelos serviços secretos britânicos.

Os dois suspeitos russos, envolvidos na explosão que matou duas pessoas em 2014 na República Checa, têm os mesmos passaportes que os dois homens acusados de envenenar, com o agente nervoso novichok, o espião Sergei Skripal, em 2018.

A República Checa anunciou, este sábado, que vai expulsar 18 diplomatas russos acusados de serem espiões militares e de terem estado envolvidos, em 2014, na explosão de um depósito de munições.

A Associated Press relata que o primeiro-ministro checo, Andrej Babis, disse ter “evidências claras” sobre “o envolvimento de agentes militares russos na explosão massiva que matou duas pessoas”.

O governante indicou ter recolhido esta informação junto das agências de inteligência checas. “A República Checa é um Estado soberano, pelo que deve reagir adequadamente a estas descobertas sem precedentes”, disse Andrej Babis.

Também o ministro do Interior e das Relações Exteriores, Jan Hamacek, referiu que os 18 funcionários da embaixada russa foram “claramente” identificados como espiões militares russos, razão pela qual receberam ordem para deixar o país em 48 horas.

Em causa está uma explosão que ocorreu em 16 de outubro de 2014 num depósito na cidade de Vrbetice, cidade checa localizada a cerca de 320 quilómetros de Praga, onde se encontravam 50 toneladas de munições armazenadas. Do incidente resultaram duas vítimas mortais.

A 3 de dezembro do mesmo ano, já tinha ocorrido uma outra explosão com 13 toneladas de munição. Babis acrescentou que o presidente da República, Milos Zeman, conhecido pelas posições pró-Rússia, foi informado e “expressou apoio absoluto”, tendo agradecido “o trabalho profissional” às forças de segurança checas, ainda que a investigação do caso não esteja concluída.

Já Hamacek disse que o caso prejudicará significativamente as relações entre os dois países. “É uma situação semelhante à da Grã-Bretanha na tentativa de envenenamento em Salisbury em 2018”, disse o ministro.

Nesse caso, a Grã-Bretanha expulsou dezenas de diplomatas russos depois que agentes russos terem usado um veneno da era soviética para envenenar um ex-espião russo e a filha que viviam na cidade inglesa de Salisbury.

O The Guardian avança ainda que as forças policiais da República Checa estão à procura de dois homens de nacionalidade russa, suspeitos de estarem envolvidos no ataque bombista que vitimou mortalmente duas pessoas.

Os suspeitos têm os mesmos passaportes que os dois homens acusados de envenenar com o agente nervoso novichok o espião Sergei Skripal e a sua filha Yulia em Londres, em 2018: Alexander Petrov e Ruslan Boshirov.

“Os dois homens estiveram presentes em território checo em outubro de 2014”, quando a explosão em Vrbetice aconteceu, confirmou o departamento de crime organizado da polícia checa, que adiantou ainda que os suspeitos usaram identidades da Moldávia e do Tajiquistão.

Liliana Malainho Liliana Malainho, ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Governo aprova 11 milhões de euros para SIRESP de indemnização compensatória

A indemnização compensatória foi aprovada no dia em que o Presidente da República promulgou o decreto-lei que define o modelo transitório de gestão, operação, manutenção, modernização e ampliação da rede de comunicações do Estado SIRESP. O …

Tal como os humanos, há animais que podem sofrer ataques cardíacos (mas é raro)

Todos os dias milhões de pessoas no mundo são vítimas de ataques cardíacos. Mas será possível que também os animais possam passar por isto? Um ataque cardíaco ocorre quando um vaso sanguíneo que distribui sangue oxigenado …

Antigos corais revelam terramoto em "câmara lenta". Durou 32 anos

Uma equipa de investigadores descobriu um terramoto em "câmara lenta" que durou 32 anos - o mais lento já registado. O sismo levou eventualmente ao catastrófico terramoto de Sumatra em 1861. Terramotos de "câmara lenta" ou …

Astrónomos encontram uma das mais antigas estrelas do Universo

Uma equipa de investigadores descobriu uma estrela gigante vermelha a 16 mil anos-luz de distância que parece ser um membro da segunda geração de estrelas do Universo. Embora tenhamos uma boa compreensão da forma como o …

Marinha dos EUA está a desenvolver drones para matar ovos em ninhos de pássaros selvagens

A Marinha norte-americana e a empresa Hitron Technologies uniram esforços para desenvolver um drone autónomo projetado especificamente para procurar e destruir o maior inimigo da Marinha: os pássaros. Os drones, que estão já a ser testados …

Cientistas criam hologramas que se movem pelo ar

Uma equipa de cientistas da Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos, conseguiu desenvolver um holograma que projeta imagens em movimento. Se é fã de Star Treck, ficará impressionado com a mais recente inovação. Um grupo de …

Gangue detido por falsificar a especiaria mais cara do mundo

As autoridades espanholas detiveram um gangue que fazia milhões de euros por ano a falsificar a especiaria mais cara do mundo: o açafrão. Os 17 membros da quadrilha foram detidos na região de Castela-Mancha. Os criminosos …

Santuário medieval recebe escultura em pedra que usa máscara contra a covid-19

Uma catedral histórica do Reino Unido renovou um santuário do século XIV, acrescentando um detalhe que coloca em evidência o momento pandémico que o mundo vive. Agora, a nova escultura está a usar uma máscara …

Aos 10 anos, Adewumi chegou à elite mundial do xadrez (e fugiu ao Boko Haram)

Tanitoluwa Adewumi foi perseguido pelo Boko Haram, fugiu da Nigéria e foi sem-abrigo nos Estados Unidos. Agora, com apenas 10 anos, chegou à elite mundial do xadrez. Grande Mestre é um dos títulos vitalícios concedidos pela …

Hegemonia económica da China cada vez mais longe. Queda demográfica coloca Pequim sob pressão

O objetivo do país é tornar-se na maior potência económica do mundo nos próximos anos, mas a corrida pela hegemonia - disputada com os EUA - pode não ser uma meta fácil de alcançar. O …