Suspeitos de envenenar Skripal clamam inocência e dizem ser meros turistas

Os dois suspeitos de terem envenenado o antigo espião russo Sergei Skripal deram uma entrevista à televisão estatal russa RT a clamar a sua inocência.

Alexander Petrov e Ruslan Boshirov, suspeitos do envenenamento do antigo espião russo e agente duplo Sergei Skripal e da filha Yulia Skripal, garantem estar a ser acusados injustamente pelas autoridades.

Em entrevista à televisão estatal russa RT, ambos afirmam ter estado em Salisbury apenas em turismo, em março deste ano. Ainda assim, as autoridades britânicas insistem em afirmar que estes fazem parte dos serviços secretos russos.

“Os nossos amigos sugeriram que visitássemos esta maravilhosa cidade. Queríamos muito visitar as ruínas de Old Sarum e a catedral de Salisbury”, disseram os suspeitos na entrevista, ao contar pormenores do que fizeram durante os três dias em que estiveram em solo inglês.

Segundo Alexander Petrov e Ruslan Boshirov, ninguém fala das condições atmosféricas que se fizeram sentir no dia 3 e 4 de março, condições essas que não estiveram propícias ao turismo, razão pela qual dizem ter passado tão pouco tempo na cidade. “Temos muitas fotos da catedral. Deviam publicá-las.”

Segundo o Público, ambos afirmaram que nunca tinham ouvido falar dos Skripal antes “deste pesadelo”, mas que talvez tenham passado pela casa da família. Confrontado com as acusaõe de que a substância utilizada no envenenamento se encontrava numa garrafa de perfume de mulher Nina Ricci, ambos disseram que se tratava de algo “ridículo”.

“Se tivéssemos algo suspeito, [as autoridades alfandegárias] teriam colocado questões. Porque teria um homem um perfume de mulher na sua bagagem?”, questionaram.

Nenhum dos suspeitos sabe “o que fazer”. “Tememos pelas nossas vidas e pelas vidas da nossa família e amigos”, confessaram à jornalista da RT.

Governo britânico já reagiu

Segundo a RT, o Governo britânico reagiu à entrevista, afirmando que “tem confiança no facto de que estes homens são agentes do Serviço Militar de Inteligência Russo – o GRU – que usou uma arma química tóxica e ilegal nas ruas do seu país”. John Glen, deputado eleito por Salisbury, também acusou os dois indivíduos de não serem credíveis.

Já o porta-voz de Theresa May declarou esta quinta-feira que a entrevista se trata de “um insulto à inteligência do público”, acrescentando que “as mentiras e fabricações são extremamente ofensivas para as vítimas” e para as pessoas afetadas pelo ataque. Além disso, frisou, a polícia tem provas conclusivas contra os dois homens.

ZAP // RT

PARTILHAR

RESPONDER

7 dos 10 políticos mais ricos de Portugal são do PS. Basílio tem 11 milhões

O presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta, tem um património superior a 11,5 milhões de euros, sendo assim o político em funções mais rico de Portugal. Os dados são avançados pela revista Sábado …

Trump ameaça paralisar Governo se não houver dinheiro para o muro

O Presidente norte-americano, Donald Trump, ameaçou esta sexta-feira travar um acordo orçamental que permitiria evitar a paralisação das instituições federais do país, por este não prever financiamento para construir o seu desejado muro na fronteira …

Marcelo despediu-se da "verdadeira vocação" da sua vida com mensagem de esperança no futuro

O Presidente da República despediu-se na tarde desta quinta-feira da "fascinante aventura" do ensino como professor universitário de Direito, que disse ser a "verdadeira vocação" de toda a sua vida. "A universidade, a minha universidade foi …

Marques Vidal diz que hipótese de recondução nunca lhe foi colocada

Joana Marques Vidal, atual procuradora geral da República, disse nesta sexta-feira que a hipótese de recondução para um novo mandato nunca lhe foi colocada, revelando ainda que só soube da decisão ontem à noite. Em reação …

Universidade de Lisboa vai ter de devolver milhares em propinas de bolseiros

A Universidade de Lisboa vai ter de devolver milhares de euros em propinas cobradas ao longo de dois anos a estudantes de doutoramento que tinham uma bolsa de estudo atribuída pela instituição de ensino. A Universidade …

94 mortos e dezenas de desaparecidos em naufrágio na Tanzânia

Pelo menos 94 pessoas morreram num naufrágio de uma embarcação, na Tanzânia, que transportava cerca de 400 pessoa. O balanço inicial dava conta de 79 mortes e dezenas de desaparecidos. De acordo com as equipas de …

Nem extraterrestres, nem espiões. Pornografia infantil encerrou Observatório Solar

O Observatório Solar do Novo México, nos EUA, esteve encerrado durante 11 dias, sem se saber porquê. Depois dos rumores de extraterrestres ou de espionagem, descobre-se que, afinal, o fecho se deveu a uma investigação do …

Finanças confirmam fim da proibição dos prémios de desempenho

O Governo confirmou que vai eliminar no Orçamento do Estado para 2019 algumas normas para a função pública, como a proibição de atribuir prémios de desempenho ou a possibilidade de progressões na carreira por opção …

Taxista mantêm protesto até reunião em Belém. "Resistir, resistir, resistir"

As duas faixas 'Bus' da Avenida da Liberdade, em Lisboa, continuavam esta sexta-feira de manhã, pelo terceiro dia consecutivo, preenchidas com táxis em protesto contra a entrada em vigor da lei que regula as plataformas …

Criatura "alienígena" encontrada numa praia na Nova Zelândia

Uma família neozelandesa passeava ao longo de uma praia no norte de Auckland quando encontraram uma bizarra criatura em forma de bolha e vermelha. A criatura, que acabou por ser identificada como uma espécie específica de …