Reino Unido afirma que Moscovo já perdeu um terço das forças. Tropas russas estarão a sair de Kharkiv

Mikhail Palinchak / EPA

As tropas russas estarão a ficar sem meios e a ofensiva no Donbass está “significativamente atrasada”, de acordo com o Reino Unido. A Rússia também terá falhado na conquista de Kharkiv, a segundo maior cidade ucraniana.

Os serviços de inteligência britânicos adiantaram este domingo que a Rússia já terá perdido um terço das forças de combate que foram destacadas para a guerra na Ucrânia que começou em Fevereiro.

No seu relatório diário sobre o conflito, o Ministério da Defesa do Reino Unido afirma que a ofensiva russa no Donbass “perdeu ímpeto e ficou significativamente atrasada“, apesar dos “avanços iniciais de pequena escala”.

“Estes atrasos vão certamente ser exacerbados pela perda de facilitadores importantes como equipamentos para as missões na água e de inteligência, vigilância e drones de reconhecimento”, pode ler-se no tweet.

https://twitter.com/DefenceHQ/status/1525704460214878208

A Rússia não tem conseguido alcançar “ganhos territoriais substanciais ao longo do último mês” e está a ser vencida pela “fraca moral e eficácia combativa reduzida” no Leste da Ucrânia. “Dentro das atuais condições, é pouco provável que a Rússia acelere dramaticamente o ritmo do avanço nos próximos 30 dias”, remata.

Rússia terá falhado na conquista de Kharkiv

Numa análise publicada na sexta-feira, o think tank norte-americano Instituto para o Estudo da Guerra afirma que é provável que a Rússia não tenha conseguido conquistar Kharkiv, a segunda maior cidade da Ucrânia, e que as tropas se estarão a retirar da cidade.

“É provável que o exército russo tenha decidido retirar-se completamente das suas posições nos arredores de Kharkiv, face aos contra-ataques ucranianos e à limitada disponibilidade de reforços”, lê-se no documento citado pelo Público.

Os soldados devem estar a agora a recuar em direcção à fronteira russa e a solução pode passar pelo envio de mercenários. Alguns habitantes já estão a regressar à cidade após a retirada russa.

Com a saída dos russos, as tropas ucranianas estão agora focadas dos combates perto da cidade ocupada de Izium, nos arredores de Kharkiv. Izium é um importante ponto estratégico porque é nessa cidade que a Rússia se tem preparado para o ataque em larga escala no Donbass.

Nesta região, as ofensivas concentram-se em Severodonestk e Lysychansk, mas a falta de meios pode levar a que a Rússia não consiga cercar as duas cidades.

Zelenskyy também já afirmou que uma das prioridades é a reconquista de cidades que estão sob ocupação, como Mariupol ou Kherson. Nesta última, a administração russa já está a preparar um referendo à anexação à Rússia.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.