Administração russa em Kherson vai pedir a anexação. Ucrânia acredita que a guerra acaba este ano

1

Miguel A. Lopes / Lusa

Kherson vai avançar com um referendo à anexação à Rússia, mas o Reino Unido acredita que as autoridades vão manipular o resultado. Os serviços de inteligência de Kiev antecipam uma vitória na guerra no final deste ano.

A administração militar e civil em Kherson vai avançar com um pedido de anexação ao Governo russo sujeito a referendo, de acordo com o Ministério da Defesa da Rússia. Recorde-se que a região está sob controlo das tropas de Moscovo.

O Ministério da Defesa do Reino Unido já avisou que é “quase certo” que os resultados do referendo serão manipulados para mostrarem uma maioria favorável à anexação com a Rússia.

Os serviços de inteligência britânicos avançam que este pedido vai ao encontro dos planos iniciais do Kremlin, que já previam a organização de referendos à anexação nas regiões ucranianas controladas pela Rússia.

O objectivo é passar a ideia de que a população ucraniana é a favor da ocupação russa e legitimar a anexação dos territórios. “O facto da Rússia só ter tido sucesso em impor uma liderança local pró-russa em Kherson mostra o falhanço da invasão russa no progresso dos seus objectivos políticos na Ucrânia”, acusa o Reino Unido.

Ucrânia acredita que a guerra acaba este ano

O líder da inteligência militar ucraniana também avançou que o progresso do conflito está a ser tão favorável a Kiev, que a guerra atingirá um ponto de inflexão em meados de Agosto e que chegará ao fim ainda em 2022.

Em entrevista à Sky News, o major-general Kyrylo Budanov também afirmou que um golpe de estado para depor Putin já está a decorrer e que o Presidente russo está gravemente doente com cancro.

“Estou optimista. O ponto de mudança será na segunda metade de Agosto. A maioria das acções de combate activo terão chegado ao fim no final deste ano. Como resultado, vamos renovar o poder ucraniano em todos os nossos territórios que perdemos, incluindo o Donbass e a Crimeia”, adianta.

O responsável ucraniano também desvaloriza a ameaça russa. “Sabemos tudo sobre o nosso inimigo. Sabemos sobre os planos deles quase no momento em que são feitos. A Europa vê a Rússia como uma grande ameaça. Têm medo da sua agressão. Nós estamos a lutar contra a Rússia há oito anos e podemos dizer que este poder russo muito publicitado é um mito”, remata.

  Adriana Peixoto, ZAP //

1 Comment

  1. Os invasores vão pedir e manipular a anexação! O ladrão declara-se legítimo dono da terra roubada! Que melhor filme que este poderiam eles “russos” inventar?

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE