Rui Rio quer um novo 25 de Abril

José Sena Goulão / Lusa

O candidato à liderança do Partido Social Democrata, Rui Rio (esq), visita o Bairro da Cova da Moura, na Amadora

O candidato à liderança do PSD diz que deve ganhar quem os portugueses considerarem ter mais capacidades para liderar o Governo e pede uma ação civil para “dar à democracia a vitalidade que precisa”.

O candidato à liderança do PSD, Rui Rio, defendeu esta quarta-feira que Portugal precisa de um novo 25 de Abril, não militar mas civil, para “dar à democracia a vitalidade que precisa”.

Na apresentação da sua Comissão de Honra, em Lisboa, o antigo autarca do Porto voltou a defender, como um dos pilares do seu programa político, uma reforma do regime.

Rui Rio diz que o “regime está doente”, lembrando que este tem 41 anos – referindo-se à aprovação da Constituição em 1976 – os mesmos que o Estado Novo quando ruiu “com um encontrãozito”.

Acho que nós precisamos de um novo 25 de Abril, não um 25 de Abril militar, mas um 25 de Abril civil e reformista. Estamos em hora de revisitar o 25 de Abril para dar à democracia a vitalidade que ela precisa”, defendeu o candidato às eleições presidenciais do PSD.

Para Rui Rio, era impossível que o atual regime mantivesse a mesma vitalidade numa sociedade que mudou muito nas últimas quatro décadas e salientou que o que está em crise é mais a substância da democracia que os seus formalismos.

“Se não ajustarmos o regime a esta sociedade só por milagre teremos as pessoas de braço dado com o regime e não afastadas como estão”, afirmou, dizendo que este afastamento se sente não só na política, mas também na justiça ou nas relações de poder.

Esta reforma foi apontada como uma das tarefas que o PSD não pode fazer sozinho, demarcando-se de “manobras táticas de curto prazo” que, no seu entender, acabam por adiar os desígnios do país.

Rui Rio aconselhou ainda os militantes a “falarem com os portugueses e perceberem o que eles querem” sobre quem será o melhor candidato para liderar o PSD, a fim de “votarem nele” no dia das eleições. “Não vale a pena ganhar eleições cá dentro se isso não significar nada lá fora”, sustenta.

O candidato sublinhou que a redução do défice e do endividamento não são objetivos, mas sim meios de melhorar as condições de vida dos portugueses. Atualmente, Portugal está nos 70% da média do PIB per capita da União Europeia, mas Rui Rio quer alcançar uma “meta arrojada” e procurar, no mais curto espaço de tempo, chegar aos 101%.

Por último, Rui Rio criticou o modelo de crescimento praticado antes da troika e o que tem sido seguido, em parte, pelo atual Governo. “Se Bruxelas não impusesse barreiras estávamos outra vez numa situação pré-troika”, afirma.

O PSD marcou eleições diretas para 13 de janeiro e, até agora, anunciaram-se como candidatos à liderança o antigo presidente da Câmara do Porto, Rui Rio, e o antigo primeiro-ministro, Pedro Santana Lopes.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Outro 25 de Abril? Outra revolução dos cravas? Mais uma chusma de oportunistas e parasitas para acabar com o resto dos trinta fios???

    • Mas leu o que está escrito? A unica coisa que está a dizer é que é preciso reformular a organização do país. Pessoalmente até acho que é só conversa que fica bem no papel e nada de concreto.

    • O “senhor” Desiludido está então saudoso da ditadura, não? Estávamos bem melhor, não era? Tem razão… A liberdade é um estrovo. Que chatice! É bem preferível que alguém nos diga o que fazer e não fazer (e obedecer cegamente). Assim não é preciso usar o cérebro. É mais fácil.

  2. Tanta conversa e nada em concreto. Ok é preciso reformular o país e como é que está a pensar fazer isso em concreto? Isso assim não está a dizer nada de jeito. Essa parte que é preciso mudar a organização do governo é óbvia para qualquer pessoa atenta.

  3. Um novo 25 de Abril? Só se for para voltar ao que era! Ó Rui Rio: São políticos como tu que a democracia tem de se livrar. Vai fazer um 25 de Abril para o rai… que te par…! Mas que lata! Que enorme falta de respeito pelo 25 de Abril e o que ele representou. Se o Rui Rio fosse político na altura, estari de certeza afecto ao Estado Novo. Um novo 25 de Abril… MAs p pior é que ele ou o Santana poderão ser possiveis primeiros ministros. O país está em perigo! Mas não de um “novo” 25 de Abril…

  4. O (P.S.D & P.S) AMBOS PARTIDOS CONCORDAM REDUZIR O NUMERO DE DEPUTADOS NO PARLAMENTO.

    – TAMBÉM PODER VOTAR NO “DEPUTADO DO PARTIDO” E NÃO NA “COR DO PARTIDO”.

    – SOMENTE O “COSTA & RIO” NÃO QUEREM.

    SE ELES “COSTA & RIO” NÃO QUEREM…VOTAR SEMPRE CONTRA ELES …

    O POVO DEVIA VOTAR SEMPRE CONTRA ELES NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES!!!

    http://observador.pt/2016/05/05/psd-quer-reduzir-numero-deputados/

    http://www.jornaldenegocios.pt/economia/politica/detalhe/seguro_avanca_com_proposta_de_reducao_para_181_deputados_e_voto_preferencial

    https://beira.pt/portal/noticias/seguro-quer-alteracao-do-sistema-eleitoral-para-portugueses-escolherem-candidatos-a-deputados/

RESPONDER

PSP do Porto reforça policiamento no São João e apela ao cumprimento das regras

A PSP do Porto garantiu, esta terça-feira, que vai reforçar o policiamento na noite de São João, de quarta para quinta-feira, e apela ao cumprimento das regras atendendo ao contexto atual da pandemia de covid-19. “Solicita-se …

UE garante compra de mais 150 milhões de doses da vacina da Moderna

A Comissão Europeia aprovou esta terça-feira a alteração ao segundo contrato com a farmacêutica Moderna para a ativação, em nome de todos os Estados-membros da União Europeia (UE), de 150 milhões de doses adicionais em …

Lisboa sobe mais de 20 lugares no ranking. É a 83.ª cidade mais cara do mundo

Lisboa é a 83.ª cidade mais cara do mundo em termos de custo de vida, subindo 23 posições no ranking em relação ao ano passado, num estudo da Mercer divulgado esta terça-feira, que é liderado …

Governo espanhol aprova indultos a nove líderes independentistas catalães na prisão

O governo espanhol aprovou esta terça-feira a concessão de indultos a nove líderes independentistas catalães a cumprir penas de prisão pelo seu envolvimento na tentativa de autodeterminação daquela região espanhola em 2017, anunciou o primeiro-ministro …

Direitos humanos. Confronto entre China e Canadá na ONU

O Canadá denunciou esta terça-feira na ONU, em nome de cerca de 40 países, a situação dos direitos humanos na província chinesa de Xinjiang e em Hong Kong, pedindo a Pequim uma investigação às violações …

Ministra da Saúde afasta limitação de visitas. Mas Associação de lares defende regresso da proibição

A ministra da Saúde, Marta Temido, afirmou esta terça-feira que não há necessidade de voltar a limitar as visitas a lares de idosos, advogando que as pessoas vacinadas contagiadas com o novo coronavírus desenvolvem “uma …

Tripulantes da TAP queixam-se de "extrema violência psicológica" e escrevem carta ao ministro

Um grupo de tripulantes de cabine da TAP escreveu uma carta a Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, na qual dizem temer que o processo de despedimento coletivo avance em julho e que já saíram …

Marcelo considera que legislativas de 2023 devem servir para julgar uso dos fundos europeus

O Presidente da República defendeu esta terça-feira que Portugal tem de dar "o salto" com os fundos europeus e considerou que as eleições legislativas de 2023 devem servir para os portugueses julgarem a sua utilização. "Cabe …

Portugal regista mais 1.020 casos e seis mortes. Internamentos continuam a aumentar

Portugal registou esta terça-feira 1.020 novos casos de infeção por covid-19 e mais seis mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), nas …

"Toma a vacina ou ponho-te na prisão". Presidente das Filipinas ameaça prender quem recusar ser imunizado

O Presidente das Filipinas ameaçou prender quem se recusar a tomar a vacina contra a covid-19, numa altura em que o país combate o pior surto da doença desde o início da pandemia. "Se não se …