Nem que Bruxelas “mande 12 cartas”: Roma não muda orçamento

Angelo Carconi / EPA

Matteo Salvini

Matteo Salvini, líder da extrema-direita italiana e ministro do Interior, disse esta quarta-feira que o Governo de Roma vai manter o Orçamento do Estado para 2019 mesmo que a Comissão Europeia “mande 12 cartas”.

Numa decisão inédita, Bruxelas “chumbou” o orçamento italiano esta terça-feira, provocando de imediato críticas por parte do Governo de Roma. “De Bruxelas até podem mandar 12 cartas, os orçamentos não vão mudar”, disse Matteo Salvini, líder da extrema-direita italiana e ministro do Interior, à estação de rádio Rtl.

“Estamos aqui para melhorar a vida dos italianos, a mim parece-me um ataque com preconceitos. É um ataque à economia italiana porque alguém quer comprar as nossas ações a baixo custo”, acrescentou.

“Todos os orçamentos que passaram por Bruxelas nos últimos anos aumentaram a dívida italiana em 300.000 milhões de euros”, afirmou Salvini na mesma entrevista em que defendeu a estratégia do governo sobre o aumento dos gastos no setor público como forma de promover o crescimento.

A Itália elaborou objetivos para 2019 que preveem um défice de 2,4% do Produto Interno Bruto (PIB), uma dívida de 130% e um crescimento de 1,5%. Estes números preocupam a Comissão Europeia que considera que os números sobre o crescimento são demasiado otimistas o que pode provocar o “risco” de aumento do défice da dívida.

Salvini afirmou que “segundo as previsões de Bruxelas”, Itália vai crescer 0,9%, mas, de acordo com o ministro, o Governo italiano vai conseguir um crescimento maior. “Como se paga a dívida com um crescimento de 0,9%? Nós propomos uma receita diferente porque apostamos no crescimento de Itália”, sublinhou.

O braço de ferro

A Comissão Europeia deu um prazo de três semanas para Roma reformular o orçamento. No entanto, o Governo italiano respondeu a Bruxelas de imediato, rejeitando qualquer recuo. Mas o que está em causa? Itália arrisca uma multa, o que seria uma decisão inédita, avança o Diário de Notícias.

Desta forma, se Roma continuar a insistir num braço de ferro com Bruxelas – isto é, se apresentar o mesmo projeto de orçamento ou um semelhante que apresente um défice que a Comissão Europeia não aceite -, será aberto um procedimento por défice excessivo.

Caso não entre em acordo, o procedimento pode resultar numa multa de 3,4 mil milhões de euros, valor que equivale a 0,2% do Produto Interno Bruto (PIB) de Itália em 2017.

Esta seria uma decisão inédita, que muitos acreditam que poderá materializar-se.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. E por isso mesmo que os países são soberanos! Roma é a casa de um dos maiores impérios do mundo, está com problemas? sim como todo o mundo ocidental! Apenas alguns países conseguem por via do controlo da soberania transferir os problemas deles para os outros.
    Portugal tem sido governado por rastejantes!

RESPONDER

Disney+ alerta para estereótipos racistas. Filmes clássicos com avisos sobre "maus tratos"

Embora já exibisse mensagens padrão desde o ano passado, a nova plataforma de vídeo Disney+ mostra agora um aviso, que não pode ser passado à frente, no início de vários filmes clássicos - como Dumbo …

Curados da covid-19 continuam com sintomas meses depois de terem contraído o vírus

Um estudo da Universidade de Oxford indica que 64% dos pacientes hospitalizados com o novo coronavírus apresenta falta de ar 2 a 3 meses depois de serem infetados. E quase 40% tem sintomas de depressão. Já …

Portugal vai estar no Mundial sub-20 (sem jogar o apuramento)

Todas as fases do Europeu sub-19 foram canceladas e a seleção portuguesa foi uma das eleitas para participar no Mundial do próximo ano. Portugal já sabe que vai estar na fase final do Mundial sub-20 (se …

Novos implantes cardíacos podem salvar 10 mil vidas por ano

O chamado envelope antibiótico envolve o implante cardíaco e previne infeções no paciente. Por ano, morrem cerca de 10 mil pessoas devido a infeções geradas pelo implante. O pacemaker é um pequeno aparelho que é colocado …

Banda dá concerto com músicos e público envoltos em bolhas de plástico para evitar contágio

A banda norte-americana Flaming Lips utilizou bolhas insufláveis ​​de tamanho humano num concerto em Oklahoma, uma solução para proteger os músicos e o público do novo coronavírus, enquanto tenta encontrar uma forma segura para atuar …

EUA. Especialista diz que as próximas semanas "vão ser as mais negras de toda a pandemia"

Um especialista em doenças infecciosas disse que no caso dos Estados Unidos, as próximas seis a 12 semanas vão ser as mais negras de toda a pandemia de covid-19. Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação …

Chelsea inscreve... Petr Cech

Antigo guarda-redes poderá voltar aos relvados nesta época, embora seja pouco provável, para já. Petr Čech entrou em campo pela última vez em maio de 2019, há quase um ano e meio. Já tinha anunciado a …

Disparos de satélites e naves do Star Trek? Relatório revela como seria uma guerra no Espaço

A criação da Força Espacial dos Estados Unidos evocou todos os tipos de noções fantasiosas sobre o combate no Espaço. Assim, um novo relatório explica o que é física e praticamente possível quando se trata …

Japão prepara-se para lançar água tratada de Fukushima no mar

O Japão vai libertar mais de um milhão de toneladas de água tratada da usina nuclear de Fukushima no mar, numa operação que levará cerca de 30 anos para ficar concluída. Ambientalistas e pescadores locais …

Turismo de mergulho? Submarino da "frota perdida" de Hitler aguarda o seu destino no fundo do Mar Negro

Coberto por “redes fantasmas” deixadas por pescadores, os destroços de um submarino U-20 enviado para o Mar Negro pela Alemanha nazi tornou-se recentemente tema de um documentário produzido na Turquia. Localizado a uma profundidade de 20 …