Rui Rio propôs fim dos debates quinzenais sem consultar deputados

Rodrigo Antunes / Lusa

A bancada do PSD só recebeu as propostas do partido para alterar o regimento da Assembleia da República mais de 24 horas depois do anúncio feito por Rui Rio, na terça-feira, no Porto.

Rui Rio, líder do PSD, não perguntou aos deputados eleitos pelo seu partido o que pensam sobre as propostas de alteração do regime da Assembleia da República nem informou a sua bancada sobre o teor das propostas que anunciou esta terça-feira aos jornalistas.

Segundo a Renascença, os serviços do Parlamento receberam os projetos de lei na terça-feira e só na quarta-feira ao final do dia foram encaminhados para os deputados através de correio eletrónico.

Já estamos para lá do patamar da falta de respeito, na verdade”, disse um deputado do PSD que preferiu não ser identificado.

Entre as alterações propostas pelo líder, a mais relevante é a que visa acabar com o modelo de escrutínio direto e regular ao primeiro-ministro. Em vez de debates quinzenais, o PSD sugere que passem a quatro presenças obrigatórias, em setembro, janeiro, março e maio.

Mas a proposta de Rui Rio de incluir independentes nas comissões parlamentares também não convence vários deputados sociais-democratas. O líder do PSD defende que as comissões de inquérito parlamentar devem incluir pessoas externas ao Parlamento, mas esta ideia que é interpretada por algunsdeputados como uma falta de confiança pelos eleitos.

Presidente do CDS contra “extinção” dos debates quinzenais

Francisco Rodrigues dos Santos disse que o CDS “não compactuará com a extinção” dos debates quinzenais. Numa publicação no Facebook, o líder centrista afirmou que “na revisão do regimento [da Assembleia da República] de 2007, foi por proposta do CDS-PP, aceite pelos outros partidos, que passaram a haver debates quinzenais em Portugal”.

“A direita democrática e popular que o CDS representa não pactuará com a extinção dos mesmos e defenderá mais e melhor oposição, e não menos e pior oposição ao Governo socialista”, sublinhou.

O líder centrista recordou ainda palavras do atual primeiro-ministro quando ainda não ocupava o lugar de chefe de Governo: “É uma das invenções mais estúpidas que a Assembleia da República fez nos últimos anos. Foi assim que António Costa, em 2013, classificou os debates quinzenais que têm lugar no parlamento”.

https://www.facebook.com/francisco.rodriguesdossantos.7/posts/3322189494514235

“Sete anos depois, ocupando António Costa a cadeira de primeiro-ministro, não precisou sequer de ser ele a desferir um ataque aos debates quinzenais”, apontou, criticando o PSD.

Na ótica de Rodrigues dos Santos, o chefe de Governo “contou com a ‘colaboração patriótica’ do presidente do Partido Social Democrata, que decidiu propor o fim de um dos mais importantes instrumentos parlamentares para fiscalização da ação do Governo”.

O presidente do CDS defendeu ainda que “há uma grande diferença entre liderar o maior partido da oposição e liderar a oposição”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Apoio a pais de crianças em isolamento profilático mantém-se a 100%

Os pais de crianças que têm de ficar em isolamento profilático têm direito a subsídio pago. A regra é válida para crianças menores de 12 anos. O subsídio pago aos trabalhadores que têm de ficar em …

Barbosa Ribeiro, que não quer ser o Rei Sol, distribuiu álcool gel para "desinfetar" a Câmara

Tiago Barbosa Ribeiro, candidato socialista à Câmara Municipal do Porto, rejeita a ideia de que não é muito conhecido, afasta a ambição de querer ser o "Rei Sol" e admite ficar na Invicta nos próximos …

Coronavírus: há 21 mil anos a causar pandemias

Os coronavírus só foram identificados como distintos dos vírus da gripe nos anos 60 do século passado, e neste houve apenas duas pandemias de coronavírus —  MERS e SARS — registadas antes da atual, mas …

Parlamento discute propostas para travar preços dos combustíveis e da eletricidade

Os deputados votam esta sexta-feira, no Parlamento, o diploma do Governo para limitar as margens de combustíveis, assim como uma série de outras propostas sobre energia, da responsabilidade de vários partidos. O Governo aprovou em julho, …

Marcelo admite que se "fechou uma página" - mas já deixou recados para o Natal

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou esta quinta-feira que Portugal é visto por outros países europeus como exemplo pela taxa de vacinação e combate à covid-19, mas que este "é um processo …

UGT quer salário mínimo de 1.000 euros em 2028

O secretário-geral da UGT, Carlos Silva, defendeu a necessidade de acabar com a política de baixos salários e precariedade. Carlos Silva, secretário-geral da UGT, defendeu esta quinta-feira que o Governo socialista tem obrigação de aumentar os …

Vermes partilham "memórias" através do ARN para avisar do perigo

Um artigo publicado recentemente na Cell mostra que os vermes têm uma forma peculiar de partilhar memórias: transmitem-nas através do ARN. Partilhar informação é crucial para a sobrevivência das espécies, mas como é que formas de …

Manchester United: jogador expulso e chamado a tribunal em 48 horas

Aaron Wan-Bissaka irá depor em tribunal, no final deste ano. Jovem futebolista foi apanhado a conduzir sem carta e sem seguro. Não estão a ser dias fáceis para Aaron Wan-Bissaka. O futebolista do Manchester United soube …

15 mil cadeiras vazias: Guardiola não gostou mas já ouviu um "recado"

Estádio do Manchester City voltou a ficar longe de lotação esgotada, num jogo da Liga dos Campeões. "Espero que apareça mais gente no sábado", admitiu o treinador. As palavras foram estas, depois da goleada que o …

"Fomos enganados, geologicamente enganados." Novos segredos vulcânicos revelados

Um estudo levado a cabo por cientistas da Universidade de Queensland revelou novos detalhes sobre a composição geológica da crosta terrestre. Até agora, os cientistas pensavam que a lava arrefecida dos chamados vulcões "hot spot" era …