Ricciardi vai testemunhar no DCIAP sobre Mexia, Pinho e Salgado

José Maria Ricciardi, antigo administrador do BES e da EDP, vai ser ouvido no Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) a 25 de outubro, para depor sobre o processo que investiga suspeitas de corrupção envolvendo a EDP e o antigo ministro da Economia Manuel Pinho.

De acordo com os autos do processo, consultados pelo Expresso, Ricciardi será inquirido no DCIAP na manhã de 25 de outubro, apesar de os procuradores titulares deste processo, Carlos Casimiro e Hugo Neto, terem tentado agendar a inquirição para 15 de outubro.

O antigo administrador do Banco Espírito Santo (BES) e da EDP deverá ser chamado a prestar esclarecimentos sobre as relações que tinha com vários dos principais arguidos deste processo, incluindo o atual presidente executivo da EDP, António Mexia, o ex-presidente do BES Ricardo Salgado, e o antigo ministro Manuel Pinho.

O processo começou, no início de 2012, com uma averiguação preventiva à operação de privatização da EDP, a qual rendeu comissões de dez milhões de euros ao então BES Investimento (posteriormente vendido ao banco chinês Haitong), durante anos presidido por Ricciardi. O mesmo BES Investimento receberia ainda outros dois milhões de euros de comissão na privatização da Redes Energéticas Nacionais (REN).

Ricciardi é atualmente sócio da empresa de assessoria financeira Optimal Investments, juntamente com Jorge Tomé (antigo executivo do Banif e da Caixa Geral de Depósitos). De 2003 a 2015 esteve à frente do BES Investimento (continuando mais um ano depois de a entidade ser vendida ao Haitong). Ricciardi assessorou diversas operações financeiras envolvendo a EDP.

O gestor testemunhou em 2017 na Operação Marquês, tendo então afirmado que a escolha de Manuel Pinho para ministro da Economia (em 2005) de José Sócrates decorreu de uma indicação de Ricardo Salgado, tese que Sócrates viria a negar.

Ricciardi é uma de 10 testemunhas que os procuradores Carlos Casimiro e Hugo Neto vão inquirir durante este mês, de acordo com o Expresso.

A 9 de outubro será inquirida a presidente da Experimenta Design, Guta Moura Guedes (que tem um relacionamento com António Mexia). No dia seguinte será a vez de ir ao DCIAP Manuel Fernando Moniz Galvão Espírito Santo Silva, antigo presidente da Rioforte e primo de Ricciardi e de Ricardo Salgado.

A 11 de outubro os procuradores deverão inquirir Pedro Raposo (diretor de recursos humanos do Banco de Portugal) e Ana Marques Passos (antiga adjunta de Manuel Pinho no Ministério da Economia).

Os procuradores irão inquirir o antigo auditor interno da EDP Vítor Franco, o ex-sócio da Boston Consulting Group Alexandre Abreu, o atual diretor da mesma Boston Consulting Group, Miguel Abecassis, o antigo administrador da Fundação EDP Sérgio Figueiredo e a diretora de regulação da EDP, Joana Simões.

Os procuradores irão ainda ouvir Fernando Mourão, do BCP, mas só no final de dezembro.

Manuel Pinho é acusado de  seis crimes, sendo um de prevaricação, dois de corrupção passiva, dois de participação económica em negócio e um de branqueamento de capitais.

Os procuradores sustentam o seu processo na tese de que Manuel Pinho tomou decisões enquanto ministro que favoreceram os interesses económicos da EDP e do GES, vindo a obter vantagens de 4,56 milhões de euros.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Imprimiram corais artificiais em 3D que podem salvar recifes

Uma equipa de cientistas inspirou-se na natureza para desenvolver estruturas em forma de coral, impressas em 3D, capazes de produzir grandes quantidades de algas microscópicas. Investigadoras da Universidade de Cambridge e da Universidade da Califórnia desenvolveram …

Avalanches submarinas prendem microplásticos no fundo do oceano

As avalanches de sedimentos submarinos transportam os microplásticos para o fundo do oceano e um projeto de colaboração entre as Universidades de Manchester, Utrecht e Durham e o Centro Nacional de Oceanografia acaba de revelar …

Aos 107 anos, Cornelia Ras conseguiu vencer a covid-19

Cornelia Ras, que contraiu o novo coronavírus em meados de março, pode ser a mulher mais velha do mundo a vencer a covid-19. Nunca se é velho demais para vencer o novo coronavírus e a holandesa …

Coreia do Norte pode estar a usar fábricas de fertilizantes para extrair urânio

Um novo estudo norte-americano mostra que a Coreia do Norte pode estar a utilizar fábricas de fertilizantes para produzir mais material nuclear, extraindo urânio de ácidos fosfóricos. Segundo noticiou o Newsweek, na opinião da investigadora Margaret …

Distância social de 1,5 metros é insuficiente para travar contágio

O estudo realizado por investigadores e engenheiros especializados em dinâmica de fluidos concluiu que a distância deve ser de, pelo menos, quatro metros. Um estudo divulgado esta quinta-feira alerta que a distância social de 1,5 metros …

Estados Unidos registam 9 desempregados por segundo

O desemprego está a atingir números preocupantes nos Estados Unidos: só na última semana, 6,6 milhões de pessoas declararam estar sem emprego para poder receber apoios, um número semelhante ao da semana anterior. De acordo com …

Chineses desistem de comprar o BNI Europa. Está agora em mãos angolanas

O contexto de incerteza, provocado pela pandemia de covid-19, levou o Grupo chinês KWG a desistir de comprar 80,1% da participação do BNI Europa. O grupo chinês KWG desistiu de comprar 80,1% da participação do BNI …

Tesla usa peças do Model 3 para construir um ventilador

A Tesla também está a tentar contribuir para colmatar a escassez de ventiladores com um novo protótipo, feito com partes do Model 3. A Tesla construiu um ventilador com recurso a componentes automóveis. A fabricante elétrica …

Há acordo no Eurogrupo: 500 mil milhões de euros "disponíveis imediatamente"

Os ministros das Finanças da Zona Euro chegaram a acordo, esta quinta-feira, sobre os apoios económicos para fazer face à pandemia de covid-19. O Eurogrupo chegou a acordo sobre o pacote de ajuda económica para a …

Se recebeu uma chamada da Tunísia, não devolva. É fraude

Clientes de várias operadoras nacionais têm recebido, nas últimas semanas, um "anormal" volume de chamadas internacionais. As operadoras suspeitam de fraude. Segundo o Jornal de Notícias, várias pessoas têm recebido chamadas de u número internacional que …