Revelado o primeiro semáforo de praia. Foi criado por startup de Gaia e já tem interessados

Smart City Sensor

Torniquete Virtual com Semáforo Luminoso Acesso às Praias em Tempo Real da Smart City Sensor

A época balnear vai abrir no próximo dia 6 de Junho, mas de forma condicionada devido à pandemia de covid-19. Uma das novidades para controlar o número de pessoas no areal são os semáforos à entrada das praias. E já foi revelado o primeiro semáforo de praia que foi criado por uma startup de Vila Nova de Gaia.

A startup Smart City Sensor, de Vila Nova de Gaia, divulgou aquele que pode ser o modelo de semáforo de praia que nos vamos habituar a ver neste Verão, à entrada dos areais por esse país fora.

Trata-se de um “torniquete virtual”, como o define a empresa numa nota no seu site, que vai permitir contar, em tempo real, o número de pessoas na praia, sem invadir a sua privacidade.

Este semáforo de praia recorre ao “mesmo sistema de radar bidireccional utilizado por baleias, golfinhos ou morcegos“, como explica o gerente da empresa, Pedro Bastos, em declarações ao Jornal de Notícias (JN).

Deste modo, conta as entradas e saídas da praia sem ser necessária qualquer câmara a filmar, baseando-se nos “sinais devolvidos aos sensores por cada pessoa que frequente o areal”, como explica o mesmo responsável.

Como qualquer semáforo, “acende a luz amarela quando atinge 80% da lotação” e passa a vermelho quando atinge a lotação máxima, alertando as autoridades, como a Protecção Civil, para estes dados, para ser prepararem para eventuais medidas.

“Estamos a tratar de tornar essa informação acessível no nosso site, para que as pessoas possam consultar como está a sua praia antes de saírem de casa“, frisa Pedro Bastos.

O gerente da Smart City Sensor realça que, pelo que sabe, este é “o único aparelho existente para o efeito”.

“Temos já uma dezena de autarquias interessadas no nosso projecto, de Norte a Sul. Há duas semanas que lhes enviámos a apresentação, estiveram à espera que o Governo definisse as directrizes para as praias, agora estamos em condições de instalar a tempo da próxima época balnear e temos bastantes interessados”, acrescenta Pedro Bastos.

No seu site, a empresa explica que a tecnologia “será instalada já em Junho, a fim de permitir uma abertura segura da época balnear”.

Mas “pode também ser utilizada em diversos cenários, tais como feiras, mercados e jardins”, permitindo “a contabilização em tempo real, o que permitirá organizar rapidamente os espaços monitorizados”, sustenta.

“O produto tecnológico é 100% nacional e está em fase de aquisição por diversas entidades municipais”, acrescenta a startup.

A Smart City Sensor trabalha com tecnologias para cidades inteligentes, nomeadamente com sistemas e sensores de controlo de tráfego, de “free wifi” e de ambiente.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Pois, está vermelho, a praia está “cheia”, não se pode entrar, e o pessoal fica todo amontoado à entrada da praia à espera que alguém saia, lá para o final do dia.
    Entretanto está tudo junto à entrada a confraternizar, e até vão criar bares daqueles ambulantes à entrada da praia para o pessoal que está à espera. Já estou a imaginar a cena. 🙂 Haverá mais gente à entrada do que na praia e em menos espaço.

Benfica 2-0 Vitória SC | "Águia" vence e adia festa do Porto

Não foi esta terça-feira que o FC Porto festejou o 29º título de campeão nacional. Na recepção ao Vitória Sport Clube, o Benfica venceu por 2-0, num embate relativo à 32ª jornada da Liga NOS, …

Elon Musk lança concurso para ver quem consegue bater um caracol

O multimilionário, através da sua empresa especializada em construção de túneis, lançou um concurso mundial para ver quem é capaz de bater um caracol. De acordo com o jornal Daily Mail, Elon Musk lançou um concurso …

Covid-19. Tóquio quer pagar até quatro mil euros a bares que fiquem fechados

As autoridades de Tóquio, no Japão, estão a ponderar pagar um subsídio, que pode chegar aos quatro mil euros, aos bares que se mantenham fechados para conter a propagação da covid-19 na cidade. De acordo com …

Médicos franceses detetaram primeiro caso de bebé infetado no útero

Médicos em França pensam ter identificado aquele que será o primeiro caso confirmado de um bebé infetado com covid-19 no útero materno. De acordo com o site Business Insider, a equipa médica conta que a …

17 anos depois, Estados Unidos voltam a aplicar a pena capital a nível federal

Os Estados Unidos procederam, esta terça-feira, à primeira execução federal de um prisioneiro no "corredor da morte" em 17 anos, através de uma injeção letal. Daniel Lewis Lee, 47 anos, natural de Yukon (Oklahoma), foi executado …

Com o pretexto de paz, "senhor da guerra" vai ganhando poder na República Centro-Africana

O "senhor da guerra" Ali Darassa foi pago pelo presidente da República Centro-Africana e já influenciou a demissão de um ministro numa tentativa de manter a paz no país. A República Centro-Africana é um país atormentado …

Ministério Público acusa 25 arguidos pela queda do BES

O Ministério Público deduziu acusação, esta terça-feira, contra 25 arguidos, 18 pessoas singulares e sete pessoas coletivas, no âmbito do processo sobre a queda do Universo Espírito Santo. "O Ministério Público do Departamento Central de Investigação …

Agora, até o Toyota Corolla é um crossover

O Toyota Corolla Cross é o mais recente SUV da marca japonesa. Apesar de a marca estar a reforçar a sua gama de SUV, Portugal terá de esperar mais um pouco. Na semana passada, a Toyota …

Da Escócia à Grécia, Kleon pedalou durante 48 dias para regressar a casa

Um jovem grego, "preso" na Escócia devido ao cancelamento dos voos por causa da pandemia de covid-19, decidiu pedalar durante 48 dias consecutivos para conseguir regressar a casa. De acordo com a CNN, Kleon Papadimitriou, de …

Após fugirem da Venezuela, milhares foram obrigados a regressar por causa da pandemia (mas não é assim tão fácil)

Desde 2016, quase cinco milhões de venezuelanos deixaram o país, fugindo da pobreza e dos serviços sociais e de saúde em colapso. Agora, a pandemia de covid-19 forçou-os a regressar à Venezuela - se o …