Revelado o primeiro semáforo de praia. Foi criado por startup de Gaia e já tem interessados

Smart City Sensor

Torniquete Virtual com Semáforo Luminoso Acesso às Praias em Tempo Real da Smart City Sensor

A época balnear vai abrir no próximo dia 6 de Junho, mas de forma condicionada devido à pandemia de covid-19. Uma das novidades para controlar o número de pessoas no areal são os semáforos à entrada das praias. E já foi revelado o primeiro semáforo de praia que foi criado por uma startup de Vila Nova de Gaia.

A startup Smart City Sensor, de Vila Nova de Gaia, divulgou aquele que pode ser o modelo de semáforo de praia que nos vamos habituar a ver neste Verão, à entrada dos areais por esse país fora.

Trata-se de um “torniquete virtual”, como o define a empresa numa nota no seu site, que vai permitir contar, em tempo real, o número de pessoas na praia, sem invadir a sua privacidade.

Este semáforo de praia recorre ao “mesmo sistema de radar bidireccional utilizado por baleias, golfinhos ou morcegos“, como explica o gerente da empresa, Pedro Bastos, em declarações ao Jornal de Notícias (JN).

Deste modo, conta as entradas e saídas da praia sem ser necessária qualquer câmara a filmar, baseando-se nos “sinais devolvidos aos sensores por cada pessoa que frequente o areal”, como explica o mesmo responsável.

Como qualquer semáforo, “acende a luz amarela quando atinge 80% da lotação” e passa a vermelho quando atinge a lotação máxima, alertando as autoridades, como a Protecção Civil, para estes dados, para ser prepararem para eventuais medidas.

“Estamos a tratar de tornar essa informação acessível no nosso site, para que as pessoas possam consultar como está a sua praia antes de saírem de casa“, frisa Pedro Bastos.

O gerente da Smart City Sensor realça que, pelo que sabe, este é “o único aparelho existente para o efeito”.

“Temos já uma dezena de autarquias interessadas no nosso projecto, de Norte a Sul. Há duas semanas que lhes enviámos a apresentação, estiveram à espera que o Governo definisse as directrizes para as praias, agora estamos em condições de instalar a tempo da próxima época balnear e temos bastantes interessados”, acrescenta Pedro Bastos.

No seu site, a empresa explica que a tecnologia “será instalada já em Junho, a fim de permitir uma abertura segura da época balnear”.

Mas “pode também ser utilizada em diversos cenários, tais como feiras, mercados e jardins”, permitindo “a contabilização em tempo real, o que permitirá organizar rapidamente os espaços monitorizados”, sustenta.

“O produto tecnológico é 100% nacional e está em fase de aquisição por diversas entidades municipais”, acrescenta a startup.

A Smart City Sensor trabalha com tecnologias para cidades inteligentes, nomeadamente com sistemas e sensores de controlo de tráfego, de “free wifi” e de ambiente.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Pois, está vermelho, a praia está “cheia”, não se pode entrar, e o pessoal fica todo amontoado à entrada da praia à espera que alguém saia, lá para o final do dia.
    Entretanto está tudo junto à entrada a confraternizar, e até vão criar bares daqueles ambulantes à entrada da praia para o pessoal que está à espera. Já estou a imaginar a cena. 🙂 Haverá mais gente à entrada do que na praia e em menos espaço.

Responder a Eu! Cancelar resposta

Cofre de antigo caçador de vampiros vai a leilão no Reino Unido. Está repleto de objetos

O cofre de um caçador de vampiros do século XIX vai ser leiloado em Dervyshire, no Reino Unido, informou a leiloeira Hansons. Em causa está uma caixa antiga, forrada a seda vermelha e decorada com …

Bombeiro morre no combate a um incêndio na Serra da Lousã

Um bombeiro morreu este sábado durante o combate a um incêndio na Serra da Lousã, disse à agência Lusa o presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes. O autarca desconhece as circunstâncias em que ocorreu a …

Cientistas descobrem os defeitos dentários que apodrecem os dentes

Os resultados deste novo estudo contribuem para o desenvolvimento de novos tratamentos para as cáries dentárias. Os investigadores capturaram o esmalte num detalhe sem precedentes. Uma equipa de investigadores está muito perto de descobrir aquilo que …

Balões da Google já "espalham" Internet nas vilas remotas do Quénia

Em 2013, surgiu a ideia de enviar balões para o Espaço próximo para conectar pessoas em locais do mundo sem Internet. A ideia, que parecia uma loucura, já é realidade. Depois de uma longa série de …

Descoberta nova espécie de dinossauro carnívoro em Portugal

Um novo género e espécie de dinossauro carnívoro terópode, cujos fósseis foram escavados em arribas dos concelhos de Torres Vedras e da Lourinhã, foi agora descrito na revista internacional "Journal of Vertebrate Paleontology" por paleontólogos …

The Crown. Afinal, vem aí uma sexta temporada

Peter Morgan, criador, produtor e argumentista de The Crown, anunciou esta quinta-feira (9), através do Twitter da plataforma de streaming Netflix, que a série britânica terá uma sexta temporada. “Quando começamos a discutir as histórias da …

Observatório Gaia revoluciona o rastreamento de asteroides

O observatório espacial Gaia da ESA é uma missão ambiciosa que tem o objetivo de construir um mapa tridimensional da nossa Galáxia, fazendo medições de alta precisão de mais de mil milhões de estrelas. No entanto, …

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas na Índia em apenas 10 dias

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas no estado de Bihar, no norte da Índia, no espaço de dez dias, noticia a AFP, que escreve que os números podem aumentar nos próximos tempos devido às alterações …

Investigação portuguesa descobriu 14 espécies marinhas com potencial para produção de antibióticos

Uma investigação conjunta da Universidade de Aveiro e da Universidade Católica descobriu 14 novas espécies e um género de fungos marinhos, com potencial para produção de antibióticos, revelou esta segunda-feira fonte académica. "Neste momento, estão a …

Impossíveis de cumprir. Directores preocupados com novas regras para as escolas

As orientações da Direcção Geral de Saúde (DGS) para as escolas com vista ao regresso das aulas presenciais, em Setembro, estão a preocupar os directores dos estabelecimentos de ensino. Isto porque as consideram impossíveis de …