Revelada escuta que pode comprometer Proença de Carvalho na Operação Fizz

A defesa do ex-procurador do Ministério Público Orlando Figueira pediu para juntar ao processo da Operação Fizz uma escuta telefónica que associa o advogado Daniel Proença de Carvalho ao processo que investiga crimes de corrupção.

A escuta telefónica data de 23 de Fevereiro de 2016, dia em que Orlando Figueira foi alvo de buscas em casa, antes de ser detido e levado para interrogatório judicial.

Nesse momento, o ex-procurador telefonou a Daniel Proença de Carvalho a pedir-lhe para o representar judicialmente. Mas o advogado recusou.

Com toda a franqueza, não acho a melhor forma. Como sabe, a minha intervenção foi a mais recente e para eu poder até ser útil nessa matéria, não me parece que seja conveniente”, sublinhou Proença de Carvalho na escuta que é divulgada pelo jornal Sol.

Esta conversa vai ao encontro das alegações do ex-procurador que afirma que Proença de Carvalho, advogado do banqueiro Carlos Silva, também deveria estar no banco dos réus no processo.

Orlando Figueira assegura que foi Proença de Carvalho quem tratou da revogação de um contrato de trabalho que assinou com a empresa Primagest, com sede em Angola e que estará ligada a Carlos Silva, vice-presidente do BCP em Portugal e principal accionista do Banco Privado Atlântico.

O Ministério Público acredita que foi através da Primagest que o ex-procurador recebeu 630 mil euros das alegadas “luvas” pagas por Manuel Vicente, o ex-vice-presidente de Angola que também é arguido no processo.

Orlando Figueira tem insistido que o dinheiro que recebeu não teve origem em Manuel Vicente, mas em Carlos Silva.

Proença de Carvalho diz que aguarda ser libertado do dever de segredo profissional para poder dar a sua versão do caso. Mas assegura, desde já, que “a escuta em causa em nada contradiz o que se passou” e que espera poder explicar tudo ao Tribunal “quando for ouvido como testemunha”, conforme declarações enviadas ao Correio da Manhã.

O advogado sempre afirmou que não teve qualquer envolvimento no contrato entre Orlando Figueira e a Primagest.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Este também estava na tal reunião que o canal 2 da TV mostrou, mas nunca mais repetiu. Sim, na Comporta, onde estava o velho soares, o costa chamussa, o ricardo salgado como não podia deixar de ser, e tantos outros da mesma coleção…!

  2. O falinhas mansas e ar de anjinho, sabe-a toda. Este Proença nunca me enganou!!! Acho que é tempo de o pôr a toque de caixa já que gosta de tocar bateria. Haja coragem de investigar a origem da fortuna e as “offshores”

Presidente do Governo da Catalunha pede a Filipe VI que abdique

O presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, pediu na terça-feira ao rei Filipe VI que abdique e solicitou ao presidente do parlamento que convoque uma sessão plenária extraordinária para estabelecer uma "posição comum" …

Virologista chinesa diz que novo coronavírus foi "criado em laboratório militar"

A virologista chinesa que fugiu para os Estados Unidos deu mais uma entrevista onde assegura que o novo coronavírus foi "criado num laboratório militar". Numa nova entrevista, citada pelo jornal online Observador, Li Meng-Yan, a virologista …

Ministério da Saúde abre 435 vagas para médicos de família

É o maior número de vagas dos últimos anos colocadas a concurso para a contratação de médicos especialistas em medicina geral e familiar para o SNS. De acordo com o jornal Público, o Ministério da Saúde …

MP brasileiro processa pastor por anunciar cura com feijões para a covid-19

O Ministério Público brasileiro pediu a abertura de um processo contra o pastor evangélico Valdemiro Santiago e a Igreja Mundial do Poder de Deus, que anunciaram a cura da covid-19 a partir do cultivo de …

Dívida do Estado à ADSE ascende a 200 milhões de euros

A dívida do Estado à ADSE, em 2019, ascendia a 198,2 milhões de euros, segundo o parecer do Conselho Geral e de Supervisão (CGS) ao relatório e contas do ano passado, publicado no site do …

Governo dos Açores violou Constituição ao impor quarentena obrigatória

O confinamento obrigatório de 14 dias que o governo regional dos Açores tem imposto a quem chega à região autónoma é inconstitucional, dizem os juízes do Tribunal Constitucional. As autoridades açorianas violaram a Constituição ao impor …

China caminha a passos largos para a normalidade. Gaming, cerveja e Ikea dão empurrão

A China não regista, desde 17 de maio, vítimas mortais causadas pelo novo coronavírus. No entanto, há dois surtos ativos que parecem não impedir a população de caminhar em direção à normalidade. À semelhança do resto …

No regresso ao Superior, o Ministério recomenda aulas presenciais, com máscara e ao sábado

No regresso do Ensino Superior, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior recomenda que voltem as aulas em regime presencial com uso obrigatório de máscara e algumas das quais lecionadas ao sábado. Num comunicado …

"A profissionalização é fundamental". Este ano já morreram quatro bombeiros, todos voluntários

Nos incêndios deste ano já morreram quatro bombeiros. O último ano tão mortífero foi 2013, em que sete bombeiros perderam a vida. Em comparação, nos incêndios de 2019, não se registaram vítimas mortais entre esses profissionais. Como …

Portugal só tem 4 fiscais da ferrovia (e cada um tem de inspecionar 811 quilómetros)

O Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) tem apenas quatro técnicos afetos à fiscalização do setor. O organismo está a pedir o reforço destes profissionais desde 2014. De acordo com a edição desta quarta-feira do …