Resposta britânica à pandemia foi “dos maiores fracassos de sempre”

Andy Rain / EPA

Boris Johnson

Um relatório do Parlamento britânico sobre a gestão pandémica no Reino Unido arrasa os esforços do executivo britânico no sentido de impedir a propagação do vírus no início da pandemia.

Segundo a visão dos parlamentares, a abordagem do governo de Boris Johnson, apoiada por cientistas, foi a de disseminar a infeção pela população em vez de tentar impedi-la, num plano para alcançar a imunidade de grupo através do contágio, o que levou a um atraso na implementação do primeiro confinamento no Reino Unido.

Esta decisão provocou mortes que poderiam ter sido evitadas. O resultado, lê-se no relatório, foi um dos “maiores fracassos de saúde pública que o Reino Unido alguma vez experienciou”

As conclusões constam de um relatório de 150 páginas da Comissão de Saúde e Assistência Social e da Comissão de Ciência e Tecnologia, que agregam deputados de todo o espetro político, refere a CNN.

“Coronavírus: Lições aprendidas até agora” cobre uma variedade de sucessos e fracassos ao longo da pandemia, que já custou mais de 150 mil vidas e que é descrita como o “maior desafio em tempos de paz” do último século.

Tendo que conta que numa pandemia, é “impossível fazer tudo certo”, os conservadores Jeremy Hunt e Greg Clark, que presidem às comissões, consideraram que “o Reino Unido combinou algumas grandes conquistas com alguns grandes erros” e que “é vital aprender com ambos”.

O governo britânico já reagiu ao relatório produzido pela Câmara dos Comuns. O ministro da presidência do Conselho de Ministros, Stephen Barclay, assegurou que o executivo irá ter em conta o relatório, referindo que “se há lições a tirar, estamos inclinados a fazê-lo.”

No entanto, Barclay defendeu as decisões tomadas pelo governo de Boris Johnson no início da pandemia.

“Seguimos o aconselhamento científico, conseguimos avançar com a vacinação extremamente rápido, protegemos o nosso NHS de um aumento de casos”, afirmou, no programa matinal da Sky News, citado pelo Observador.

Questionado pela jornalista se não deveria haver lugar a um pedido de desculpas, Barclay respondeu que não. “Tomámos decisões com base na evidência que tínhamos”, afirmou.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cogumelos laminados

O consumo de cogumelos pode diminuir o risco de depressão

Além de reduzirem o risco de cancro e morte prematura, os cogumelos podem beneficiar a saúde mental de uma pessoa. Uma equipa de investigadores da Faculdade de Medicina de Penn State, nos Estados Unidos, analisou dados …

Os hipopótamos de Pablo Escobar começaram a ser esterilizados

O grupo de hipopótamos, mais uma parte do indesejado legado deixado na Colômbia pelo traficante de droga Pablo Escobar, está a ser esterilizado. Quando o Cartel de Medellín estava no seu auge, Pablo Escobar gastou parte …

Ian Brackenbury Channell, o "feiticeiro de Christchurch"

Duas décadas depois, uma cidade neozelandesa decidiu despedir o seu feiticeiro

Vinte e três anos depois, a autarquia de Christchurch, na Nova Zelândia, decidiu despedir Ian Brackenbury Channell, o famoso feiticeiro da cidade. Desde 1998 que Ian Brackenbury Channell era o "feiticeiro de Christchurch", sendo responsável por …

Um dos microscópios de Darwin vai a leilão. Esteve nas mãos da sua família durante quase 200 anos

Um microscópio que Charles Darwin ofereceu ao filho Leonard - e que esteve nas mãos da sua família ao longo de quase 200 anos - vai ser leiloado em dezembro e poderá valer cerca de …

Pedro Sánchez promete abolir a prostituição em Espanha, por considerar que esta "escraviza" as mulheres

Espanha é um dos países europeus com mais trabalhadoras na indústria do sexo, as quais são sobretudo originárias de países da Europa mais pobres, da América Latina e de África. O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez anunciou …

"Um milagre". Dois jovens sobreviveram quase uma semana no deserto australiano

Dois jovens, de 14 e 21 anos, sobreviveram durante quase uma semana no deserto, sem água e sem comida, depois de se terem perdido no Território do Norte, na Austrália. A polícia fala num verdadeiro …

Carlos Moedas

Moedas vai "dar tudo como presidente" e exige que seja respeitada a legitimidade do seu mandato

Carlos Moedas tomou posse, esta segunda-feira, como novo presidente da Câmara de Lisboa, tendo falado dos objetivos para o próximo quadriénio e deixado um elogio ao seu antecessor e alguns avisos à esquerda. Depois dos cumprimentos …

Chanceler austríaco Sebastian Kurz

Sondagens falsas e notícias favoráveis. O lado negro de Sebastian Kurz foi desmascarado

Sebastian Kurz e pessoas que lhe são próximas foram acusados de tentar garantir a sua ascensão à liderança do partido e do país com a ajuda de sondagens manipuladas e notícias favoráveis na imprensa, financiadas …

Tem uma carreira de sonho na Nike, mas cometeu um homicídio há 65 anos

O presidente da Jordan Brand, Larry Miller, revelou que, há 56 anos, matou um adolescente nas ruas de Filadélfia, nos Estados Unidos. O presidente da Jordan Brand — marca do ex-jogador de basquetebol Michael Jordan — …

Rio diz que decisão sobre eventual recandidatura está "quase tomada"

O presidente do PSD afirmou, esta segunda-feira, que a decisão sobre a sua eventual recandidatura está "quase tomada" e será anunciada em breve. Em declarações aos jornalistas à chegada à tomada de posse do novo presidente …