Quem resolver este problema matemático pode roubar todas as bitcoins do mundo

Existem alguns problemas matemáticos cujas soluções valem, literalmente, um milhão de dólares. O problema do “P versus NP” é um deles. Quem o resolver pode roubar todas as bitcoins do mundo.

Ligado à ciência da computação, um problema P é um problema cuja resposta é fácil de encontrar. Um NP é um problema cuja resposta é fácil de verificar. A grande questão é se existe ou não um problema que é fácil para um computador verificar, mas incrivelmente difícil para ele resolver.

A solução do problema “P versus NP” pode render um prémio do instituto norte-americano Clay Mathematics Institute. Este é um dos “Problemas do Prémio Millennium” — sete problemas matemáticos altamente complicados e para os quais ainda não foi encontrada solução.

Ascánder / Wikimedia

P=NP, o (até agora) indecifrável problema matemático

Ou seja, se conseguir solucionar este problema, pode rapidamente tornar-se milionário. O curioso é que nem precisa de prémio nenhum, porque se realmente puder provar que P é igual a NP, a solução para essa equação traz possibilidade emocionantes.

“Se alguém provar que P = NP, a primeira coisa que deve fazer é roubar 200 milhões de dólares em bitcoins. A segunda que deve fazer é resolver todos os outros problemas do Prémio Millennium”, explicou o cientista computacional Scott Aaronson.

Para um computador, resolver problemas significa cumprir uma série de passos e levar um determinado tempo para fazê-lo.

Computadores clássicos resolvem constantemente problemas P, como multiplicar dois números ou navegar na Internet. Quanto mais complexo é esse problema, mais tempo o computador leva para solucioná-lo. O aumento é representado por aquilo que chamamos de “tempo polinomial”, em que um polinómio é um número com uma potência e um coeficiente (como n²). Se um problema é solucionável em n² e torna-se duas vezes mais difícil, então a quantidade de tempo para resolvê-lo aumenta quatro vezes.

É aqui que as coisas complicam um pouco: existem problemas cuja solução pode ou não ser resolvida em tempo polinomial, mas essa mesma solução pode com certeza ser verificada (se está correta ou não) em tempo polinomial.

Estes são chamados de problemas de “tempo polinomial não determinista” ou problemas NP (do inglês “Nondeterministic Polynomial time”). Isto é tal como o Sudoku — leva muito tempo para resolver um, mas depois é fácil verificar se está tudo certo.

Existem soluções P para problemas NP, mas não sabemos definitivamente se todos os problemas NP têm uma solução P, ou se jamais algum pode ser resolvido em P.

Se alguém conseguir provar que P = NP, terá descoberto algoritmos de tempo polinomial para diversos problemas. A própria ideia de um problema NP é a base da criptografia moderna — ou seja, gerar chaves de segurança fáceis de verificar, mas difíceis de decifrar.

Os computadores quânticos deveriam, em teoria, ser bem mais avançados que os clássicos, mas ainda não alcançaram as expectativas dos investigadores de pelo menos resolver as classes mais difíceis de problemas NP. Isto significa que o detentor da solução desta equação seria mais inteligente do que um computador quântico e poderia resolver diversos problemas matemáticos.

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Cientista americana diz estar certa de que a Terra será atingida por asteroide

https://vimeo.com/355132338 Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá o nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após um asteroide não …

NASA vai mesmo explorar Europa, a lua de Júpiter que pode ter vida extraterrestre

A NASA deu luz verde a uma missão para explorar uma lua de Júpiter que é considerada um dos melhores candidatos para a vida extraterrestre. A Europa - que é um pouco mais pequena do que …

País de Gales cancela plano controverso de criar "casas de banho robô"

O objetivo da construção era impedir atividade sexual, vandalismo e dormidas nas casas de banho públicas. O projeto ia recorrer às tecnologias de piso sensível ao peso, jatos de água, sensores anti-movimento e alarmes. O conselho …

Sem saber, uma mulher viveu durante 17 anos com a sua "gémea" dentro dela

Uma jovem na Índia, sem saber, viveu com uma das condições médicas mais raras e perturbadoras durante quase duas décadas. De acordo com um relatório de caso desta semana, a mulher tinha um saco que continha …

Novo filme da saga 007 já tem nome e data de estreia marcada

O novo filme da saga 007, realizado por Cary Fukunaga chama-se "No time to die" e estreia-se no Reino Unido e nos Estados Unidos em abril de 2020. "Daniel Craig regressa como James Bond, 007 em... …

Comporta pode tornar-se na nova Ibiza (e tudo começou com a queda do BES)

Após anos de um quase esquecimento, em termos de desenvolvimento imobiliário, a Comporta está a atrair investidores internacionais que encaram a pequena vila de Setúbal como uma "nova Ibiza". Um cenário que está a preocupar …

Família de Aretha Franklin cria fundo para a investigação de cancro raro

Um ano após a morte da cantora, a família de Aretha Franklin criou um fundo de apoio à investigação na área dos tumores neuroendócrinos, a doença rara que se revelou fatal para a celebridade, a …

Sporting vai monitorizar tudo o que se diz e escreve sobre jogadores

A empresa Noisefeed tem uma enorme base de dados relativa à atividade nas redes sociais de milhares de jogadores a nível global. Os jogadores de futebol de todo o mundo usam, cada vez mais, as redes …

Boris janta hoje com Merkel para mudar acordo. Maioria quer novo referendo

A pouco mais de dois meses da data marcada para a saída do Reino Unido da União Europeia, uma nova sondagem mostra que a maioria dos britânico quer que qualquer novo acordo vá a referendo. Um …

Oficial: Pardal Henriques candidato a deputado pelo partido de Marinho Pinto

O advogado Pedro Pardal Henriques anunciou esta quarta-feira que aceitou o convite para encabeçar a lista do PDR a Lisboa, deixando de ser porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas para "não misturar …