Quem resolver este problema matemático pode roubar todas as bitcoins do mundo

Existem alguns problemas matemáticos cujas soluções valem, literalmente, um milhão de dólares. O problema do “P versus NP” é um deles. Quem o resolver pode roubar todas as bitcoins do mundo.

Ligado à ciência da computação, um problema P é um problema cuja resposta é fácil de encontrar. Um NP é um problema cuja resposta é fácil de verificar. A grande questão é se existe ou não um problema que é fácil para um computador verificar, mas incrivelmente difícil para ele resolver.

A solução do problema “P versus NP” pode render um prémio do instituto norte-americano Clay Mathematics Institute. Este é um dos “Problemas do Prémio Millennium” — sete problemas matemáticos altamente complicados e para os quais ainda não foi encontrada solução.

Ascánder / Wikimedia

P=NP, o (até agora) indecifrável problema matemático

Ou seja, se conseguir solucionar este problema, pode rapidamente tornar-se milionário. O curioso é que nem precisa de prémio nenhum, porque se realmente puder provar que P é igual a NP, a solução para essa equação traz possibilidade emocionantes.

“Se alguém provar que P = NP, a primeira coisa que deve fazer é roubar 200 milhões de dólares em bitcoins. A segunda que deve fazer é resolver todos os outros problemas do Prémio Millennium”, explicou o cientista computacional Scott Aaronson.

Para um computador, resolver problemas significa cumprir uma série de passos e levar um determinado tempo para fazê-lo.

Computadores clássicos resolvem constantemente problemas P, como multiplicar dois números ou navegar na Internet. Quanto mais complexo é esse problema, mais tempo o computador leva para solucioná-lo. O aumento é representado por aquilo que chamamos de “tempo polinomial”, em que um polinómio é um número com uma potência e um coeficiente (como n²). Se um problema é solucionável em n² e torna-se duas vezes mais difícil, então a quantidade de tempo para resolvê-lo aumenta quatro vezes.

É aqui que as coisas complicam um pouco: existem problemas cuja solução pode ou não ser resolvida em tempo polinomial, mas essa mesma solução pode com certeza ser verificada (se está correta ou não) em tempo polinomial.

Estes são chamados de problemas de “tempo polinomial não determinista” ou problemas NP (do inglês “Nondeterministic Polynomial time”). Isto é tal como o Sudoku — leva muito tempo para resolver um, mas depois é fácil verificar se está tudo certo.

Existem soluções P para problemas NP, mas não sabemos definitivamente se todos os problemas NP têm uma solução P, ou se jamais algum pode ser resolvido em P.

Se alguém conseguir provar que P = NP, terá descoberto algoritmos de tempo polinomial para diversos problemas. A própria ideia de um problema NP é a base da criptografia moderna — ou seja, gerar chaves de segurança fáceis de verificar, mas difíceis de decifrar.

Os computadores quânticos deveriam, em teoria, ser bem mais avançados que os clássicos, mas ainda não alcançaram as expectativas dos investigadores de pelo menos resolver as classes mais difíceis de problemas NP. Isto significa que o detentor da solução desta equação seria mais inteligente do que um computador quântico e poderia resolver diversos problemas matemáticos.

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

Ljubomir Stanisic rescindiu contrato “de forma unilateral” com a TVI

A caminho da SIC, o apresentador rescindiu o contrato com a estação de Queluz, avança a TVI. Ljubomir Stanisic tinha contrato até dezembro de 2020. “O Chef Ljubomir Stanisic rescindiu hoje [esta sexta-feira], unilateralmente, o contrato …

Netflix tem uma nova funcionalidade. Os cegos e os surdos agradecem

A nova funcionalidade da Netflix permite alterar a velocidade de reprodução dos seus filmes e séries. Esta é uma novidade bem recebida por espetadores cegos e surdos. A Netflix tem uma nova funcionalidade que permite que …

Cientistas transformam tijolos em dispositivos de armazenamento de eletricidade

Uma equipa de investigadores descobriu como converter o pigmento vermelho dos tijolos num plástico condutor de eletricidade. Esse processo permitiu transformar os tijolos em dispositivos de armazenamento de eletricidade. Esses supercapacitores de tijolo podem ser …

Primeiro Museu do Godzilla abre no Japão (e os visitantes podem entrar na boca do monstro)

O primeiro Museu do Godzilla do mundo está agora aberto no Japão e tem uma estátua enorme do icónico monstro, em cuja boca se pode entrar de slide. De acordo com a Newsweek, atualmente, os visitantes …

Hubble faz a primeira observação de um eclipse lunar total

Tirando vantagem de um eclipse lunar total, astrónomos usaram o Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA para detetar ozono na atmosfera da Terra. Este método serve como um substituto de como vão observar planetas semelhantes à Terra …

Biden tem 71% de probabilidade de vencer as eleições contra Trump

Joe Biden, candidato democrata à Casa Branca, tem 71% de probabilidade de vencer as eleições presidenciais norte-americanas frente a Donald Trump, o atual Presidente dos Estados Unidos, aponta uma nova sondagem. A pesquisa de opinião, levada …

Barcelona 2-8 Bayern | Atropelamento histórico na Champions

Noite histórica no Estádio da Luz. Em jogo dos quartos-de-final da Liga dos Campeões, o Bayern goleou o Barcelona por impensáveis 8-2 – com 4-1 em cada uma das metades. Um resultado que se tornou …

Depois das sementes, norte-americanos recebem máscaras, óculos de sol e até meias sujas da China

Vários residentes da Flórida, nos Estados Unidos, receberam pacotes misteriosos da China pelo correio que não tinham encomendado. Desta vez não eram sementes, mas sim máscaras cirúrgicas, óculos de sol e até meias sujas. Em declarações …

Imposto sobre refrigerantes reduziu o seu consumo

O imposto especial sobre as bebidas com maior teor de açúcar levou mais de 40% dos inquiridos num estudo da Universidade Católica esta sexta-feira divulgado a reduzir o seu consumo, comportamento que adotariam também com …

Uma só teoria da conspiração sobre a covid-19 matou 800 pessoas. 60 ficaram totalmente cegas

Pelo menos 800 pessoas morreram e 60 ficaram cegas na sequência de uma teoria da conspiração sobre a covid-19, concluiu um novo estudo. A investigação, cujos resultados foram esta semana publicados na revista científica American Journal …