Republicação das caricaturas de Maomé foi o motivo do ataque junto ao Charlie Hebdo

A republicação das caricaturas de Maomé terá estado na origem do ataque junto ao edifício da antiga redação do jornal satírico Charlie Hebdo, confessou o principal suspeito.

Quatro pessoas foram esta sexta-feira feridas, duas das quais com gravidade, com armas brancas em Paris, junto ao edifício da antiga redação do jornal satírico Charlie Hebdo. O principal suspeito do ataque terá assumido a autoria do ataque e explicado que a sua motivação foi a republicação das caricaturas de Maomé.

O principal suspeito é um jovem de 18 anos de nacionalidade paquistanesa. Outro suspeito, um homem de 33 anos de origem argelina, foi também detido e será colega de casa do primeiro. Mais tarde, as autoridades antiterroristas de França detiveram mais cinco pessoas, com idades compreendidas entre os 24 e os 37 anos, durante as buscas à casa dos suspeitos.

Segundo o Observador, que cita o jornal francês Le Monde, antes mesmo de ser ouvido pela polícia, o jovem confessou o crime e reconheceu a dimensão política do seu ato. A procuradoria antiterrorismo francesa abriu um inquérito por “tentativa de homicídio relacionado com ato terrorista e organização terrorista criminosa”.

A antiga redação do Charlie Hebdo foi alvo, a 7 de janeiro de 2015, de um ataque ‘jihadista’ que fez 12 mortos e cinco feridos graves. O processo do Charlie Hebdo começou no passado dia 1 de setembro, no Tribunal de Paris, a julgar 14 pessoas consideradas como cúmplices neste ataque, já que os irmãos Kouachi – que conseguiram entrar na redação, matando 12 pessoas – foram abatidos pela polícia alguns dias após o crime.

Estão também em causa os ataques perpetrados por Amedy Coulibaly, nos dias que se seguiram ao atentado ao “Charlie Hebdo” e que terão sido coordenados com os irmãos Kouachi: a morte de uma polícia em Montrouge, nos arredores da capital, e a morte de outras quatro pessoas num supermercado, também nos arredores de Paris.

O ataque contra o Charlie Hebdo provocou ondas de choque por toda a França, revelando divisões num país que se orgulha do seu multiculturalismo e gerando um intenso debate sobre a integração da comunidade muçulmana e a liberdade de imprensa.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. É por isso que os maomés deveriam estar todos confinados nas suas regiões de origem, mas infelizmente temos políticos de vistas curtas o que origina estes conflitos que inevitavelmente terão cada vez mais repercussões maiores.

    • O problema é a agenda global para as pessoas odiarem os proprios países e a si próprios por terem nascido nos paises em nome do multiculturalismo e imigraçoes desenfreadas sem controlo e respeito pelos cidadãos, somos todos obrigados a morar com gente que só vem para o mal e não passam de parasitas(não tou a falar dos que vêm mesmo trabalhar e integrar-se). Tudo devido aos empresários que assim querem para pagarem o minimo possivel de ordenado e sem direitos para encherem os bolsos deles.
      Podem agradecer à cambada marxista que não passam de um virus tarem a dar força as estas politicas destrutivas contra o pais e liberdade.

  2. Essa do multiculturalismo faz-me rir, os franceses e os ocidentais em geral devem ser estúpidos ao pensarem que esse esterco vem por bem para os nossos países, sinceramente!

  3. Esse “esterco” foi há anos para França, assim como aconteceu com muitos portugueses, viver nos “biddonvilles”, para fazerem trabalhos duros e sujos, que os franceses não queriam fazer, como trabalhar no lixo ou na construção. Isto aconteceu na década de sessenta, do séc. passado. Já lá vai muito tempo mas convém não esquecer quem foram os promotores destas movimentações!!

Cybershoes. O problema de andar em Realidade Virtual pode já ter uma solução

Um dos problemas com os jogos de Realidade Virtual é que, normalmente, as experiências são definidas numa escala maior do que uma sala de estar. Assim, o jogador acaba por ter de ficar numa parte …

"Um tsunami de dívidas". O mundo deve a si mesmo 277 mil milhões de dólares

Prevê-se que até ao final deste ano, a dívida da economia mundial atinja os 277 mil milhões de dólares. A pandemia de covid-19 é um dos fatores responsáveis. A pandemia de covid-19 não só está a …

Empresas podem negar trabalho a quem não se quiser vacinar

"É obviamente possível" que as empresas evitem contratar um trabalhador se não quiserem ser vacinadas contra a covid-19. A presidente do Comité Económico e Social Europeu (CESE), Christa Schweng, admitiu a possibilidade de uma empresa se …

"A Suitable Boy". Um beijo numa série da Netflix provocou um escândalo (social e político) na Índia

A Netflix está a enfrentar uma reação negativa na Índia por causa de uma cena de um beijo entre duas personagens na série A Suitable Boy ("Um bom partido"). O partido no poder já pediu …

Irmãos transformaram 7 linhas de código num império de 36 mil milhões de dólares

Patrick e John Collison são dois jovens empreendedores irlandeses que fundaram a Stripe, uma empresa que criou uma solução alternativa para os pagamentos online, avaliada em 36 mil milhões de dólares. Em vez de construirem soluções …

ECDC. Portugal terá "níveis muito baixos" de novos casos se mantiver restrições

Se Portugal mantiver as restrições adotadas atualmente, irá registar em dezembro “níveis muito baixos” de novos casos de covid-19. O Centro Europeu para Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC), criado com a missão de ajudar os …

Com apenas 14 anos, Xiaoyu é o adolescente mais alto do mundo. Mede 2,21 metros

Ren Keyu nasceu na China a 18 de outubro de 2006, e no dia em que comemorou o seu 14º aniversário recebeu também o título do Guinness World Records do adolescente mais alto do mundo, …

Jerónimo "não está a prazo" no PCP (e vai continuar a negociar com o PS)

O PCP continua disponível para negociar com o PS, mas não a troco de nada. Quanto ao quinto mandato consecutivo enquanto secretário-geral do partido, Jerónimo avisou, este domingo, que não está "a prazo". No discurso de …

Hackers expõem na cloud dados que roubaram de utilizadores do Spotify. Foi um acidente

Um grupo de piratas informáticos compilou uma base de dados com cerca de 250.000 palavras-passe do Spotify e armazenaram os dados na cloud. No entanto, esqueceram-se de proteger o armazenamento com uma palavra-passe. De acordo com …

Disney vai colocar em lay-off mais de 30.000 trabalhadores em 2021

A gigante norte-americana Walt Disney Company anunciou esta semana que vai colocar em regime de lay-off 32.000 trabalhadores no primeiro semestre de 2021 devido às quebras financeiras causadas por causada da pandemia de covid-19. A …