Quatro feridos com arma branca junto à antiga redação do Charlie Hebdo

Ian Langsdon / EPA

Quatro pessoas foram esta sexta-feira feridas, duas das quais com gravidade, com armas brancas em Paris, junto ao edifício da antiga redação do jornal satírico Charlie Hebdo, anunciou a polícia da capital de França.

Dois dos feridos estão em estado de “emergência absoluta”, adiantou a prefeitura.

Um responsável policial indicou que, num primeiro momento, as autoridades pensaram que dois suspeitos estariam envolvidos, mas que agora acreditam que foi apenas uma pessoa, detida junto à Praça da Bastilha, no leste de Paris, muito perto do local do ataque.

De acordo com o jornal francês Le Figaro, o suspeito, detido nas escadarias da Ópera da Bastille pelas 12h45 locais, teria sangue nas suas roupas.

Desconhecem-se para já as circunstâncias do ocorrido.

A SIC Notícias dá conta que no local do ataque está montada uma grande operação policial. Foi organizado um cordão de segurança e as autoridades estão a pedir à população que se afaste da zona do incidente.

Por precaução, as creches e escolas nas proximidades foram encerradas, assim como as estações de metro, escreve ainda o jornal Público. “Milhares de alunos foram confinados” por precaução, indicou a câmara municipal de Paris.

O primeiro-ministro francês, Jean Castex, suspendeu um discurso que se preparava para fazer e dirigiu-se ao centro de crise do Ministério do Interior.

A antiga redação do jornal foi alvo, a 7 de janeiro de 2015, de um ataque ‘jihadista’ que fez 12 mortos e cinco feridos graves. O processo do Charlie Hebdo começou no passado dia 1 de setembro, no Tribunal de Paris, a julgar 14 pessoas consideradas como cúmplices neste ataque, já que os irmãos Kouachi – que conseguiram entrar na redação, matando 12 pessoas – foram abatidos pela polícia alguns dias após o crime.

Estão também em causa os ataques perpetrados por Amedy Coulibaly, nos dias que se seguiram ao atentado ao “Charlie Hebdo” e que terão sido coordenados com os irmãos Kouachi: a morte de uma polícia em Montrouge, nos arredores da capital, e a morte de outras quatro pessoas num supermercado, também nos arredores de Paris.

O ataque contra o Charlie Hebdo provocou ondas de choque por toda a França, revelando divisões num país que se orgulha do seu multiculturalismo e gerando um intenso debate sobre a integração da comunidade muçulmana e a liberdade de imprensa.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. multiculturalismo é tão bom, recomenda-se que o levem até aos parlamentos por essa europa fora e especialmente aos bairros onde mora a fina elite de cada país.

    • A fina elite de cada país mora em bairros multiculturais, com a fina elite de empresários, celebridades, etc. de muitos outros países e culturas. Onde é que pensa que vivem os príncipes arabes, os empresários africanos, os empresários aisáticos e outros quando estão na Europa? No seu bairro? Em Almada? No bairro do Cerco no Porto? No bairro amarelo na Caparica?

RESPONDER

Desafiando todas as teorias, uma galáxia distante resiste ao "banquete" do seu buraco negro

O telescópio aerotransportado SOFIA (Stratospheric Observatory for Infrared Astronomy) encontrou uma galáxia que sobrevive às forças vorazes de um quasar, continuando a "dar à luz" cerca de 100 novas estrelas do tamanho do Sol por …

O Sistema Solar vai desintegrar-se completamente (muito) mais cedo do que se pensava

Astrónomos e físicos têm tentado desvendar o destino final do Sistema Solar há centenas de anos. De acordo com novas simulações, o nosso sistema vai desintegrar-se mais cedo do que se pensava. Um dia, o nosso …

"Lavar as mãos". Vídeo da DGS é o mais popular do ano no YouTube

2020 foi um ano atípico em vários aspetos do quotidiano, obrigando à introdução de novas rotinas e ao reforço de outras por muitos já descuradas. Reflexo dessa disrupção é o ranking anual do YouTube, divulgado esta …

Drenthe falido: "Não é muito importante"

Antigo futebolista do Real Madrid não está preocupado com a declaração feita por um tribunal dos Países Baixos. Drenthe joga numa equipa da terceira divisão nacional. Royston Ricky Drenthe foi, enquanto adolescente, considerado um dos melhores …

Sonda espacial chinesa conclui recolha de amostras da superfície lunar

A sonda chinesa Chang'e 5 concluiu a recolha e armazenamento de rochas e detritos da superfície lunar, e prepara-se para voltar à Terra, informou esta quinta-feira a Administração Espacial Nacional da China. "Às 22 horas de …

Seca obriga Namíbia a por à venda 170 elefantes

A Namíbia, que se encontra em risco de seca, pôs à venda 170 elefantes vivos para reduzir o seu número no território, em parte devido ao crescente conflito entre humanos e animais desta espécie ameaçada …

Benfica 4 - 0 Lech Poznań | “Saco cheio” rumo ao apuramento

Um, dois, três e quatro. Foram estes os golos – apontados por Vertonghen, Darwin Núñez, Pizzi e Weigl – que o Benfica marcou na goleada que aplicou na noite desta quinta-feira ao Lech Poznań, num …

Cientistas encontram evidências de uso de drogas psicadélicas numa caverna com arte rupestre

Uma flor vermelha redemoinhada rabiscada numa parede de uma caverna há cerca de 400 anos é a primeira evidência definitiva de que os nativos norte-americanos consumiam drogas psicadélicas em locais de arte rupestre. Descoberta na caverna …

Musk queria batizar a sua tequila de "Teslaquila", mas o México disse que não

O multimilionário Elon Musk, CEO da Tesla e da Space X, quis batizar a sua tequila de "Teslaquila", mas as autoridades mexicanas impediram a utilização do nome, invocando os direitos do uso da palavra e …

Namíbia acaba de eleger um deputado chamado Adolf Hitler. É ativista e "anti-apartheid"

A Namíbia acaba de eleger nas eleições regionais um deputado chamado Adolf Hitler, um conhecido ativista e "anti-apartheid" em Uunona, a sua cidade natal, localizada no norte do país africano. "Adolf Hitler teve uma vitória …