Renault e Nissan detetam gastos suspeitos de Ghosn no valor de 11 milhões de euros

WEF / Flickr

Carlos Ghosn, Chairman e CEO da Renault-Nissan Alliance

A auditoria interna realizada pelo grupo francês Renault e pela japonesa Nissan na sua ‘joint-venture’ RNBV detetou uma despesa suspeita de 11 milhões de euros, utilizados para fins pessoais, pelo antigo dirigente Carlos Ghosn.

O Conselho de Administração da Renault indicou esta terça-feira que esta quantia inclui gastos extra de viagens de avião, doações a organizações sem fins lucrativos e outras despesas não especificadas, todas de Carlos Ghosn, noticia a agência Efe.

As conclusões definitivas da auditoria empreendida na Renault Nissan BV (RNBV), a ‘joint venture’ (parceria) entre a Renault e a Nissan, com sede na Holanda, confirmam as “deficiências ao nível da transparência financeira e procedimentos de controlo de gastos” apontadas em abril nos resultados provisórios.

Naquela ocasião, e com base nas conclusões preliminares, o Conselho de Administração pediu à Direção-Geral da Renault que abordasse a Nissan para que os dois acionistas decidissem “as medidas corretivas necessárias a aplicar até ao final do ano”.

O comunicado agora divulgado acrescenta que, à margem das medidas decididas então, foi pedido aos representantes da Renault que voltem a falar com os homólogos da Nissan para decidir “a implementação de ações judiciais” na sequência dos resultados da auditoria.

O ex-presidente da Renault-Nissan-Mitsubishi Carlos Ghosn foi detido em novembro último em Tóquio, Japão, por supostas irregularidades fiscais.

A polémica fez com que Carlos Ghosn primeiro cessasse funções como presidente da Nissan e da Mitsubishi e, posteriormente, renunciasse como executivo máximo da Renault.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Criada para prevenir a guerra, a ONU enfrenta um mundo profundamente polarizado

Criada após a Segunda Guerra Mundial para evitar novos conflitos, a Organização das Nações Unidas (ONU) comemora esta segunda-feira o 75.º aniversário, num mundo polarizado que enfrenta uma pandemia, conflitos regionais, uma economia em declínio …

Mulher cai de carro em movimento enquanto grava vídeo para o Snapchat

Uma mulher, que ocupava o lugar do passageiro de um carro em movimento, caiu numa auto-estrada enquanto filmava um vídeo para a rede social Snapchat, no Reino Unido. Segundo a CNN, a mulher estava pendurada na …

Nos Estados Unidos, a venda de discos em vinil ultrapassou a de CD pela primeira vez desde 1986

Pela primeira vez desde 1986, as vendas de discos de vinil ultrapassaram as vendas de CD nos Estados Unidos em 2020. Os números foram apresentados na semana passada pela Associação Americana da Indústria de Gravação, …

Mourinho espera ganhar sem jogar

Tottenham iria defrontar o Leyton Orient mas também no Reino Unido há jogos de futebol em causa por causa do coronavírus. O encontro entre Leyton Orient e Tottenham, relativo à terceira eliminatória da Taça da Liga …

A máfia italiana tem uma nova arma de recrutamento: o TikTok

Os jovens membros da Camorra, organização criminosa aliada à máfia siciliana, estão a recorrer ao TikTok para divulgar o seu estilo de vida e recrutar novos membros. Em maio, um vídeo foi publicado no TikTok que …

Os três segredos para ter um bom sistema imunológico são gratuitos, avisa Fauci

Manter o sistema imunológico saudável é um dos fatores-chave para lidar com a covid-19, o que não implica necessariamente a toma de suplementos vitamínicos. Há uns tempos, quando confrontado com o facto de a atriz Jennifer …

Pinguim encontrado morto no Brasil com uma máscara inteira no estômago

Um espécime de pinguim-de-Magalhães (Spheniscus magellanicus) foi encontrado morto numa popular praia brasileira e a autópsia ao corpo revelou que o animal tinha no seu estômago uma máscara de proteção facial N95. O animal foi …

Trump quer restabelecer sanções ao Irão. ONU rejeita apoiar posição norte-americana

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, disse que somente apoiará a restituição de sanções ao Irão, exigidas pelos Estados Unidos (EUA), se receber luz verde do Conselho de Segurança. Numa carta dirigida …

Designer holandês desenvolve "caixão vivo" feito com fibras de fungos

Um corpo humano pode demorar cerca de uma década a decompor-se dentro de um caixão. Com o Living Cocoon, o tempo é reduzido para dois ou três anos. Bob Hendrikx, biodesigner fundador da Loop, desenvolveu e …

Relógio em Nova Iorque mostra o tempo restante para reverter efeitos do aquecimento global

O Metronome, icónico relógio digital de Nova Iorque, deixou de mostrar o tempo do dia-a-dia e mostra agora o tempo restante que o nosso planeta tem para reverter os efeitos do aquecimento global. O relógio digital …