Renault quer voltar a negociar fusão com a Nissan (e comprar a Fiat)

Uma parceria entre a Renault e a Nissan pode voltar a ser uma realidade, após o fim da fusão em 2017. A empresa francesa quer voltar a reatar com a fabricante japonesa e planeia, posteriormente, comprar a Fiat.

Os planos da Renault para o domínio da indústria automóvel parecem estar em moção. No espaço do próximo ano, a Renault SA quer reerguer a parceria que mantinha com a Nissan Motor Co. O próximo passo será a compra da Fiat Chrysler Automobiles NV, informa a Bloomberg.

A antiga relação Renault-Nissan não terminou da melhor forma, após o escândalo em torno de Carlos Ghosn, o ex-presidente executiva da Renualt e presidente da Nissan. Ghosn foi acusado de vários crimes, entre os quais, a ocultação de rendimentos e até mesmo o desvio de dinheiro para comprar casas e férias.

Nascido no Brasil, descendente de libaneses e cidadão francês, Carlos Ghosn foi presidente da Nissan Motor Co e da aliança formada por Nissan, Renault e Mitsubishi Motors. O gestor foi interrogado no Japão após uma investigação a alegadas violações financeiras, no âmbito das quais terá declarado rendimento inferior ao real. Esteve preso, mas entretanto saiu em liberdade

Agora, a criação de uma renovada aliança é liderada pelo presidente da Renault, Jean-Dominique Senard. O objetivo é uma combinação entre a Renault, a Nissan, a Fiat e a Chrysler. Esta união permitiria concorrer com a Volkswagen, a maior produtora automóvel do mundo até ao momento.

Uma aliança entre a Renault e a Fiat já tinha sido proposta por Ghosn há cerca três anos. No entanto, a sua proposta foi interrompida pelo governo francês, segundo indica a Bloomberg.

Tanto a Renault como a Nissan já afirmaram publicamente que o foco é garantir que a aliança entre as duas empresas funcione bem antes de avançar com qualquer reestruturação do capital, desta o Jornal de Negócios.

A própria Fiat Chrysler está à procura de uma parceria ou fusão, e o presidente John Elkann já se reuniu com outros rivais, incluindo o PSA Group, da Peugeot, para avaliar a possibilidade de um acordo.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Sergio Moro diz que sai do Governo caso se provem irregularidades

O ministro da Justiça brasileiro reiterou a sua inocência no Senado, esta quarta-feira, mas afirmou que deixa o cargo caso se provem irregularidades nas mensagens trocadas com procuradores da Operação Lava Jato. "Estou absolutamente convicto das …

Nuvens brilhantes invadiram o céu de Espanha. Foi um "espetáculo quase inédito"

Este fim de semana, as nuvens noctilucentes (que em latim significa “brilho noturno”) ou nuvens mesosféricas polares foram vistas em Espanha. Surgem antes do amanhecer ou depois do pôr do sol, a sua cor varia normalmente …

Luís Enrique deixa comando da seleção espanhola (e já tem substituto)

Luis Enrique foi obrigado a abandonar o cargo de selecionador espanhol devido a um problema familiar que se arrasta desde março. “As razões que me impediram, desde março, de exercer normalmente as minhas funções de treinador …

Urso polar localizado em cidade russa longe do habitat natural

Um urso polar emagrecido foi visto numa cidade industrial da Sibéria, afastado para sul dos seus territórios de caça. As entidades de emergência da cidade de Norilsk, no Ártico Russo, alertaram na terça-feira os residentes locais …

Teixeira dos Santos não se arrepende de ter nomeado Vara e Santos Ferreira

O ex-ministro das Finanças disse, esta quarta-feira, no Parlamento que não tem "razões para se arrepender" de ter nomeado Armando Vara e Carlos Santos Ferreira para a administração da Caixa Geral de Depósitos (CGD). "Até este …

Rio disponível para acordo com PS na Lei de Bases da Saúde

O presidente do PSD considera haver margem para um acordo com o PS para uma nova Lei de Bases da Saúde, estando os sociais-democratas a identificar as propostas que considera essenciais, nas quais inclui as …

Boris Johnson soma e segue. Rory Stewart eliminado

O ministro para o Desenvolvimento Internacional, foi eliminado, esta quarta-feira, da eleição interna para a sucessão de Theresa May no partido conservador e para assumir o cargo de primeiro-ministro britânico, restando assim quatro dos dez …

Homem detido por suspeitas de envolvimento na morte de Emiliano Sala

Um homem de 64 anos, de North Yorkshire, no Reino Unido, foi detido esta quarta-feira por alegado envolvimento na morte do futebolista Emiliano Sala. A polícia de Dorset anunciou, esta tarde, a detenção de um homem …

População mundial pode atingir os 10 mil milhões em 2050

A população mundial está a ficar mais velha e a crescer a um ritmo mais lento, mas espera-se que suba dos atuais 7,7 mil milhões para 9,7 mil milhões em 2050, segundo o novo …

Três russos e um ucraniano acusados de terem derrubado o voo MH17

Quatro suspeitos vão ser julgados por homicídio, acusados de terem provocado a queda do avião do voo MH17 da Malasyia Airlines, ao terem disparado um míssil russo, a partir da zona separatista da Ucrânia. De acordo …