“Continua a pairar perigosamente”. Relógio do Juízo Final mantém-se a 100 segundos do Apocalipse

A Humanidade nunca esteve tão perto do Apocalipse, alertam os cientistas responsáveis pelo “Relógio do Juízo Final”, que decidiram mantê-lo na mesma posição do ano passado, a 100 segundos da meia-noite.

O relógio, que é uma imagem figurada em que a meia-noite representa o “Juízo Final”, converteu-se num indicador universalmente reconhecido da vulnerabilidade do mundo às ações do Homem e ao avanço da tecnologia para fins que podem levar à destruição.

Nesta quarta-feira, o Boletim dos Cientistas Atómicos, responsáveis por por definir as oscilações da ponteiro do relógio, revelarem que este vai manter-se na mesma posição do ano passado: a 100 segundos da meia noite.

No início de 2020, ainda antes da pandemia, o relógio sofreu um empurrão “pessimista”, passado de dois minutos até à meia noite para a 100 segundos até à mesma hora.

Os cientistas referiram que a decisão de manter inalterado o relógio foi tomada em plena pandemia de SARS-COV-2, sublinhando, citados pelo jornal The Independent, que o novo coronavírus não só matou e fez adoecer milhões de pessoas em todo o mundo, como também revelou o “quão despreparados e relutantes estão os países e o sistema internacional para lidar com as emergências globais de uma forma adequada”.

Os cientistas recordaram as ameaças “contínuas” relacionadas com as alterações climáticas e o desenvolvimento de armas nucleares que parecem ser cada vez mais perigosas, alertando ainda para o perigo da desinformação online.

No entender dos cientistas, a pandemia funcionou com uma espécie de alerta para a problemática das fake news e das teorias da conspiração: “Em 2020, mentir online matou literalmente [pessoas]”, escreveram os cientistas.

Os responsáveis do Boletim dos Cientistas Atómicos reconheceram vários pontos positivos alcançados recentemente, como os decretos assinados pelo recém-empossado Presidente-norte-americano Joe Bide, mas disseram que não houve progresso suficiente para evitar ameaças existências à Humanidade e, por isso, não foi possível atrasar o relógio.

“O Relógio do Juízo Final continua a pairar perigosamente, lembrando-nos de quanto trabalho é necessário para afastar os ponteiros da meia-noite”, disse Rachel Bronson, presidente do Boletim dos Cientistas Atómicos, citado pela emissora NBC News.

O “Relógio do Apocalipse” foi criado em meados de 1947 pela artista norte-americana Martyl Langsdorf, visando representar o grau de ameaça nuclear, ambiental e tecnológica à humanidade. À época, o relógio marcava 23h50, a dez minutos da meia noite que simboliza a ameaça máxima, o tempo de catástrofe nuclear.

Desde que foi criado, o relógio já foi ajustado 18 vezes.

A vez em que esteve mais perto da meia-noite foi em 1953, quando os Estados Unidos e a então União Soviética estavam a desenvolver a bomba de hidrogénio. Por outro lado, em 1991, as mudanças políticas na Europa de Leste permitiram que os ponteiros fossem afastados da meia-noite para os 17 minutos.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Inútil já que é impossível prever qualquer catástrofe tanto humana quanto climática / natural. Para mim, apenas uma tentativa fútil de alerta. Nem obra de arte eu considero isso.

  2. o Mundo antes de 1991 estava mais preparado Para Tudo, o Estado de Alerta constante da Guerra Fria,Era Util em muitas situaçoes ,se esta Pandemia fosse na Altura ,ja estaria controlada a bastante Tempo

RESPONDER

Diretor de Finanças de Lisboa está em substituição desde 2015. Já ultrapassa tempo de comissão de serviço

Fernando Lopes, a maior estrutura regional da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), é diretor da Direção de Finanças de Lisboa em regime de substituição desde março de 2015. Quando a então diretora regional, Helena Borges, foi …

Portugal regista mais quatro mortes e 636 novos casos de covid-19

Portugal registou, esta quinta-feira, mais quatro mortes e 636 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 636 …

Luís Correia lança-se a Castelo Branco, num movimento que ainda não tem nome

O movimento ainda não tem nome e a apresentação da candidatura não tem data marcada, mas Luís Correia já assumiu que vai liderar uma candidatura independente à Câmara Municipal de Castelo Branco. Luís Correia vai testar …

Pavilhão de escola de Matosinhos fechado devido a estirpe de legionella

O pavilhão desportivo da Escola Secundária Abel Salazar, em Matosinhos, está fechado devido à presença de uma estirpe de legionella detetada nas canalizações, mas que "não constitui qualquer perigo para a saúde", confirmou a câmara …

TAP regista um prejuízo recorde de 1,2 mil milhões em 2020

Com menos 12,4 milhões de passageiros transportados, a TAP apresentou um resultado líquido negativo de 1,230 mil milhões de euros em 2020, contra um prejuízo de 106 milhões de euros em 2019, segundo dados enviados …

Chega organiza Convenção para "Governar Portugal" no fim de maio, mas promete "uso das máscaras"

O Chega vai organizar a sua III Convenção Nacional entre 28 e 30 de maio, em Coimbra, tendo por base a moção estratégica "Governar Portugal" do presidente reeleito, André Ventura, disse hoje à Agência Lusa …

Falta de plano e reservas face à viabilidade. Banco de Fomento chumba empréstimo à Groundforce

O Banco Português de Fomento (BPF) não aprovou o empréstimo de 30 milhões de euros pedido pelo Conselho de Administração da Groundforce, por não haver um plano de reestruturação da empresa e por falta de …

Operação Lex. Juiz Luís Vaz das Neves arrisca reforma compulsiva

O juiz Luís Vaz das Neves, ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa e arguido na Operação Lex, arrisca passar à aposentação compulsiva.  De acordo com o Correio da Manhã, que avança a notícia esta quinta-feira, …

Nove administradores e 24 diretores. Banco de Fomento já terá fechado estrutura

O jornal ECO avança, esta quinta-feira, que a estrutura do Banco Português de Fomento vai contar com nove administradores, dos quais quatro são executivos, e 24 diretores. A estrutura do Banco de Fomento já estará fechada, …

Guerra aberta no PSD. Rui Rio arrisca repreensão, Adão Silva pode perder o mandato

Rui Rio, presidente do PSD, e Adão Silva, líder do grupo parlamentar, estão a ser alvo de um processo disciplinar aberto pelo Conselho de Jurisdição do partido e arriscam sanções. A decisão ainda não está tomada, …