O Relógio do Juízo Final avança 20 segundos. Faltam 100 para o Apocalipse

O Boletim de Cientistas Atómicos anunciou, esta quinta-feira, que o Relógio do Julízo Final está mais próximo do apocalipse. Especialistas avançaram o relógio 20 segundos para alertar líderes e cidadãos de todo o mundo que a situação da segurança internacional está mais perigosa do que nunca.

O relógio, que é uma imagem figurada em que a meia-noite representa o “Juízo Final”, converteu-se num indicador universalmente reconhecido da vulnerabilidade do mundo às ações do homem e ao avanço da tecnologia para fins que podem levar à nossa destruição.

Os cientistas anunciaram que este marcador simbólico do fim do mundo está agora a 100 segundos da meia-noite. “A humanidade continua a enfrentar dois perigos existenciais simultâneos: guerra nuclear e mudança climática, que são agravadas por um multiplicador de ameaças, uma guerra cibernética da informação que mina a capacidade de resposta da sociedade”, escreveu a comunidade científica em comunicado.

Os especialistas lamentam que os líderes mundiais tenham minado tratados importantes sobre o controlo de armas nucleares no ano passado e criado “um ambiente propício a uma corrida armamentista nuclear renovada”.

Os ponteiros do relógio avançavam, apesar do facto de os cientistas terem indicado que no ano passado a consciencialização pública cresceu sobre a crise climática “em grande parte devido a protestos em massa de jovens de todo o mundo”. No entanto, os investigadores acreditam que as ações do governo ainda estão longe de neutralizar o desafio.

O “Relógio do Apocalipse” foi criado em 1947 pelo artista Martyl Langsdorf, visando representar o grau de ameaça nuclear, ambiental e tecnológica à humanidade. À época, o relógio marcava 23h50, a dez minutos da meia noite que simboliza a ameaça máxima, o tempo de catástrofe nuclear.

Desde que foi criado, o relógio já foi ajustado 18 vezes. A vez em que esteve mais perto da meia-noite foi em 1953, quando os Estados Unidos e a então União Soviética estavam a desenvolver a bomba de hidrogénio. Por outro lado, em 1991, as mudanças políticas na Europa de Leste permitiram que os ponteiros fossem afastados da meia-noite para os 17 minutos.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. É sabido que o impacto ambiental da nossa existência, tem uma repercussão a trinta anos, imagine-se portanto o que ainda vamos passar, como só praticamente agora estamos a melhorar o nosso comportamento ambiental, só iremos sentir o efeito daqui a cerca de trinta anos, até lá vamos ter um aumento exponencial de fenómenos climáticos extremos. Vamos ter de nos habituar, não de nos adaptar, que não será possível, a este novo clima imprevisível, se não veja-se as previsões meteorológicas que estão constantemente a ser alteradas e ainda assim não batem certo.
    Quanto a guerra global, e nuclear não acredito que seja possível, ninguém é suficientemente louco para lançar a primeira bomba, até porque não haverá vencedores, apenas vencidos e terra queimada com fartura, terra que não servirá para nada durante séculos.

  2. O clima do planeta Terra tem sido a preocupação dos ambientalistas,que com suas idéias esdrúxulas querem o retrocesso ao passado.A evolução por que passamos tem dado ao planeta a oportunidade de retardar o seu fim previsível. Nós estamos vivendo momentos inusitados com a tecnologia chegando a pontos de nos tornarmos senhores do Cosmo,porquanto, é a única saída para sobrevivermos como seres do planeta Terra. Breve nós seremos chamados de alienígenas por habitantes do planeta 3728JL. Ambientalistas retrógrados parem de mentiras e não queiram voltar ao passado,quando cristãos (atual católicos) fizeram-nos retardar mil anos com a historias mentirosas.Na Grécia foram apagados os pensamentos de vários gênios,não esquecendo a Inquisição onde form para fogueira cientistas como Giordano Bruno,Galileu Galilei e outros mais. Basta de mentiras!… É o que pensa jlg21.com@gmail.com

RESPONDER

Estado pode deixar de ganhar dinheiro com empréstimo ao Novo Banco

Atualmente, o Fundo de Resolução paga juros de 2% e 1,38% pelos empréstimos contraídos junto do Estado para financiar as medidas de resolução do BES e do Banif, respetivamente. Porém, esse valor pode descer para …

Equipa de campanha de Trump processa The New York Times por difamação

A equipa de campanha de Donald Trump processou o The New York Times. Em causa está um artigo publicado em março do ano passado. A equipa de campanha de Donald Trump alega que o jornal publicou, …

Enfermeiros que deixem de ser chefes regressam ao início da carreira

Há enfermeiros que regressaram ao início de carreira depois de terem abandonado as suas funções de chefia, revela o jornal Público. Tal como escreve o matutino, que avança a notícia esta quinta-feira, para que estes …

"Ronaldo foi abandonado pela equipa". Imprensa italiana arrasa Juve e elogia CR7

O Lyon tirou partido do fator casa e surpreendeu a octocampeã italiana, Juventus, em França, e ganhou esta quarta-feira uma vantagem importante - embora ténue - na eliminatória com os bianconeri para a Liga dos …

Costa desaconselha viagens de finalistas. Associação de pais diz que "não vale o risco"

O primeiro-ministro, António Costa, admitiu esta quinta-feira que Portugal acabará por ter casos de coronavírus "mais cedo ou mais tarde". No entender líder do Executivo, que falava aos jornalistas em Bragança à margem da primeira …

Esquerda está contra, PSD não dá a mão. Montijo está em risco (mas "não há drama")

O ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos, vai respeitar a decisão da maioria do Parlamento. "Acataremos, não há drama". Esta quarta-feira, Pedro Nuno Santos respondeu às críticas da esquerda acerca da vontade do Governo …

Reino Unido admite abandonar negociações com a União Europeia

O Governo britânico admite abandonar as negociações com a União Europeia (UE) para um acordo pós-Brexit se não houver progressos até junho, refere um documento publicado esta quinta-feira com a posição do Reino Unido. Num documento …

Bancos avisam: Proibir comissões vai levar a fecho de balcões e despedimentos

A Associação Portuguesa de Bancos (APB) é contra a proibição de comissões bancárias ou a sua limitação em valor e em número, no MB Way e nos contratos de crédito. As propostas vão ser discutidas …

Juiz Vaz das Neves usou Relação de Lisboa para ganhar 280 mil euros com julgamento privado

O juiz Luís Vaz das Neves, ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa, usou o salão nobre do tribunal para um julgamento privado com o qual ganhou 280 mil euros. De acordo com o jornal Público, …

Sergio Ramos é rei e senhor dos cartões vermelhos. Domina em todas as provas

O central Sergio Ramos foi esta quarta-feira expulso pela 26.ª vez na derrota do Real Madrid no Bernabéu frente ao Manchester City (2-1), na primeira-mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões. O futebolista espanhol …