Relatório de Mueller sobre interferência russa será tornado público “dentro de uma semana”

O procurador-geral norte-americano, William Barr, anunciou que irá divulgar o relatório de Robert Mueller, responsável pela investigação às suspeitas de conluio da campanha de Donald Trump com o Kremlin, durante a próxima semana.

“Considero que é importante que as pessoas tenham a oportunidade de conhecer os resultados do trabalho do procurador-especial”, declarou Barr em resposta aos congressistas democratas que o questionaram sobre o tema, durante uma audição de rotina no comité orçamental da Câmara dos Representantes.

“O processo está a correr muito bem e o meu calendário inicial era que fosse possível divulgar isto em meados de abril”, acrescentou Barr, explicando que a demora se deve ao facto de o relatório ter de ser expurgado de informação sigilosa.

“Penso que dentro de uma semana estaremos em posição de divulgar o relatório ao grande público”, assegurou o procurador-geral, de acordo com o The New York Times.

Durante a audição, Barr anunciou que deu ao procurador-especial Robert Mueller a oportunidade de rever o relatório que o próprio Barr tornou público, como resumo das conclusões da investigação de Mueller e da sua equipa. O procurador-especial, no entanto, rejeitou essa proposta, segundo a CNN.

A presença do procurador-geral nesta audição tinha como objetivo discutir as necessidades orçamentais do Departamento da Justiça, razão pela qual Barr não mencionou a investigação de Mueller na sua intervenção inicial.

Os congressistas, porém, não hesitaram em abordar o assunto: “Não podemos ter esta audição sem mencionar o elefante na sala”, declarou o democrata José Serrano. “O senhor transformou um relatório de mais de 300 páginas numa carta de quatro páginas que supostamente resume as conclusões”, disse o democrata.

Barr respondeu afirmando que, a seu tempo, tudo será tornado público — com exceção da informação expurgada, cujo critério de seleção não foi esclarecido.

A investigação já resultou em acusações contra o ex-diretor de campanha de Donald Trump, Paul Manafort, e o braço direito, Rick Gates; e contra um ex-assessor do então candidato republicano, George Papadopoulos. Também foram acusados o ex-advogado de Trump, Michael Cohen; o primeiro assessor de Segurança Nacional na Casa Branca do atual presidente, Michael Flynn; além do estrategista político Roger Stone.

Dos 34 acusados, 26 são de nacionalidade russa. Mueller também acusou três companhias da Rússia por irregularidade, entre elas a Internet Research Agency, que teria promovido “uma guerra informativa” nas redes sociais para dividir a sociedade americana. SMuller não apresentou novas acusações no relatório.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O detetive a bordo do rover da NASA Perseverance

Marte está muito longe da famosa 221 Baker Street, mas um dos detetives mais conhecidos da ficção estará representado no Planeta Vermelho quando o rover Perseverance da NASA pousar no dia 18 de fevereiro de …

Nem o mar profundo se safa das alterações climáticas

Um novo estudo mostra que as alterações climáticas já estão a bater à porta do mar profundo, e os seus habitantes poderão em breve estar em perigo. De acordo com o site IFLScience, a equipa de …

Príncipe belga pede desculpa por violar confinamento em festa ilegal em Espanha

O príncipe Joachim da Bélgica disse “lamentar profundamente” não ter respeitado “todas as medidas” do confinamento durante uma viagem a Espanha, onde participou numa festa ilegal em Córdoba que está a ser investigada pela polícia. Depois …

Politólogo que previu que Trump seria Presidente vaticina a sua reeleição

O politólogo que previu que Donald Trump seria Presidente dos Estados Unidos vaticina agora a sua reeleição em novembro de 2020. Helmut Norpoth, professor de ciências políticas da Universidade Stony Brook, nos Estados Unidos, previu …

Índia regista mais de oito mil novos casos. Tem "uma longa batalha" pela frente

A Índia registou mais de oito mil novos casos de covid-19 num único dia, um novo recorde desde o início da pandemia no país, foi este domingo anunciado. O número de casos confirmados de covid-19 na …

Jovens bolivianos forçaram picada de viúva-negra. Queriam ser como o Homem-Aranha

Três irmãos bolivianos de 8, 10 e 12 anos acabaram hospitalizados depois de fazerem com que uma viúva negra os picasse para que ficassem com super-poderes como o Homem Aranha. "Pensando que a [picada] lhes …

Bloco exige retirada de norma "insultuosa" no apoio a recibos verdes

O Bloco de Esquerda (BE) exigiu este domingo ao Governo que retire do formulário de apoio para os trabalhadores independentes uma norma "insultuosa" que lhes exige o compromisso de retomarem a atividade no prazo de …

Espetada de porco 2.0. Novameat propõe carne impressa em 3D para o jantar

A Novameat, uma empresa espanhola de tecnologia alimentar, apresentou um novo produto: carne de porco à base de plantas impressa em 3D, a que batizaram de espetada de porco 2.0. A Novameat quer apoiar um sistema …

Uber acusada de exploração de trabalhadores em Itália

Um tribunal de Milão ordenou a nomeação de um administrador judicial para a Uber Itália durante um ano, após ter determinado que o serviço de entrega de refeições da empresa explorava os trabalhadores. De acordo com …

Pinto de Costa: "Se Rui Moreira tivesse avançado, não me candidatava"

Pinto da Costa revelou que não teria avançado para a recandidatura à presidência do FC Porto se o presidente da Câmara do Porto tivesse entrado na corrida. "Se o Rui Moreira se tivesse candidatado, embora …