Reino Unido abandona Erasmus. Estudantes vão ter novo programa Turing

O Reino Unido abandonou o programa de intercâmbio Erasmus, depois do acordo comercial pós-Brexit alcançado com a União Europeia na quinta-feira, e o primeiro-ministro Boris Johnson anunciou um programa substituto, com o nome do matemático britânico Alan Turing.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, abandonou o programa de intercâmbio europeu para estudantes Erasmus, no âmbito do acordo que regerá as relações comerciais entre o Reino Unido e a União Europeia (UE) depois do Brexit, alcançado na quinta-feira, alegando questões de custo e anunciando um programa global para o substituir, com o nome do matemático e cientista da computação britânico Alan Turing.

Sublinhando que a decisão foi “difícil”, Boris Johnson explicou que, embora tenha sido uma “maravilhoso” receber tantos estudantes europeus, o programa Erasmus era “extremamente caro” para o Reino Unido.

No entanto, em janeiro, Boris Johnson tinha garantido aos parlamentares britânicos que “não havia qualquer ameaça ao programa Erasmus”.

O programa Erasmus, acrónimo do nome oficial em língua inglesa, European Region Action Scheme for the Mobility of University Students, apoia e facilita a mobilidade académica e o intercâmbio de estudantes e professores universitários através do mundo inteiro.

O acrónimo Erasmus foi escolhido por coincidir com o nome em latim do filósofo, teólogo, e humanista Erasmo de Roterdão. O programa foi criado em 1987, e envolve atualmente o intercâmbio anual de milhares de estudantes de mais de 4,000 instituições de ensino superior de 37 países.

Na semana passada, o ministro do Gabinete, Michael Gove, afirmou que as probabilidades de um acordo de comércio com a União Europeia eram inferiores a 50%, devido a vários pontos de divergência, mas que questões como a participação britânica nos programas europeus de investigação científica Horizonte Europa e de intercâmbio de estudantes Erasmus já tinham acordo.

Na sequência da mudança de posição conhecida depois do acordo comercial com a UE, o chefe do governo conservador anunciou um programa nacional para permitir que estudantes britânicos frequentem as “melhores universidades” de todo o mundo e não apenas da Europa.

Assim, o programa Erasmus, no qual o Reino Unido participa desde 1987, dará lugar naquele país ao programa Alan Turing.

O chefe das negociações para o Brexit da União Europeia, Michel Barnier, expressou o seu “pesar” pelo abandono do programa, pedindo ao governo britânico para mostrar “rapidamente” e com “clareza” a solução alternativa que irá implementar.

Para os cerca de 150.000 estudantes europeus atualmente no Reino Unido, frequentar uma universidade naquele país será agora mais caro e complicado.

A União Europeia e o Reino Unido chegaram na quinta-feira a um acordo comercial pós-‘Brexit’, anunciou a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, em Bruxelas.

Chegámos finalmente a um acordo. Foi um longo caminho, mas temos um bom acordo, que é justo e equilibrado”, anunciou Von der Leyen numa conferência de imprensa com o negociador-chefe da UE, Michel Barnier, na sede do executivo comunitário.

A uma semana do final do “período de transição” para a consumação do ‘Brexit’ e da saída do Reino Unido do mercado único, o bloco europeu e Londres evitaram assim um ‘divórcio’ desordenado, estabelecendo um acordo de comércio livre que regerá as relações futuras.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Partido de Le Pen desviou 6,8 milhões de fundos europeus, segundo jornal francês

O partido francês de extrema-direita União Nacional (RN, sigla original), liderado por Marine Le Pen, terá desviado 6,8 milhões de euros de fundos do Parlamento Europeu, revela este domingo um inquérito policial noticiado pelo Le …

Proporção divina. Antiga fórmula grega pode ser responsável pelo sucesso dos musicais

Desde 1972, quando "Jesus Christ Superstar" estreou na Broadway, os mais populares musicais quase unanimemente empregaram uma fórmula centenária conhecida como “a proporção divina” - e, surpreendentemente, parecem tê-lo feito acidentalmente. A proporção divina é um …

Egito já iniciou obras de alargamento do Canal do Suez

A Autoridade do Canal do Suez iniciou este sábado obras para ampliar dez quilómetros do troço sul, onde o navio Ever Given encalhou em março passado, causando o bloqueio de uma das vias de navegação …

Museu do Prado descobre erro de 500 anos numa das suas esculturas

O Museu do Prado, em Madrid, descobriu que uma das suas esculturas, que se pensava ser do século XV, é afinal uma obra do século XX. Em comunicado, o museu espanhol explicou que a escultura – …

Costa entrou em “modo avestruz” e Cabrita é uma “mancha”. Líder do CSD não poupa nas críticas

Francisco Rodrigues dos Santos fez duras críticas ao primeiro-ministro, António Costa, e ao ministro da Administração Interna, Eduarda Cabrita. O presidente do CDS-PP disse que o primeiro-ministro entrou "em modo avestruz no caso João Galamba" referindo-se …

Morreu o prefeito de São Paulo que venceu a covid-19, mas que perdeu a batalha para o cancro

O prefeito da cidade brasileira de São Paulo, Bruno Covas, morreu este domingo, aos 41 anos, vítima de cancro, segundo a imprensa brasileira e várias personalidades que nas redes sociais têm lamentado a sua morte. Bruno …

China não está a conseguir macacos de laboratório suficientes para responder à procura da comunidade científica

A proibição do comércio de animais selvagens e o crescimento da investigação científica estão a causar uma escassez de macacos de laboratório na China. A oferta cada vez menor de macacos de laboratório, amplamente usados em …

Câmara do Porto recusa hastear bandeira LGBT no dia contra a homofobia

A Câmara Municipal do Porto recusou hastear a bandeira LGBTI+ na próxima segunda-feira, dia 17 de Maio, data em que se assinala o Dia Internacional Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia. Segundo o Público, a autarquia …

E se fosse possível passar um mês no Palácio de Buckingham? O preço não seria para qualquer bolso

Viver num palácio pode ser o sonho de muitos, mas não é para a carteira de qualquer um. Agora, já se sabe quanto custaria alugar, durante um mês, uma das casas reais mais conhecidas da …

Cavaco Silva considera que seria "chocante" PSD aprovar reforma das Forças Armadas

O ex-Presidente da República defende que é "um erro grave" a reforma das Forças Armadas que o ministro da Defesa pretende fazer, afirmando que seria para si "chocante" ver o PSD aprová-la. "Considero um erro grave …