Regresso à normalidade pode começar na primavera, diz consultor da Casa Branca

O responsável pela ‘task force’ para o desenvolvimento de vacinas nos Estados Unidos (EUA), Moncef Slaoui, indicou que a vacina contra a covid-19 pode ter um “efeito duradouro”, depois de distribuída, e que a vida pode regressar ao normal a partir da primavera.

“Acho que podemos começar a ver algum impacto nas pessoas mais suscetíveis provavelmente no mês de janeiro e fevereiro”, disse no domingo à CBS News, citado pelo Diário de Notícias. “Mas, em termos populacionais, para que nossas vidas voltem ao normal, estamos falar de abril ou maio”, afirmou.

Slaoui considera “vital” que as pessoas se “confortem com o facto de termos luz ao fundo do túnel”, e que, assim, continuem a usar máscaras e a cumprir as medidas de segurança. Segundo o responsável, dentro de dias a FDA – Food and Drug Administration, irá aprovar a vacina da Pfizer/BioNTech.

Se “for aprovada no dia 10 ou 11, no minuto em que for aprovada, os carregamentos de vacinas vão começar”, assegurou, calculando que estas demorem “cerca de 24 horas” a chegar “aos diferentes locais de vacinação”. “Dentro de, eu diria, 36 horas após a aprovação, a primeira imunização poderia potencialmente ocorrer”, afirmou.

O responsável indicou que os efeitos secundários das vacinas da Pfizer e da Moderna duram cerca de um a dois dias. Com o que se sabe, “não há efeitos adversos graves associados a estas vacinas” e o governo dos EUA está “confiante de que a longo prazo essas vacinas permanecerão muito eficazes e seguras”, declarou.

À CNN, referiu que a eficácia da vacina pode durar “muitos anos”, incluindo em pessoas mais velhas ou vulneráveis, sendo necessário nova vacinação a cada três a cinco anos e que a resposta do corpo humano ao coronavírus será muito mais rápida uma vez a pessoa vacinada. Logo que 70% a 80% da população seja vacinada, “o vírus irá diminuir”, frisou.

Reino Unido começa a vacinação na terça-feira

Vacinas estão a ser enviadas para todo o Reino Unido em contentores frigoríficos, visando um programa de vacinação em massa que se inicia na terça-feira, estimando-se que estejam disponíveis nesse dia 800 mil doses.

Na semana passada, o Reino Unido tornou-se no primeiro país a autorizar a vacina Pfizer-BioNtech para uso de emergência. As vacinas serão administradas em cerca de 50 centros hospitalares na Inglaterra. Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte também iniciarão a vacinação na terça-feira.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Regresso à normalidade começa quando o grande lobby internacional chamado Covid-19 bem entender. Ainda vem aí uma terceira vaga conforme dizem, e depois talvez uma quarta. O negócio está bem montado e vai de vento em popa !

RESPONDER

Líder do CDS/Madeira omitiu empréstimo ao TC

Rui Barreto, líder do CDS Madeira, não declarou o empréstimo feito por César do Paço, a título individual, nas vésperas da campanha eleitoral para as legislativas regionais de 2019. O líder do CDS Madeira não declarou …

Washington D.C. pode estar prestes a tornar-se o 51.º estado dos EUA

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos votou mais uma vez um projeto de lei para conceder a Washington D.C. o estatuto de estado. A cidade pode vir a ser 51.º estado do país. De acordo …

Vai nascer um megacentro de dados em Sines. Investimento pode gerar até 1.200 empregos

O projeto de um novo data centre em Sines prevê um investimento de até 3,5 mil milhões de euros, que criará até 1.200 postos de trabalho diretos altamente qualificados. "Tem o potencial de ser o maior …

Oposição unida aborrece o senhor das contas. Aprovações podem pôr em causa estabilidade financeira

No Parlamento, o Governo continua a ser surpreendido com aprovações de medidas pela oposição. Nas Finanças, fazem-se contas e deixam-se avisos. "A repetição sistemática deste tipo de aprovações pela Assembleia da República poderá vir a colocar …

“Está tudo em aberto”. Capitães de Abril admitem abandonar celebrações (e desfile pode ser cancelado)

Após a polémica levantada pela exclusão da Iniciativa Liberal do cortejo, o presidente da Associação 25 de Abril (A25A), Vasco Lourenço, convocou uma reunião da comissão promotora do tradicional desfile comemorativo do 25 de Abril, …

Governo vai usar empréstimos para capitalizar empresas a fundo perdido. Estradas terão financiamento nacional

O Governo pode vir a usar os 2,3 mil milhões adicionais do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) para reforçar os capitais próprios das empresas e este dinheiro pode ser canalizado via subvenções a fundo …

Clubes que desistiram da Superliga vão ter de pagar multa (que pode ser de 300 milhões)

Os clubes que desistiram da ideia de formar uma Superliga Europeia vão ter de pagar uma multa. Apenas Real Madrid e Barcelona ainda não anunciaram a sua saída. Os relatos relativamente ao valor da coima variam …

Antiga moradia do Gerês de CR7 não vai ser demolida. O crime prescreveu

Apesar da IGAMAOT considerar que a construção foi executada à revelia do projeto aprovado, o Ministério Público diz que o caso tem de ser arquivado porque o crime prescreveu. De acordo com o que noticia o …

"Passaporte dourado". Férias, doações ou investimentos: o esquema de Malta para vender a sua nacionalidade

Malta, membro da União Europeia e do espaço Schengen, começou a vender a nacionalidade maltesa há mais de oito anos. Contudo, e-mails da empresa facilitadora, a Henley & Partners, mostram que a "ligação genuína" ao …

Aprovadas alterações à lei eleitoral autárquica. Eleitores em confinamento podem votar em casa e em lares

A Assembleia da República aprovou esta quinta-feira, por maioria, as alterações à lei eleitoral autárquica, que dá resposta às reivindicações dos movimentos de autarcas independentes que se queixavam de dificultar as candidaturas. Votaram a favor PS, …