Já há regras para os Santos Populares em Lisboa

Iberian Proteus / Flickr

Em conferência de imprensa, a Polícia de Segurança Pública (PSP) divulgou as medidas em vigor para esta semana, durante os festejos do Santo António em Lisboa.

O comandante Domingos Antunes, do Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da PSP, referiu que a PSP vai trabalhar em articulação com a Polícia Municipal durante os Santos Populares, em Lisboa, bem como com as juntas de freguesia, associações e coletividades que costumam estar envolvidas nos festejos.

O objetivo é “que ninguém tenha a tentação de abrir as suas portas para criar ajuntamentos”, já que os arraiais estão proibidos.

As autoridades frisaram também as questões relativas ao consumo de álcool, proibido na via pública: “A polícia não deixará de promover os autos”.

“As pessoas não devem sair de casa e deslocar-se para estas zonas, especialmente as do coração da cidade, porque vai haver fortes restrições a partir das 19h00 de dia 12 [sábado] e até às 2h00 ou 3h00 da manhã de dia 13, domingo. A polícia vai colocar grades a fazer esse condicionamento e essas limitações, sempre com uma lógica proporcional, de acordo com a dinâmica e mobilidade das pessoas”, foi explicado.

Os restaurantes estarão a funcionar até às 22h30, com meia hora de tolerância para as pessoas poderem abandonar os estabelecimentos e regressar a casa, pelo que “sempre que a polícia encontrar zonas de grande afluência e de ajuntamentos que violem as regras”, a PSP vai atuar “de forma reativa e preventiva”, condicionar esses acessos com grades ou fitas.

“Neste momento, o que se exige é que todos cumpramos as regras e temos de fazer este grande esforço individual, sabendo que isto é uma grande contrariedade à vida social – mas neste momento vivemos todos o maior desafio das nossas vidas, que é inverter o quadro pandémico para rapidamente retomar a vida social que todos pretendemos”, foi alertado.

António Carlos da Silva, da Administração Regional de Lisboa e Vale do Tejo, garantiu que não existe risco zero em relação a infeções de pessoas durante ajuntamentos mas que se tem feito “tudo por tudo” para que Lisboa não ultrapasse os 240 casos de covid-19 por 100 mil habitantes.

A Câmara de Lisboa anunciou que não iria autorizar a realização de arraiais populares devido à pandemia de covid-19, com Fernando Medina a apelar aos cidadãos para que compreendam a situação e evitem aglomerações.

Ana Isabel Moura, ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Defesa de Salgado alega diagnóstico preliminar de Alzheimer do ex-banqueiro

A defesa do antigo presidente do BES, que está a ser julgado por três crimes de abuso de confiança no âmbito da Operação Marquês, pediu ao tribunal uma perícia médica devido ao seu diagnóstico preliminar …

Três norte-americanos emitem carbono suficiente para matar uma pessoa, revela estudo

O estilo de vida de três norte-americanos leva a uma emissão de carbono suficiente para matar uma pessoa, revelou um novo artigo, concluindo ainda que as emissões de uma única usina a carvão podem causar …

Terceira dose da vacina da Pfizer aumenta "fortemente" a proteção contra a variante Delta

Farmacêutica norte-americana pretende submeter um novo pedido de autorização de emergência para a administração da terceira dose ao regulador, depois de já ter visto um pedido anterior ser recusado por falta de evidências científicas. Depois de …

Estabelecimentos abertos até às 02h00. Máscaras na rua acabam em setembro

O primeiro-ministro anunciou, esta quinta-feira, a partir do Palácio Nacional da Ajuda, as novas medidas de desconfinamento decididas no Conselho de Ministros. António Costa começou por referir que, graças às medidas restritivas dos últimos tempos, é …

Surpresa na Liga dos Campeões: Celtic é uma equipa de "terceira divisão"

Críticas à qualidade do plantel do gigante escocês, que nem passou da segunda pré-eliminatória de acesso à Liga dos Campeões. O Midtjylland fez a festa. Há uns tempos seria uma surpresa mas, nos anos mais recentes, …

Morreu o poeta e tradutor Pedro Tamen, aos 86 anos

O poeta e tradutor, de 86 anos, morreu, esta quinta-feira, em Setúbal, onde estava hospitalizado, disse à agência Lusa fonte próxima da família. Pedro Tamen, que além de poeta também foi tradutor, estreou-se, em 1956, com …

Corrida à Câmara de Lisboa divide CDS. Mesquita Nunes junta-se aos críticos

A escolha de Filipe Anacoreta Correia, em vez de João Gonçalves Pereira, para número dois da lista à Câmara de Lisboa está a gerar uma guerra interna no CDS. A escolha de Filipe Anacoreta Correia para …

Tragédia Hillsborough: morreu uma vítima, depois de 32 anos em estado vegetativo

Andrew Devine faleceu aos 55 anos. É oficialmente a 97.ª pessoa a morrer por causa do desastre em 1989, em Sheffield. De 15 de abril de 1989 até 27 de julho de 2021 passaram mais de …

Trabalhadores da Google só regressam aos escritórios em outubro e todos vacinados

A maioria dos trabalhadores da Google só regressará aos escritórios em meados de outubro, depois de ser totalmente vacinada, numa tentativa de combater a disseminação da variante Delta do novo coronavírus SARS-COV-2, anunciou esta quarta-feira …

Primeiro-ministro tunisino terá sido agredido antes de concordar em renunciar

O primeiro-ministro da Tunísia, Hichem Mechichi, terá sido alegadamente agredido dentro do palácio presidencial antes de ser afastado de cargo pelo chefe de Estado do país, Kais Saied. Mechichi e o restante governo foram demitidos na …