Governo aperta regras. Passageiros do Brasil ou Reino Unido têm de ter teste negativo e cumprir isolamento

Os passageiros provenientes do Brasil e do Reino Unido vão ser obrigados a apresentar um teste negativo e a cumprir 14 dias de isolamento profilático.

A partir deste domingo, os passageiros provenientes do Brasil e do Reino Unido são obrigados a apresentar um teste negativo à covid-19 feito nas últimas 72 horas e a cumprir um período de isolamento de 14 dias, mesmo que cheguem depois de uma escala noutros países.

“O despacho publicado em Diário da República vem reforçar a garantia de cumprimento das medidas já previstas para os voos e assegurar a igualdade de tratamento dos passageiros cuja viagem se inicia no Reino Unido ou no Brasil face àqueles que chegam a Portugal continental em voos diretos das mesmas origens, com natureza humanitária e para efeitos de repatriamento”, avança o Ministério da Administração Interna em comunicado.

Todos os voos, comerciais ou privados, com origem ou destino no Brasil e no Reino Unido, estão suspensos até dia 16 de março, sendo apenas permitidos voos humanitários e de repatriamento.

Isto significa que, até às 23h59 do dia 16, os passageiros de voos com origem inicial no Reino Unido ou no Brasil e que só tenham feito escala ou transitado em aeroportos de países cujo tráfego aéreo com destino a Portugal se encontra autorizado, estão obrigados a apresentar comprovativo de realização de teste “com resultado negativo, realizado nas 72 horas anteriores ao momento do embarque” e a cumprir “um período de isolamento profilático de 14 dias, no domicílio ou em local indicado pelas autoridades de saúde, ou aguardar pelo voo de ligação aos respetivos países de destino final em local próprio no interior do aeroporto”.

Segundo o Observador, a medida entra em vigor numa altura em que muitos passageiros procuram alternativas para contornar as regras de suspensão de voos entre o Reino Unido e Portugal. O diário escreve que a procura de ligações aéreas com escalas noutros países tem sido uma das soluções.

As companhias aéreas têm de remeter às autoridades de saúde a listagem dos passageiros com proveniência do Reino Unido ou do Brasil.

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) vai ser o responsável pela verificação do o país onde os passageiros realizaram o teste à covid-19. Se se confirmar ser no Reino Unido ou no Brasil, a informação é remetida às autoridades de saúde.

Liliana Malainho Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

    • Agora? Não ! Exigência de teste negativo já está imposto desde Julho de 2020 para passageiros vindos do Brasil. Novidade pode ser a quarentena e juntar Reino Unido ao Brasil. O erro foi não ser assim para todos os paises desde inicio. Aliás vai ficar igual, na opinião do nosso governo só há virus no Brasil e Reino Unido .

      • Agora ? Sim. Exigência não é escrever num papel é operacionalizar a medida e torná-la efectiva. Não basta publicar umas tretas que ninguém cumpre e muito menos ninguém verifica.
        Para este desgoverno o vírus só tem dois países, agora, Inglaterra e Brasil, porque não ouvem notícias que falam da estirpe Sul-Africana. Na próxima vaga a desculpa vai ser a estirpe Sul-Africana

RESPONDER

Task force muda regras. Vai ser mais difícil saber qual a vacina que será administrada

Vai ser mais difícil para as pessoas acima dos 60 anos saber com antecedência qual será a vacina que vão receber (AstraZeneca, Pfizer e Moderna). Todas as semanas, as três vacinas passam a "rodar de …

O segredo dos bigodes dos animais tem a forma de um S (e reside na forma como dobram)

Há muitos mamíferos que têm bigodes para sentirem o ambiente à sua volta, semelhante à sensação do tato. No entanto, os meios pelos quais os bigodes comunicam essa sensação de toque ao cérebro ainda permaneciam …

O trabalho de um aluno de Física chamou a atenção dos investigadores quânticos da Amazon

Os cientistas têm várias preocupações relacionadas com o potencial dos computadores quânticos e o progresso neste campo tem sido muito lento. Recentemente, um dos obstáculos pode ter sido reduzido por um estudante de Física da …

Famosa rajada rápida de rádio bateu recorde (e revelou magnetosfera "dançante" em estrela de neutrões)

Duas equipas internacionais de astrónomos publicaram dois artigos científicos com novas informações sobre a famosa rajada rápida de rádio FRB20180916B. No estudo publicado na Astrophysical Journal Letters, os cientistas mediram a radiação das explosões nas frequências …

Farense 0-1 Sporting | Beto e Adán gigantes em noite de recorde leonino

O Sporting sofreu bastante para levar os três pontos na visita ao Farense. O líder do campeonato marcou um golo, por Pedro Gonçalves, dominou durante a primeira parte, mas na segunda deixou os algarvios criarem …

Uma simples mudança está a evitar a morte de um macaco em vias de extinção

Cientistas conseguiram dar uma tábua de salvação a uma espécie de macaco em risco de extinção, cujos espécimes são frequentemente atropelados por automóveis nas estradas de um parque nacional em Zanzibar. De acordo com a Lista …

Antigo rito sagrado "entre irmãos" pode ter sido, na verdade, o casamento homossexual

A adelfopoiese era uma cerimónia praticada historicamente na tradição cristã para unir duas pessoas do mesmo sexo - normalmente homens - num relacionamento reconhecido pela igreja, análogo ao irmão. Segundo documentos históricos, com 20 anos, Simeão …

Talin fechou uma estrada para que sapos e rãs possam atravessar em segurança

A capital da Estónia fechou uma estrada movimentada, durante as noites do mês de abril, para garantir que milhares de sapos e rãs conseguem atravessar em segurança para o local onde se vão reproduzir. Geralmente, são …

Organizador do White Lives Matter está a formar um novo grupo fascista (que quer uma guerra racial)

Organizador do White Lives Matter está a formar um novo grupo fascista, que procura agradar à opinião pública e quer ver uma guerra racial nos Estados Unidos. O organizador do abortado comício White Lives Matter, em …

Bezos nega que funcionários sejam vistos como "robôs". Mas Amazon deve tratá-los "melhor"

O ainda presidente executivo da Amazon, Jeff Bezos, enviou uma última carta aos acionistas da empresa, negando que os funcionários sejam "tratados como robôs", conforme alegaram alguns trabalhadores e críticos da empresa. Segundo Bezos - que …