Ministro quer reforma das Forças Armadas, mas oposição não passa “cheque em branco”

Mário Cruz / Lusa

O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho

João Gomes Cravinho quer alargar as competências do Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas. Os partidos mostram-se abertos, mas não passam cheques em branco.

O ministro João Gomes Cravinho quer “um consenso o mais abrangente possível” para as alterações na legislação da Defesa Nacional, à semelhança daquilo que aconteceu para a Lei de Programação Militar, a Lei das Infraestruturas Militares e o Estatuto do Antigo Combatente, “que foram aprovados com amplas maiorias”.

Gomes Cravinho manifestou o seu desejo de alargar as competências do Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas (CEMGFA), que passaria a comandar toda a atividade militar.

Além disso, o ministro da Defesa Nacional quer reforçar o diálogo político entre a União Europeia e os decisores africanos, por considerar que é insuficiente apesar de a maior parte das missões militares europeias serem quase todas em África.

Ao Expresso, a deputada Ana Miguel dos Santos diz que o PSD está “naturalmente aberto ao diálogo” mas que “tal não significa passar um cheque em branco”. Assim, a social-democrata pede ao ministro que as alterações sejam feitas com o envolvimento dos grupos parlamentares.

Gomes Cravinho assegurou à Lusa que os três ramos das Forças Armadas (Exército, Força Aérea e Marinha) “continuarão a existir e a ter uma identidade própria”. No entanto, o presidente da Associação de Oficiais das Forças Armadas, o tenente-coronel António Mota, vê com preocupação o que descreveu como uma “concentração excessiva de poderes” no CEMGFA.

O deputado António Filipe diz que da parte do PCP “estará obviamente tudo em aberto”, mas realça que “outras reestruturações feitas no sentido do reforço dos poderes do CEMGFA não foram propriamente bem-sucedidas”.

O comunista fala nomeadamente da reforma da saúde militar, que também foi justificada com a necessidade de “centralizar competências no CEMGFA”.

“Foram extintos os hospitais dos vários ramos, destruiu-se o que havia e o que se construiu não foi um progresso. Houve um retrocesso grave em matéria de saúde militar”, lamentou António Filipe ao Expresso.

João Vasconcelos, coordenador do grupo parlamentar do Bloco de Esquerda na Comissão de Defesa Nacional, alertou para uma eventual “subalternização do poder político aos sectores militares”. O bloquista teme que o poder político possa “ficar diminuído”.

O ministro argumenta, por sua vez, que “a atual estrutura está já bastante desfasada das necessidades contemporâneas e sobretudo não favorece a gestão dos desafios das décadas de 20 e 30 deste século”.

O deputado João Gonçalves Pereira diz que o CDS “tem, por regra, feito parte do arco alargado de partidos que aprovam as alterações às leis essenciais na área da Defesa”. Ainda assim, os centristas querem ver “a proposta em concreto”.

Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Rui Pereira demite-se da Mesa da Assembleia-Geral do Benfica em choque com Vieira

Rui Pereira demitiu-se do cargo de presidente da Mesa de Assembleia-Geral (MAG) do Benfica, por sentir que não tem o apoio dos corpos sociais na marcação de uma reunião magna extraordinária. Numa carta enviada ao presidente …

Rui Moreira recandidata-se à Câmara Municipal do Porto

O atual presidente da Câmara Municipal do Porto vai recandidatar-se à presidência da autarquia para um terceiro mandato, confirmou, este domingo, o presidente da direção da associação cívica – Porto, o Nosso Movimento. "É com enorme …

Cancelo testou positivo à covid-19 e será substituído por Dalot

Diogo Dalot vai substituir João Cancelo, que testou positivo ao novo coronavírus, nos convocados de Portugal, a dois dias da estreia no Euro 2020, informou, este domingo, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). "Diogo Dalot, internacional …

Já é possível prever quais as mulheres que poderão ter complicações graves na gravidez

Os métodos atuais para diagnosticar complicações numa gravidez não são sensíveis nem confiáveis ​​o suficiente para identificar todas as gestações de risco. Agora, cientistas descobriram uma forma de testar os níveis hormonais na placenta para …

Crianças têm dificuldade em entender emoções de pessoas com máscara

Um novo estudo mostra que crianças dos três aos cinco anos só conseguem entender as emoções escondidas por detrás das máscaras em apenas 40% das ocasiões. A equipa de investigação U-Vip (Unidade para Deficientes Visuais), liderada …

Cientistas identificam uma rara "hélice" magnética num sistema binário

De acordo com investigações que serão publicadas na revista The Astrophysical Journal, investigadores da Universidade de Notre Dame identificaram a primeira hélice magnética eclipsante num sistema estelar variável cataclísmico. O sistema estelar, conhecido como J0240, é …

Euro2020, 2º dia: Bélgica e Finlândia vencem em dia marcado pelo colapso de Eriksen

A Bélgica estreou-se hoje no Euro2020 de futebol com uma vitória expressiva sobre a Rússia (3-0), no Grupo B, num dia histórico para a Finlândia, mas manchado pelo colapso do dinamarquês Christian Eriksen, que lançou …

Bélgica 3-0 Rússia | Diabos belgas à solta em São Petersburgo

A Bélgica entrou com tudo nesta fase final do EURO 2020. Na noite deste sábado, os “diabos vermelhos” andaram à solta e silenciaram São Petersburgo. A Bélgica entrou hoje com o pé direito no Campeonato da …

Um braço robótico conseguiu ajudar um paciente a sentir o mundo

Recentemente, um implante neural permitiu que as pessoas escrevessem uma mensagem apenas com o pensamento. Agora, um novo braço robótico controlado por um implante está a criar curiosidade por conseguir enviar feedback tátil para o …

Dinamarca 0-1 Finlândia | Todos a pensar em Eriksen

A Finlândia venceu o seu encontro de estreia em fases finais de Campeonatos da Europa, num jogo em que o mais importante não foi o resultado final, mas sim a luta de Eriksen pela vida. A …