Com a redução do preço dos passes há mais dinheiro para “leite, tabaco e droga”

O especialista em Transportes e Vias de Comunicação Luís Cabral da Silva está a surpreender o país com as declarações que fez na SIC Notícias, onde salientou que com a redução do preço dos passes dos transportes públicos as pessoas “vão ter mais dinheiro para comprar leite, tabaco e droga”.

Numa intervenção na SIC Notícias sobre a medida do Governo de reduzir os preços dos passes dos transportes públicos, o engenheiro Luís Cabral da Silva, que é especialista em Transportes e Vias de Comunicação, começou por notar que a iniciativa é “boa”, mas que “devia ser devidamente preparada”.

Destacando a importância de haver “mais oferta” de transportes para responder ao previsível aumento da procura, Luís Cabral da Silva realçou que “a parte eleitoralista” da medida é que as pessoas “vão ter mais dinheiro para comprar leite, tabaco e droga“.

As declarações do engenheiro que tem participado em várias conferências sobre a temáticas dos transportes estão a criar burburinho nas redes sociais.

Luís Cabral da Silva é membro da Sociedade de Geografia de Lisboa (SGL) e foi o coordenador do estudo “Contributo para um Programa Integrado de Transportes Nacional”.

O especialista em transportes é também um dos signatários do manifesto “Portugal, uma ilha ferroviária na Europa”, assinado também por figuras como o ex-ministro Mira Amaral e os empresários Henrique Neto e Patrick Monteiro de Barros, e que apela ao Governo para começar já a negociar o próximo quadro comunitário 2021-2027 com a União Europeia, para a construção de linhas férreas de bitola europeia, sob pena de o país ficar dependente dos espanhóis e de as empresas nacionais perderem competitividade.

Portugueses de “primeira, segunda e terceira”

A redução dos preços dos passes, no âmbito do Programa de Apoio à Redução do Tarifário dos Transportes Públicos (PART) lançado pelo Governo, também já mereceu acusações de eleitoralismo por parte do PSD.

O presidente dos sociais-democratas, Rui Rio, diz agora que a medida criou portugueses de “primeira, segunda e terceira”, colocando os primeiros em Lisboa, os segundos no Porto e, por último, o resto do país.

“Do ponto de vista territorial, a medida tem de ser ajustada para que os portugueses sejam todos iguais”, destacou Rio, sublinhando que os passageiros da Área Metropolitana de Lisboa recebem “um subsídio de 26,7 euros por cada habitante para baixar o passe social”, enquanto que os do Porto são subsidiados apenas “em 8,4 euros por habitante”. Já no resto do país, a verba fica-se por “menos de dois euros por habitante”, sublinhou.

Através do PART, que entrou em vigor no início deste mês de Abril, o Governo financia as Áreas Metropolitanas de Lisboa e do Porto e as 21 Comunidades Intermunicipais com 104 milhões de euros para apoiar a redução dos passes, através do Orçamento de Estado e das verbas do Fundo Ambiental.

SV, ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Não está perfeito, é verdade que não, mas para os laranjas tudo o que não seja feito por eles é uma porcaria!Já chateia sequer olhar para esses fungos ambulantes!

  2. Este País está cheio de FDP.
    Alguns deles, passam esse nível, e atingem o “mestrado” !!
    São os chamados FDP, reles!!!!
    Eis um exemplo!

  3. Normalmente o povo revolta-se quando lhe dizem as verdades…
    Mas o fosso entre os portugueses de primeira (Lisboa), segunda (Porto), terceira (restantes centros urbanos) e quarta categoria (localidades rurais que nem transportes dignos têm) aumenta.

    • o pior é que estes contribuintes do interior, nao andam de transportes publico (porque nao têm) mas vao pagar a redução dos passes dos restantes utentes

  4. Leite não bebo, drogas nada, não fumo… resta o álcool! Sim bebo o que consigo independentemente do que preciso gastar em combustível, impostos , reparações ou seja, tudo o que o meu automóvel necessita! Não uso transportes públicos, felizmente não necessito. Por “consigo” entenda-se o que poderá caber… Este país está cheio de cromos, fdx!

  5. Espero bem que as drogas a que este energumeno se referiu sejam aos medicamentos, porque há mesmo muito boa gente a gastar o ordenado quase ou mesmo todo na farmácia, infelizmente!

Fugitivo promete entregar-se se tiver 15.000 "gostos". Polícia dos EUA aceita

A Polícia de Connecticut, nos Estados Unidos, informou esta quarta-feira que um fugitivo com vários mandados de prisão concordou entregar-se, mas com uma condição insólita: arrecadar 15.000 "gostos" no Facebook. De acordo com a Esquadra …

Há um pequeno satélite a revolucionar o setor espacial. Chama-se CubeSat

Apesar das pequenas dimensões do CubeSat, o satélite é capaz de efeitos extraordinários que estão a revolucionar o setor espacial. Os avanços da microeletrónica das últimas décadas permitiram desenvolver sistemas espaciais eficazes, de forma mais rápida …

Guardiola já terá chegado a acordo com a Juventus

O treinador espanhol Pep Guardiola já terá chegado a acordo com a Juventus para ser o próximo treinador dos bianconeri, avança a agência italiana AGI.  De acordo com a mesma fonte, Guardiola, de 48 anos, prepara-se …

Porto quer declarar guerra às gaivotas. "É uma questão de saúde"

Vários organismos reclamam que é necessário tomar medidas para controlar o excesso de gaivotas nas zonas urbanas, que se tem tornado num problema de saúde pública. São várias as queixas na zona do Porto por incidentes …

Esta cigarra é a mais ameaçada em Portugal. Só existe em dois ou três sítios do Alentejo

A Euryphara contentei - há quem lhe chame só cigarrinha e há quem diga cigarrinha-verde - resiste apenas em alguns locais exíguos da planície alentejana. É a mais ameaçada das 13 espécies de cigarras que …

EUA anunciam ajuda de 16 mil milhões de dólares a agricultores prejudicados pela disputa comercial com a China

A administração Trump disponibilizará 16 mil milhões de dólares (cerca de 14 mil milhões de euros) para manter os agricultores à tona durante a guerra comercial entre os Estados Unidos (EUA) e a China, anunciou …

Perdeu a família e foi violada. Quase duas décadas depois, recebeu a maior indemnização de sempre na Índia

Na primavera de 2002, uma jovem de 19 anos, grávida de cinco meses, foi violada por 11 homens que lhe mataram a família. Teve que fingir-se de morta para escapar. Agora, 17 anos depois, o …

Ivo Rosa questiona legalidade de provas da ​Operação Marquês

O juiz de instrução criminal da Operação Marquês, Ivo Rosa, tem dúvidas sobre a legalidade de algumas provas recolhidas na investigação, tendo assinado um despacho que enviou para os advogados dos arguidos para se pronunciarem. Segundo …

"Desprezo" do Governo terá "consequências terríveis" no futuro, avisa Fenprof

O secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, argumentou que o Governo “desrespeita, desvaloriza e até chega a manifestar desprezo pelos professores”, o que terá “consequências terríveis para o futuro”, como a falta de docentes. “O que temos …

Berardo admite que se excedeu no Parlamento. "Tenho servido de bode expiatório"

O empresário José Berardo, mais conhecido por Joe Berardo, admitiu esta quinta-feira que se excedeu durante a sua audição na comissão parlamentar de inquérito à Caixa Geral de Depósitos, mas disse que não tinha a …