Rastreio generalizado nos lares “não é uma emergência”, diz DGS. Misericórdias apontam “urgência séria”

Pedro Sarmento Costa / Lusa

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, disse que a realização de testes em lares de idosos obedece a um plano e não é uma emergência temporal, explicando que a grande prioridade é testar os casos suspeitos, deixando para segundo plano o teste nos trabalhadores assintomáticos.

“A nossa grande prioridade é num lar onde exista uma pessoa suspeita. Serão feitos testes de imediato, quer nos profissionais, como nos residentes. Ao mesmo tempo, está a ser feito um rastreio nas pessoas assintomáticas, a começar pelos trabalhadores desses lares. Esse rastreio obedece a um plano, não é uma emergência em termos de tempo”, afirmou a responsável em resposta à Rádio Renascença.

Os resultados desses testes, esclareceu, “indicam que a taxa de pessoas assintomáticas, e que foi submetida a um rastreio, não tem permitido encontrar muitas situações”.

“Está a ser desenvolvido um plano nacional, cada região com a sua própria dinâmica e método. O Ministério da Saúde assegura as situações que se considera suspeitos. Temos duas situações neste momento em vigor: uma de triagem e outra de diagnóstico”, referiu.

Como lembrou a Renascença, existem vários casos de idosos contagiados em lares de idosos, sobretudo no Norte do país. Até à semana passada, um total de 327 desses casos tinham morrido, o que representava 40% do total de casos fatais confirmados pelas autoridades de saúde portuguesas.

Na sexta-feira o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, avançou que mais de metade dos trabalhadores em lares de idosos já foram testados e 10% estão infetados.

Na segunda-feira, a ministra da Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, disse que o programa de testes à Covid-19 nos lares do país deverá ficar concluído dentro de três semanas, abrangendo 65 mil trabalhadores, mantendo-se depois em monitorização.

Misericórdias: é “urgência séria” testar em lares

Por sua vez, o presidente da União das Misericórdias Portuguesas, Manuel Lemos, disse à Renascença que há uma dupla função nos testes à Covid-19, o que torna urgente a sua realização nos lares de idosos.

“Os testes têm aqui um sintoma e uma função que vai muito para além da questão científica de saber se a pessoa está ou não está infetada. Tem um outro valor que, neste momento, é porventura muito mais importante: a garantia que estamos a dar às pessoas, aos familiares das pessoas e, sobretudo, aos nossos colaboradores que vale a pena estarmos isolados”, afirmou.

“É por isso que consideramos uma urgência séria fazer testes em todos os lares”, frisou, respondendo, assim, à Diretora-Geral da Saúde.

Manuel Lemos continua a pedir aos provedores que enviem semanalmente dados sobre a situação relativa à pandemia dos lares que tutelam, informação que o responsável pretende tornar públicos para garantir mais apoios e equipamento.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Polícia de Hong Kong detém 180 manifestantes. E elogia lei da segurança nacional

A polícia de Hong Kong elogiou a lei da segurança nacional chinesa, horas depois de ter detido pelo menos 180 manifestantes que protestaram, este domingo, contra a legislação anunciada por Pequim. O comissário da polícia, Tang Ping-keung, …

Pinto da Costa recandidata-se a "pensar nas dificuldades do presente"

Pinto da Costa admitiu, este domingo, no lançamento do site oficial da recandidatura à presidência do FC Porto, que vai a eleições "a pensar nas dificuldades tremendas do presente". No site oficial da sua candidatura, Pinto …

Abraços e apertos de mão. Bolsonaro junta-se a manifestação sem distanciamento social

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, participou, este domingo, em mais uma manifestação sem respeitar as regras de distanciamento social. A manifestação decorrer na Praça dos Três Poderes, em Brasília. De acordo com o jornal Público, …

"Relativamente rápido". Centeno acredita que países europeus vão recuperar da crise até ao fim de 2022

O ministro das Finanças português e presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, acredita que a União Europeia vai conseguir ultrapassar a crise económica provocada pela pandemia de covid-19 de forma "relativamente rápida". Em entrevista ao jornal alemão …

Florentino congelado e Jota (e mais dois) na porta de saída. Mercado já mexe na Luz

Apesar da pandemia, que paralisou quase todas as competições europeias e que deverá atrasar a janela de transferência no futebol, o mercado já mexe na Luz. A imprensa desportiva dá conta nesta segunda-feira que Florentino …

Cova da Piedade abandona direção da Liga e convida Proença a demitir-se

O Cova da Piedade juntou-se ao Benfica na decisão de abandonar a direção da Liga de clubes e convidou Pedro Proença a demitir-se da presidência do organismo. Em comunicado, o Cova da Piedade justifica a decisão …

Milhares foram a banhos este domingo. Só nas praias da Caparica estiveram mais de 180 mil pessoas

As elevadas temperaturas que se fizeram sentir neste domingo levaram milhares de portugueses à praias. Só na Costa da Caparica, no concelho de Almada, mais de 180 mil pessoas foram a banhos. Entre as 9 e …

"Há outras prioridades". Ana Gomes está a refletir sem "pressa" sobre eventual candidatura a Belém

No espaço de comentário da SIC Notícias, a ex-eurodeputada Ana Gomes disse que ainda está a "refletir" sobre uma eventual candidatura à Presidência da República. Ana Gomes ainda não tomou uma decisão sobre uma possível candidatura …

Há quatro distritos sem meios aéreos de combate a incêndios. PSD denuncia "grave violação do planeamento"

O PSD denuncia a falta de, pelo menos, oito helicópteros ligeiros e de todas as aeronaves de coordenação previstas no Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais. Este domingo, o PSD questionou o Governo relativamente ao …

Desemprego sobe 52% entre jovens até aos 24 anos

O desemprego entre os jovens até aos 24 anos disparou à boleia da pandemia de covid-19, que já fez mais de 1.300 vítimas mortais em Portugal. De acordo com o Jornal de Notícias, que avança …