Portimonense 1-3 Sporting CP | Raphinha dá vida a visão de Bruno

O Sporting assumiu a liderança da Liga NOS, ao arrancar uma vitória por 3-1 no terreno do Portimonense. Raphinha foi o herói da partida ao apontar dois golos.

Num jogo que teve um arranque louco, com três golos em nove minutos, dois para os “leões”, a formação de Alvalade foi, sobretudo, mais competente no ataque, pois os algarvios até tiveram mais bola e remataram com mais frequência, mas apenas enquadraram duas de 16 tentativas, contra seis em 11 dos comandados de Marcel Keizer. Raphinha, com dois golos, e Bruno Fernandes, com três assistências, foram as grandes figuras leoninas.

O jogo explicado em números

  • Início arrasador do Sporting, a marcar dois golos nos primeiros dois remates, dentro dos primeiros cinco minutos, ambos após assistências de Bruno Fernandes. O primeiro, por Raphinha (2′), com o brasileiro a flectir para o meio e a rematar colocado de pé esquerdo. Em seguida, o médio português fez o passe para Luiz Phellype (5′) encostar facilmente para o 2-0. Mas a resposta foi rápida.
  • Aos nove minutos, Rômulo reduziu de grande penalidade, após falta de Mathieu sobre Iuri na grande área. Três golos nos primeiros minutos e não houve outro a seguir, para o Sporting, de penálti, porque o árbitro reverteu uma decisão inicial, após recurso ao VAR.
  • Primeiro quarto-de-hora, portanto, de emoção e vertigem, com três golos em três remates, um para os algarvios, dois para os lisboetas, numa fase em que os “leões” tinham um pouco mais de bola (55%) e muita qualidade no passe (89% certos).
  • O jogo acalmou após estes primeiros minutos alucinantes e, à passagem da primeira meia-hora, o Sporting mandava nos acontecimentos, embora não de forma vincada, mas era o Portimonense a tentar mais o remate, com seis tentativas contra três, duas enquadradas (tantas quanto o “leão”). E os algarvios somavam os únicos três pontapés de canto do jogo.
  • Willyan, aos 38 minutos, cortou em cima da linha de golo um chapéu de Bruno Fernandes a Ricardo Ferreira, numa fase em que o jogo começava de novo a partir, e logo a seguir, Iury falhou de cabeça só com Renan Ribeiro pela frente.
  • Intervalo Muita emoção no Algarve, num jogo aberto com duas equipas à procura do golo e que teve um arranque alucinante, com três golos em nove minutos e muitas ocasiões. Os “leões” tiveram um pouco mais de iniciativa, mas os algarvios remataram mais, embora com menor qualidade e muitas vezes de fora da área leonina. O melhor em campo nesta fase era Raphinha, com um GoalPoint Rating de 6.9, graças ao grande golo que apontou, mas também aos três dribles eficazes em quatro tentativas.
  • Bom regresso do Portimonense para a segunda parte, a chegar à hora de jogo com 66% de posse de bola, mas somente dois remates e nenhum enquadrado. Contudo, era notória a intenção dos homens da casa em assumir as rédeas da partida e criar perigo. Mas a eficácia estava do outro lado.
  • Aos 65 minutos, Bruno Fernandes descobriu Raphinha do lado direito da grande área e serviu o brasileiro para o 3-1. Esta foi a terceira assistência do português no jogo e o segundo tento do extremo – ao terceiro remate leonino na etapa complementar, segundo enquadrado.
  • Jogo interessante de Luciano Vietto. O argentino, a partir do flanco esquerdo, não estava particularmente rematador, mas mostrava vontade e alguns pormenores interessantes, que lhe permitia somar cinco dribles eficazes em sete tentativas por volta dos 70 minutos, para além de um passe de ruptura.
  • Com o jogo controlado, os “leões” passaram a esperar pelo ataque do Portimonense, que tentava reduzir a desvantagem. Os algarvios melhoraram sobremaneira na qualidade do passe, com 87% de acerto na segunda parte, mas no ataque eram inofensivos, não conseguindo enquadrar qualquer disparo no segundo tempo.

O melhor em campo GoalPoint

O jogo não poderia ter corrido melhor a Raphinha. O extremo leonino foi o melhor em campo, com um GoalPoint Rating de 8.2, e foi bem cedo que começou a construir uma exibição de grande qualidade. Logo aos dois minutos flectiu da direita para o meio para marcar um grande golo de pé esquerdo. Já na segunda parte acorreu com competência a um excelente passe de Bruno Fernandes, para fazer o 3-1 final. O brasileiro completou ainda três de sete tentativas de drible (duas no último terço) e só não tem uma nota mais elevada porque desperdiçou uma ocasião flagrante de golo.

Jogadores em foco

  • Luciano Vietto 7.1 – Boa estreia do argentino a titular no Sporting. Vietto foi o segundo melhor em campo, fruto essencialmente da facilidade em ultrapassar os adversários. Ao todo tentou nove vezes o drible e teve sucesso em seis, somou quatro desarmes e seis recuperações de posse e ainda registou um passe de ruptura.

Luis Forra / Lusa

  • Bruno Fernandes 6.8 – Mais uma prestação fundamental do médio luso a servir o ataque leonino. Logo aos dois minutos fez a primeira de três assistências na partida, num total de cinco passes para finalização, e ainda realizou três bloqueios de passe. Desta feita não foi além de um remate (enquadrado).
  • Rômulo 6.6 – O melhor do Portimonense foi o autor do golo algarvio, de grande penalidade. O brasileiro fez dois remates (um enquadrado), dois passes para finalização e esteve muito bem no cruzamento, com seis, três deles eficazes.
  • Lucas Fernandes 6.2 – O médio brasileiro entrou ao intervalo para emprestar a habitual qualidade do seu jogo. Lucas fez três remates, todos de fora da área, realizou um passe para finalização, completou as três tentativas de drible a falhou somente um de 36 passes.
  • Bruno Tabata 6.1 – Mais um brasileiro do Portimonense a realizar uma boa exibição. O extremo foi, a par de Bruno Fernandes, o jogador com mais passes para finalização (não encontrou nos colegas de equipa a mesma competência que o “leão” testemunhou nos companheiros na hora de rematar), recuperou oito vezes a posse de bola e teve sucesso em duas de oito tentativas de drible.
  • Luiz Phellype 5.9 – Sem Bas Dost, o brasileiro é o foco de todas as atenções leoninas no momento de finalizar, e voltou a marcar, embora um golo fácil. De resto teve pouca interveniência na partida.

Resumo

PARTILHAR

RESPONDER

Siza Vieira admite aulas por canais "estilo youtube" ou TV por cabo

O Governo está a estudar soluções que garantam que todos os alunos têm acesso aos conteúdos educativos no terceiro período, adiantou o ministro da Economia. O Governo está a estudar soluções que garantam que todos os …

Retificação ao diploma do lay-off simplificado trava despedimentos

Uma retificação ao diploma inicial do ‘lay-off’ simplificado, hoje publicada, vem acautelar que nenhum trabalhador de empresas que recorra a este apoio pode ser alvo de despedimento coletivo ou extinção de posto de trabalho. O decreto-lei …

Rocha desafia teoria da escassez de oxigénio na Terra primitiva

Uma rocha sedimentar única rica em carbono, depositada há dois mil milhões de anos, deu aos cientistas novas pistas sobre as concentrações de oxigénio na superfície da Terra nessa época. De acordo com a agência Europa Press, …

As bactérias formam comunidades na nossa língua (e uma imagem revela como)

Cientistas norte-americanos descobriram que as bactérias que vivem na nossa língua têm uma organização complexa e altamente estruturada. Os micro-organismos estão em toda a parte - até no interior da nossa boca. Um novo estudo revela …

Como sobreviver ao isolamento? Astronautas explicam

Em todo o mundo, cidades e até países inteiros estão em quarentena como forma de travar a propagação do novo coronavírus, Covid-19. Alguns astronautas deixaram conselhos sobre como sobreviver ao isolamento. Para alguns, o auto isolamento …

"Indiana Jones do mundo da arte" recupera manuscrito do poeta persa Hafez

Uma das primeiras cópias do reverenciado Divan do autor do século XIV Hafez, iluminado com ouro, será leiloado no início de abril. O famoso poeta persa do século XIV, Hafez, escreveu uma coleção de versos místicos …

O palco onde os Beatles atuaram pela primeira vez está à venda

O palco de madeira onde os Beatles atuaram pela primeira vez está à venda. Agora, alguém poderá replicar o primeiro concerto da famosa banda. A 10 de abril, em comemoração dos 50 anos da separação da …

Células estaminais podem ajudar a proteger os astronautas da radiação espacial

Assim que os astronautas deixam a proteção do campo magnético da Terra, ficam automaticamente expostos a níveis elevados de radiação cósmica. A Agência Espacial Europeia (ESA) está cada vez mais focada em investigações para reduzir …

Pandemia pode trazer nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas

A pandemia de Covid-19 pode trazer uma nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas como limpeza de superfícies infetadas ou vigiar pessoas em quarentena, afirmam esta quarta-feira alguns dos principais investigadores internacionais em …

Multimilionários refugiam-se da Covid-19 a bordo de iates

Vários multimilionários têm procurado refugiar-se da pandemia de Covid-19, que nasceu em dezembro passado na China, em alto mar, a bordo de iates de luxo. Em declarações ao jornal The Telegraph, Jonathan Beckett, executivo da …