“Quem acusou Sócrates tem de provar. Se não provar tem de ser punido”

Ricardo Stuckert / Instituto Lula

Lula da Silva no lançamento do livro de José Sócrates

O ex-Presidente brasileiro, Lula da Silva, defende punição de procuradores da Operação Marquês, caso a acusação contra José Sócrates seja arquivada.

Esta terça-feira, em entrevista à RTP, Lula da Silva defendeu a punição dos procuradores que acusaram José Sócrates, caso a acusação da Operação Marquês venha a ser dada como não provada. “Se o Sócrates foi acusado por alguém [Ministério Público], esse alguém que o acusou tem que provar. Se não provar, essa pessoa tem que ser punida.”

Questionado sobre as semelhanças entre a Operação Marquês e os processos da Lava Jato que o levaram à prisão, o ex-Presidente brasileiro referiu que sempre teve boas relações com ex-Chefes de Estado como Mário Soares, Jorge Sampaio e Cavaco Silva e os ex-primeiro-ministro Durão Barroso e Passos Coelho, mas acrescentou que é “muito amigo” e gosta “especialmente” de Sócrates.

“O facto de um cidadão ser acusado não quer dizer nada. Quando você acusa uma pessoa, você tem que provar. Ou seja, se o Sócrates foi acusado por alguém [Ministério Público], esse alguém que o acusou tem que provar. Se não provar, essa pessoa tem que ser punida. Porque senão todos nós que fazemos política estamos à mercê do mau ‘caraterismo’ [mau carácter] político”, afirmou, citado pelo Observador.

A Operação Marquês encontra-se agora na fase de instrução criminal, depois de o Ministério Público ter deduzido acusação contra José Sócrates e mais 27 arguidos.

“Quero a minha inocência”

A 12 de julho de 2017, Lula da Silva foi condenado pelo juiz Sérgio Moro da 13ª Vara Federal de Curitiba a 9 anos e 6 meses de prisão por corrupção passiva e branqueamento de capitais no âmbito de um processo da Operação Lava Jato. A 24 de janeiro do ano passado, o Tribunal Regional Federal da Quarta Região de Curitiba confirmou a sentença do tribunal da primeira instância e aumentou a pena de prisão para 12 anos e um mês.

Em 23 de abril de 2019, o Superior Tribunal de Justiça manteve a condenação, mas reduziu a sentença do Tribunal Regional Federal da Quarta Região de Curitiba. Num outro caso, Lula foi condenado a 12 anos e 11 meses de prisão, sentença da qual recorreu, mas que ainda aguarda decisão.

Durante a entrevista, o ex-Presidente criticou a Justiça brasileira por não lhe dar garantias de defesa e por, segundo ele, ter produzido uma sentença com pena de prisão sem qualquer prova.

Questionado sobre a possibilidade legal de passar a uma regime semi-aberto – a lei brasileira permite que após o cumprimento de um sexto da pena de prisão, o recluso saia da prisão para trabalhar, regressando ao estabelecimento prisional ao final do dia -, Lula recusou essa hipótese.

“Eu não quero progressão de pena, eu quero a minha inocência”, sublinhou.

Lula disse que as acusações da Lava Jato contra si são “acusações políticas” e apontou o dedo a Sérgio Moro. Houve “um conluio entre o juiz, o procurador, a Polícia Federal através dos delegados que fizeram o inquérito e a imprensa” que levaram a “inquéritos policiais mentirosos, acusações do Ministério Público mentirosas e sentença mentirosa”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. acho certas as palavras de Lula, a cerca de Sócrates. Este foi acusado, prendido, enxovalhado. Ou o MP prova as acusações, ,ou não o faz e nesse caso todos os intervenientes no processo do MP incluindo procuradores e ex-procuradores gerais, devem ser responsabilizados no mesmo grau com que ofenderam a vitima da acusação…e destituídos, no mínimo..pois não pode condescender-se com aleivosias deste tamanho que poem em causa a liberdade e a vida duma pessoa….tem que ter fortes consequencias

RESPONDER

Num jardim zoológico da Austrália, há concertos ao vivo (para entreter os elefantes)

https://vimeo.com/372400002 O jardim zoológico de Melbourne está a desenvolver um programa mundial de músicos para tocar para a sua multigeracional manada de elefantes asiáticos em perigo de extinção para que melhore a ligação entre os seis …

Montijo: ANA pede mais tempo para analisar medidas de mitigação ambiental

A ANA – Aeroportos de Portugal pediu à Agência Portuguesa do Ambiente (APA) uma prorrogação do prazo para analisar as medidas de mitigação propostas pela entidade na Declaração de Impacte Ambiental (DIA) do futuro aeroporto …

Sérgio Conceição ultrapassa número de jogos de José Mourinho

No jogo deste domingo, que o FC Porto acabou por vencer o Boavista com um golo solitário de Alex Telles, Sérgio Conceição cumpriu o seu 128.º jogo como treinador dos dragões - mais uma partida …

Governo australiano acusado de censurar livro sobre história de Timor-Leste

O Ministério dos Negócios Estrangeiros australiano está alegadamente a tentar censurar partes do primeiro de dois volumes da história de operações militares em Timor-Leste, o dedicado à Força Internacional para Timor-Leste (Interfet), segundo revelou a imprensa …

Norte-americanos acordaram com mensagens de texto estranhas nos seus telemóveis

Na passada quinta-feira, uma grande parte da população norte-americana recebeu mensagens estranhas e inexplicáveis, muitas das quais desconfortáveis e até preocupantes. Stephanie Bovee, uma norte-americana de 28 anos de Portland, no oeste dos Estados Unidos, acordou …

Pai que fugiu por 15 países com os dois filhos no ano passado encontrado pela PSP

O pai mudou 15 vezes de país com as crianças desde o verão passado sempre sem o consentimento da mãe e sem que a mãe tivesse qualquer notícia do paradeiro dos filhos, revela a PSP. A …

Daesh está a tentar criar um novo Estado islâmico nas Filipinas

Há dois anos que a bandeira negra do Daesh deixou de esvoaçar no topo de um edifício da cidade de Marawi, em Mindanau, no sul das Filipinas, e o Presidente, Rodrigo Duterte, declarou tê-lo derrotado. …

Operação Marquês. Ex-secretário de Estado de Passos Coelho chamado como testemunha

O juiz de instrução da Operação Marquês, Ivo Rosa, decidiu chamar o ex-secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações Silva Monteiro como testemunha, avança a SIC Notícias. Segundo apurou a estação televisiva, o ex-governante …

Apple e Goldman Sachs acusados de terem criado cartão de crédito sexista

A Apple e o Goldman Sachs estão a ser acusados de terem lançado um cartão de crédito que discrimina os utilizadores em função do género. Um dos últimos a juntar ao rol de críticas ao Apple …

Grimaldo joga consecutivamente há 68 jornadas (só é ultrapassado por um guarda-redes)

Alejandro Grimaldo está há 68 jornadas a jogar consecutivamente a titular na lateral esquerda do Benfica - são dois anos sem descanso. Os números são avançados pelo desportivo A Bola, que dá conta que o lateral-esquerdo …