O queijo mais perigoso do mundo é italiano (e é feito de larvas)

É na ilha italiana da Sardenha, no limite do Mar Tirreno, que os pastores produzem casu marzu, um queijo infestado de larvas. Em 2009, o Recorde Mundial do Guinness proclamou-o como sendo o queijo mais perigoso do mundo.

As moscas-do-queijo – Piophila casei – colocam os seus ovos em fissuras que se formam no queijo, geralmente no fiore sardo, um queijo firme da ilha italiana da Sardenha, feito com leite de ovelha.

Desta forma, as larvas eclodem e abrem caminho através do queijo, digerindo proteínas no processo e transformando o produto num queijo cremoso e macio.

Em seguida, o produtor deverá abrir a tampa – quase intocada pelos vermes – para tirar uma colher do queijo cremoso e, nesse ponto, as larvas começam a contorcer-se. Alguns moradores mexem o queijo numa centrífuga para misturar os vermes com o queijo, outros preferem comê-lo ao natural.

O queijo tem um sabor intenso que lembra as pastagens mediterrânicas e picante com um gosto residual que dura horas.

Há quem diga que é um afrodisíaco, no entanto, muitos defendem que o queijo pode ser perigoso para a saúde humana, já que as larvas podem sobreviver à mastigação e criar miíase e microperfurações no intestino, mas até agora, segundo a CNN, nenhum caso desse tipo foi detetado.

Embora o queijo tenha sido banido da venda comercial, os habitantes da Sardenha continuam a comê-lo há vários séculos.

“A infestação de larvas é o encanto e o deleite deste queijo”, garante Paolo Solinas, um gastrónomo da Sardenha de 29 anos, à CNN.

O queijo casu marzu é registado como um produto tradicional da Sardenha, e por isso é protegido localmente.

Normalmente, casu marzu é produzido no final de junho, quando o leite de ovelha local começa a mudar, na mesma altura em que os animais entram no seu período reprodutivo e a erva seca com o calor.

Contudo, o queijo foi considerado ilegal pelo governo italiano a partir de 1962 devido às leis que proíbem o consumo de alimentos infetados por parasitas.

Todos os produtores que vendem o queijo podem enfrentar multas altas de até € 50.000, “mas os habitantes da Sardenha riem quando questionados sobre a proibição do seu amado queijo”, refere a CNN.

Roberto Flore, diretor do Skylab FoodLab da Sardenha, tem vindo a estudar o conceito de consumo de insetos. Ao longo de vários anos, o especialista liderou uma equipa de pesquisa que tentou descobrir formas de inserir estes animais na dieta.

Depois das suas pesquisas, Flore está certo de que a iguaria da Sardenha é segura para ser consumida, por isso espera que em breve o casu marzu deixe de ser ilegal e passe a ser  um símbolo da ilha.

Tantos os investigadores como a população aguardam ansiosamente que a União Europeia tome uma decisão a favor do queijo.

De recordar que em janeiro deste ano a União Europeia deu autorização à utilização de larvas na alimentação.

  Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Golden Boy: Nuno Mendes é o único português entre os finalistas

Havia três portugueses na lista anterior mas, nos 20 finalistas, o jovem do PSG é o único representante de Portugal. Nome do vencedor será divulgado em Dezembro. O jornal Tuttosport indicou quais são os 20 futebolistas …

"Profundamente chocante". Deputado britânico morre após ser esfaqueado em encontro com eleitores

Um deputado do Partido Conservador morreu depois de ter sido esfaqueado várias vezes, esta sexta-feira, durante um encontro com eleitores em Leigh-on-Sea, no sudeste de Inglaterra. David Amess, de 69 anos, representante do círculo eleitoral de …

"Já chega de drama". Costa sublinha que cenário de eleições antecipadas “seria irracional”

O primeiro-ministro falou aos jornalistas esta sexta-feira e garantiu que o Governo cumpriu a sua função: entregar uma proposta de Orçamento de Estado. O que se segue é a negocição. António Costa referiu, depois de visitar …

Erro em laboratório britânico poderá ter provocado 43 mil falsos negativos

Cerca de 43 mil pessoas poderão ter sido informadas erradamente de que não sofriam de covid-19 devido a problemas num laboratório privado no Reino Unido, anunciaram esta sexta-feira as autoridades de saúde britânicas. O Departamento de …

Rio anuncia voto contra o Orçamento para 2022 - e dá 50% de hipóteses de crise política

O Presidente da República recebe esta sexta-feira, em audiência em Belém, os partidos com assento parlamentar no âmbito do Orçamento do Estado para o próximo ano. O primeiro partido a ser ouvido foi o PSD. O …

Raphinha, ex-Sporting e Vitória, é a nova figura da selecção brasileira

Brasil goleou o Uruguai e Raphinha marcou dois golos em Manaus: "Esta noite poderia nunca acabar". O Brasil voltou às vitórias, na qualificação para a fase final do Mundial 2022. Depois do (único) deslize, no empate …

Portugal regista mais 766 novos casos e sete mortes. País está perto da zona "laranja" da matriz de risco

Portugal registou nesta quinta-feira sete mortes devido à covid-19 e 766 novas infeções pelo novo coronavírus, de acordo com o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgado nesta sexta-feira. O boletim epidemiológico desta sexta-feira indica ainda …

Leão diz que despesa de 1,8 mil milhões com CP não tem de ser negociada com Bruxelas

O ministro das Finanças considerou hoje que não será necessário negociar com Bruxelas a despesa excecional de 1.815 milhões de euros com a CP pois o objetivo é enquadrar a medida dentro das regras de …

Obra de Banksy que se autodestruiu vendida por valor recorde de 21,8 milhões

A obra do artista britânico, que há três anos se autodestruiu parcialmente depois de ter sido vendida por 1,2 milhões de euros, foi vendida, esta quinta-feira, por 21,8 milhões. Em 2018, "Girl With Balloon", que mostrava …

Seis prioridades para o Newcastle, se quiser ser o novo Manchester City

Lista elaborada por quem tratou da "revolução" em Manchester, a partir de 2008. O Newcastle United tem dinheiro mas (ainda) não tem uma grande equipa, nem é visto como um grande clube europeu. Os milhões de libras …