Putin não quer repetir os erros dos outros países

Yuri Kochetkov / EPA

Vladimir Putin diz que “o pico da epidemia ainda não foi superado”, mas garante que tem “em consideração as experiências positivas e negativas de outros países”.

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou esta terça-feira para que se evite repetir os erros de outros países na luta contra o novo coronavírus e advertiu que o país ainda não chegou ao ponto máximo da sua propagação.

“Seguimos muito atentamente a situação, temos em consideração as experiências positivas e negativas de outros países. E volto a dizer, o pico da epidemia ainda não foi superado. É extremamente importante não repetir os erros dos outros”, disse Putin.

O chefe de Estado russo pronunciava-se numa videoconferência com membros do Governo e representantes de centros médicos especializados em virologia, com parte das declarações transmitidas pela cadeia televisiva Rossiya 24.

“É muito importante conhecer as vossas opiniões sobre a possibilidade de reduzir o número de dias em que não trabalham muitas empresas do país, se é possível fazê-lo proximamente, e quais os vossos prognósticos a curto prazo”, declarou Putin, que no dia 2 de abril decretou uma pausa laboral durante todo o mês para conter a propagação.

Putin acrescentou que gostaria de conhecer as perspetivas sobre o surgimento de uma nova vacina contra a covid-19. “Sei que as nossas instituições da área, juntamente com os cientistas, virologistas, farmacêuticos e médicos trabalham num sistema especial de profilaxia, incluindo a criação de uma vacina e de métodos eficazes de tratamento”, disse.

Os últimos dados oficiais indicam 7.497 casos diagnosticados na Rússia, incluindo 1.154 nas últimas 24 horas, e 58 mortos. O principal foco infeccioso situa-se em Moscovo, com 5.181 casos confirmados, dois terços do total do país, e 31 falecimentos.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,3 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 75 mil. Dos casos de infeção, cerca de 290 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Os ditadores são todos teimosos, veja-se agora o caso de alguns à direita outros à esquerda mas neste caso os últimos parecem menos brincalhões com coisas sérias.

Ministério dispensa quase todos os alunos da renovação de matrículas (após ataques informáticos e o desespero dos pais)

As matrículas online são agora obrigatórias apenas para os alunos que no próximo ano lectivo vão iniciar os 5.º, 7.º e 10.º anos de escolaridade. O anúncio é feito pelo Ministério da Educação depois das …

"Estavam prontos para bater". Atleta Ricardo dos Santos vai processar polícia londrina

O atleta português Ricardo dos Santos disse na segunda-feira que não demorou mais de 20 segundos a parar o carro, quando lhe foi pedido pelas autoridades em Londres, e garantiu que vai processar a polícia …

Motorista de autocarro em morte cerebral depois de agressões de passageiros em França

Um motorista de autocarro foi declarado em morte cerebral esta segunda-feira, em França, depois de ter sido agredido no domingo por passageiros a quem recusou a entrada no transporte público. No domingo à noite, um motorista …

Erro de laboratório origina 20 casos em dois clubes da Liga búlgara

Vinte pessoas estão infetadas com o novo coronavírus, após um futebolista com covid-19 ter participado no duelo entre o Cherno More e o Tsarko Selo, da Liga búlgara, devido ao erro de um laboratório, foi …

Soleimani foi assassinado de forma "ilegal e arbitrária", considera perita da ONU

A relatora especial da ONU, Agnes Callamard, considera que os Estados Unidos não apresentaram provas suficientes para justificar o ataque. Uma especialista da ONU concluiu que o general iraniano Qasem Soleimani, morto num raide norte-americano …

Bolsonaro infetado com covid-19

A imprensa brasileira confirmou, esta terça-feira, que o Presidente Jair Bolsonaro está infetado com covid-19. O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, testou positivo à covid-19. De acordo com a Globo, a informação foi avançada pelo próprio, …

Costa avisa que vem aí a "fase mais crítica" dos incêndios e pede prevenção

O primeiro-ministro participou numa reunião de acompanhamento e monitorização sobre prevenção e combate a fogos florestais e advertiu, esta terça-feira, que Portugal entra agora na fase mais crítica. Esta terça-feira, o primeiro-ministro advertiu que Portugal entra …

"Fracasso" no combate à covid-19. Diretora de Saúde de Israel demite-se

Siegal Sadetzki, diretora dos serviços públicos do Ministério da Saúde de Israel, denunciou o "fracasso" das autoridades em retardar a propagação da covid-19 no país, apresentando a sua demissão. Uma responsável do Ministério da Saúde de …

Quase 900 professores vão entrar nos quadros do Ministério da Educação

Quase 900 professores vão entrar nos quadros do Ministério da Educação, no âmbito do concurso externo imposto ao Estado pela União Europeia. Mais de 800 professores passaram a integrar os quadros do Ministério da Educação através …

Após saída do primeiro-ministro, Macron faz remodelação governamental e muda ministros-chave

O Presidente francês Emmanuel Macron aproveitou a mudança de primeiro-ministro para levar a cabo uma profunda remodelação do seu Governo. Anunciada na segunda-feira, a grande mudança é o novo ministro do Interior, Gérald Darmanin, até …