PSP quis arquivar esfaqueamento de jovem negro por membros dos Hammerskins

Em 2013, a PSP quis arquivar o processo de um jovem angolano esfaqueado, mas o Ministério Público recusou. O ataque esteve na origem da investigação aos Hammerskins.

No dia 3 de novembro de 2013, um jovem angolano foi esfaqueado em Benfica, Lisboa. Uma ambulância e um agente da PSP foram chamados ao local. Wilson tinha sido golpeado duas vezes no abdómen e várias vezes nos braços e pernas. Uma testemunha avistou cerca de cinco pessoas, que calcula terem entre 25 e 30 anos e que usavam um vestuário “tipo gangster”.

De acordo com o Público, amostras do sangue foram recolhidas e enviadas para o Laboratório de Polícia Científica no âmbito de um crime de “ofensas à integridade física”. Os dados indicavam tentativa de homicídio e, por isso, a PSP deveria ter notificado a ocorrência à PJ, mas não o fez, diz uma fonte ouvida pelo jornal.

Depois de receber alta do hospital, a PSP tentou localizar a vítima, mas sem sucesso. Em março de 2014, propôs que o inquérito fosse encerrado, mas o Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa (DIAP) não aceitou.

Quase um ano e meio depois do crime, Wilson é finalmente ouvido pelo DIAP, que descreve o crime. O jovem angolano foi atacado por um grupo de quatro homens brancos de cabeça rapada, que usaram uma chave de desapertar as rodas dos carro para o esfaquear.

“Não sabe porque o agrediram, não teve nenhuma troca de palavras com ninguém durante a noite que viesse provocar tal situação”, lê-se no processo. Wilson decidiu não apresentar queixa com medo de represálias. Como estava em causa um crime de natureza pública, uma procuradora prosseguiu com a investigação.

Em dezembro de 2015, na Polícia Judiciária, Wilson identificou “sem qualquer dúvida” o autor das facadas. O jovem já o tinha visto anteriormente, sabia que ele pertencia aos skinheads, mas mais uma vez não revelou esse detalhe às autoridades por medo.

A PJ identificou o criminoso como sendo Alexandre Silva, na altura um candidato a “hammerskin”. A Hammerskin Nation é um grupo organizado de extrema-direita, sendo que a fação portuguesa, Portugal Hammerskins, foi fundada em 2005. Segundo o Público, perfilham a ideologia nazi, exaltam a superioridade da raça branca, querem expulsar e impedir a entrada em Portugal de todas as minorias étnicas e agredir portugueses negros e ciganos.

Este não terá sido o único crime em que Alexandre Silva é visado. A investigação da Polícia Judiciária acusa-o de vários outros.

Em 2016 houve outro processo arquivado pela PSP, e depois pelo Ministério Público, a agressões alegadamente cometidas por skinheads contra um estudante negro num restaurante em Loures. A PSP justifica que não conseguiu identificar os autores.

ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. O que eu não sabia era que uma chave de desapertar rodas dos carros dá para esfaquear… Isso quer dizer que eu anda com uma arma branca na mala do meu carro, e nem sequer sabia disso… lol!

    • Caro leitor,
      Nem vamos perder tempo a pensar se o termo é o mais certo.
      Entretanto, em relação à notícia em si, aos factos em causa, tem alguma coisa de importante a dizer?

      • Se dá (para esfaquear) pois eu não sabia. Mas uma coisa é certa isso não é uma chave de desapertar as rodas. Ou será que não tem nenhum efeito? Tente desapertar as rodas com a chave de fendas… Se conseguir… A chave de rodas do meu carro tem quatro pontas e nenhuma é afiada. De eu transformar uma das pontas num sabre e perfurar o seu fígado, será correto dizer que eu o fiz com uma chave de desapertar as rodas do carro?? Acho que seria ridículo, ou então ninguém iria acreditar. Como eu não acredito que alguém tenha esfaqueado outra pessoa com uma chave de desapertar rodas! A parte utilizada não é para desapertar rodas. Outra coisa é não saber para que é que serve! Normalmente quando não se sabe inventa-se!

  2. Se dá (para esfaquear) pois eu não sabia. Mas uma coisa é certa isso não é uma chave de desapertar as rodas. Ou será que não tem nenhum efeito? Tente desapertar as rodas com a chave de fendas… Se conseguir… A chave de rodas do meu carro tem quatro pontas e nenhuma é afiada. De eu transformar uma das pontas num sabre e perfurar o seu fígado, será correto dizer que eu o fiz com uma chave de desapertar as rodas do carro?? Acho que seria ridículo, ou então ninguém iria acreditar. Como eu não acredito que alguém tenha esfaqueado outra pessoa com uma chave de desapertar rodas! A parte utilizada não é para desapertar rodas. Outra coisa é não saber para que é que serve! Normalmente quando não se sabe inventa-se!

    • Não é transformação nenhuma, procura por “Chave de rodas com fenda”, vários modelos VAG dos anos 90 costumavam vir equipados com este tipo de chave.

RESPONDER

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …

Morreu aos 98 anos o historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França

O historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França morreu este sábado, aos 98 anos, na casa de saúde de Jarzé, perto da cidade francesa de Angers, disse à Lusa a pintora Emília Nadal, sua …

Ventura: "Não vejo outra possibilidade senão a ministra da Saúde ou pedir desculpa ou ser afastada"

O Chega vai questionar formalmente o Governo pelo “facto de a ministra da Saúde ter utilizado um carro do Estado” para ir a uma ação de campanha no Porto na sexta-feira, anunciou este sábado André …

Ouvir 30 segundos de uma sonata de Mozart pode reduzir ataques de epilepsia

Ouvir a Sonata para Dois Pianos em Ré Maior (K448), de Wolfgang Amadeus Mozart, durante pelo menos 30 segundos, ajuda a reduzir a atividade elétrica cerebral associada à epilepsia resistente a medicação. Os resultados também sugerem …

Astrónomos resolvem mistério cósmico com 900 anos

Um mistério cósmico com 900 anos, em torno das origens de uma famosa supernova observada pela primeira vez na China no ano 1181, foi finalmente resolvido. Uma nova investigação, publicada dia 15 de setembro no The …

Bons hábitos alimentares podem reduzir a probabilidade de contrair covid-19

Um novo estudo indica que as pessoas que comem muitas frutas e vegetais podem ter menos probabilidades de contrair covid-19. Num pesquisa que envolveu 590 mil adultos, os investigadores descobriram que as pessoas que eram adeptas …

Inteligência Artificial está a "alimentar" a violação dos direitos humanos, alerta ONU

Num novo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou os países que o uso imprudente de Inteligência Artificial (IA) pode estar a pôr em causa o respeito pelos direitos humanos. Michelle Bachelet, Alta Comissária das …

Foi viajar e não voltou. O misterioso desaparecimento de Gabby Petito (e do namorado)

Gabrielle Petito, uma jovem norte-americana de 22 anos, desapareceu misteriosamente. Gabby foi viajar com o namorado, que voltou para casa sozinho e não quis contar o que aconteceu — e agora também está desaparecido. Gabby Petito, …

Aos 101 anos, Ginny é a "Senhora Lagosta" e não planeia reformar-se

Virginia Oliver continua a trabalhar na pesca da lagosta, apesar de já ter 101 anos de idade. 'Ginny' não planeia reformar-se e já se tornou um meme na internet. Virginia 'Ginny' Oliver tem 101 anos e …

Dinamarca. Reclusos condenados a prisão perpétua proibidos de iniciar novos romances

Os reclusos que cumprem prisão perpétua na Dinamarca serão proibidos de iniciar novos relacionamentos amorosos, decisão proposta pelo governo após uma jovem de 17 anos se apaixonar por Peter Madsen, que assassinou a jornalista Kim …