PSD vai propor revogação das alterações à lei da imigração

PSD / Flickr

O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho

Passos Coelho reitera as críticas às alterações introduzidas e que preveem, por exemplo, que sejam concedidos visto de residência com base em promessas de contratos de trabalho.

O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, anunciou esta quarta-feira que o partido vai apresentar na Assembleia da República uma proposta para revogar as alterações introduzidas pelo Governo à lei da imigração.

“Dei hoje mesmo indicação ao líder parlamentar para que o PSD viesse a apresentar na Assembleia da República uma proposta para revogar as alterações introduzidas por este Governo na lei da imigração”, afirmou Passos Coelho, no final de uma ação de campanha autárquica em Amares, no distrito de Braga.

Por outro lado, o líder social-democrata desafiou o ministro da Defesa, Azeredo Lopes, que esta quinta-feira à tarde estará presente na comissão parlamentar, a esclarecer qual a proposta que Portugal irá apresentar este mês na Comissão Europeia em relação ao mecanismo de cooperação reforçada de segurança e defesa.

“Eu acho que o ministro não pode ir ao Parlamento e não responder, seria uma falta de ética republicana total que ocultasse dos portugueses e do Parlamento o que pretende apresentar na Comissão Europeia. O Governo pode ser liderado pelo PS, mas o país não é do PS, temos o direito a saber o que está a preparar nesta matéria“, disse.

Passos Coelho, que já fez este desafio ao Governo por várias vezes, lamenta o “silêncio arrogante” do Executivo e alerta que esta matéria também tem consequências orçamentais. “O Governo tem dado imensas informações em matéria orçamental. E em relação à Defesa? Há compromissos, eles estão salvaguardados com PCP e BE?”, questiona.

Sobre a matéria de imigração, Passos Coelho reiterou às críticas às alterações introduzidas – por proposta do BE e aprovadas em julho no Parlamento -, e que preveem, por exemplo, que sejam concedidas autorizações de residência com base em promessas de contratos de trabalho.

“Parece-me muito claro, perante sinais que já existem, que a quebra de consenso que foi estabelecida pela esquerda mais radical com o apoio do Governo nesta matéria não é boa para o futuro do país e para a nossa segurança“, disse.

O PSD vê a nova lei imigração de forma “perigosa”

A secretária-geral adjunta do PS, Ana Catarina Mendes, condena o que diz ser o modo “perigoso” de o PSD ver a lei da imigração, reiterando que o líder dos sociais-democratas “deve estar mal informado” sobre a mesma.

“O doutor Pedro Passos Coelho escolheu este modo de campanha, um modo perigoso. Não podemos considerar que os imigrantes são um perigo“, vincou a dirigente socialista, falando numa ação de campanha autárquica em Vila Viçosa, distrito de Évora.

Passos Coelho, disse a número dois do PS, “deve estar mal informado” sobre a lei da imigração e as suas alterações, sublinhando Ana Catarina Mendes que em causa está a regularização de “um conjunto de pessoas que já se encontrava em Portugal“.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Adiem a Liga dos Campeões", pede o Borussia Dortmund

Sorteio está marcado para esta quinta-feira mas Michael Zorc avisa: "Faltam requisitos legais para a fase de grupos arrancar". A fase de grupos da Liga dos Campeões vai começar, pela primeira vez, em outubro. A primeira …

Artista "ressuscita" 54 Imperadores Romanos com ajuda da Inteligência Artificial

Artista canadiano usou um ramo da Inteligência Artificial para criar retratos ultra-realistas de antigos Imperadores Romanos como, por exemplo, Calígula, Nero e Adriano. A aparência física destes antigos Imperadores Romanos foi preservada em centenas de esculturas …

Cantar pode ser uma má ideia durante a pandemia

Uma nova pesquisa revelou que cantar em grupo pode ser perigoso em termos de propagação de patógenos. Esta é só mais uma prova de que 2020 chegou para pôr um travão na diversão. A Universidade de …

Emirados Árabes Unidos anunciam missão espacial à Lua para 2024

Um alto responsável dos Emirados Árabes Unidos disse hoje que o país tenciona enviar para a Lua uma nave com um veículo não tripulado em 2024. O desejo de pisar a lua é uma ambição de …

Exército norte-americano quer ter acesso à rede de satélites da SpaceX

O exército dos Estados Unidos está de olho na Starlink, a constelação de satélites da SpaceX, cujo CEO é o multimilionário Elon Musk e que tem como objetivo levar Internet de banda larga a todos …

Portugal tem cada vez menos água disponível

Portugal tem cada vez menos água disponível e nos próximos cem anos a precipitação em certas regiões do país, como o Algarve, pode sofrer uma redução de até 30%, alertou esta terça-feira a Associação Natureza …

Tel Aviv vai ter estradas elétricas que recarregam autocarros em movimento

Tel Aviv, em Israel, está a trabalhar na criação de estradas elétricas sem fios para carregar e fornecer energia aos transportes públicos da cidade. As estradas elétricas são parte de um programa piloto liderado pelo município …

Suicídio entre militares norte-americanos aumenta 20% em época de covid-19

Os suicídios entre os militares subiram 20% este ano em comparação com o mesmo período de 2019, registando-se um aumento nos incidentes de comportamento violento à medida que as tropas lutam contra a covid-19 e …

Turista apanhado a gravar as suas iniciais no Coliseu de Roma. Arrisca ser condenado a prisão

Um turista foi apanhado a gravar as suas iniciais no Coliseu de Roma, em Itália, e arrisca ser punido com um até um ano de prisão. De acordo com o diário italiano La Repubblica, o turista, …

Função Pública. Fesap exige subida de remuneração mínima para 693 euros

A Federação de Sindicatos da Administração Pública (Fesap) exige que a primeira posição da Tabela Remuneratória Única avance para 693,13 euros em 2021 e uma atualização do subsídio de refeição para seis euros. Estas duas medidas …