Basta agora uma “promessa de trabalho” para ser imigrante legal em Portugal

O Governo foi contra o parecer do SEF e alterou a lei, determinando que imigrantes sejam legalizados apenas com “promessa de contrato de trabalho”. O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras já pediu esclarecimentos ao ministério.

De acordo com a alteração à lei de estrangeiros publicada em Diário da República e citada pelo Diário de Notícias, a “promessa de um contrato de trabalho” passa a ser admitido como requisito para obter autorização de residência no país.

O diploma foi aprovado no parlamento pela esquerda, sob propostas do PCP e do BE – e a contrariar o resto da Europa – revogou ainda a exigência de permanência legal em Portugal, ou no espaço Shengen – espaço de abertura e livre circulação de pessoas na União Europeia, que estava já previsto no anterior regime para os casos de legalização, a título excecional, de imigrantes já com contratos de trabalho.

A nova lei impede também que sejam expulsos imigrantes que tenham cometido crimes como homicídios, roubos violentos ou tráfico de droga.

A lei vai contra o parecer do SEF que já tinha alertado para os riscos de segurança que a regularização extraordinária e o seu efeito de chamada de imigrantes para território nacional poderia causar.

A direção nacional decidiu então suspender o chamado SAPA, serviço de agendamento online onde os imigrantes registam as suas “manifestações de interesse” até o Ministério da Administração Interna clarificar o alcance das novas regras, algumas contraditórias com outros artigos que não foram alterados.

A decisão foi informada através de uma nota enviada pela direção nacional a todos os dirigentes distritais, segundo o Diário de Notícias.

O SEF também lembra, nesta informação interna, a falta de recursos humanos e meios informáticos suficientes para responder ao expectável aumento de pedidos de autorização de residência.

Esta não é a primeira vez que a isenção de vistos de entrada é aplicada. A estreia aconteceu em 2015, de forma irregular, e levou inclusive à abertura de processos de averiguações, em 2016, pela Inspeção-Geral da Administração Interna e pela Procuradoria-Geral da República, sem resultados conhecidos até agora.

Essa irregularidade teve o efeito de chamada de milhares de imigrantes ilegais noutros países europeus. De acordo com dados oficiais do SEF nesse ano houve um número recorde de novos pedidos de residência, na casa dos 12 mil, grande parte a pretexto da exceção aberta pelo SEF.

A maioria eram provenientes de países considerados de risco e tinham apenas a intenção de obter o visto de residência em Portugal para poderem circular livremente no espaço europeu, o que foi aproveitado pelas redes de imigração ilegal.

Sobre a atual alteração, Constança Urbano de Sousa refutou que a alteração legislativa possa ser entendida com regularização extraordinária e ter um efeito de chamada de imigrantes ilegais.

“As alterações à Lei de Estrangeiros apenas limitam a arbitrariedade, permitindo maior segurança jurídica”. Acrescenta ainda que se “mantém a obrigatoriedade da obtenção de visto” e que “não está em causa a regularização de quem tenha entrado ilegalmente. Uma leitura distinta da feita pelo SEF que, por ter dúvidas, já pediu esclarecimentos ao Ministério da Administração Interna.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. “A nova lei impede também que sejam expulsos imigrantes que tenham cometido crimes como homicídios, roubos violentos ou tráfico de droga.”
    Uhau!..Já agora, afixem logo nas chegadas dos aeroportos faixas bem grandes para os saudar do tipo; “Bem-vindo à República das Bananas”.
    Acrescentem: “… tragam as vossas kalashnikov também”.. Não há problema, os nossos políticos estão a tratar da legalização.
    Naturalmente com este ambiente os criminosos vão dar-se bem… Serão proprietários de lojas, ou outros negócios, que vão fornecer a “promessa de trabalho” ao resto do “time”…e subornar a autoridade para que tudo corra bem.
    Aposto também que vão ter acesso aos “serviços sociais” mais facilmente que “os da casa”…

    Mas isto é “lei” ou ausência dela??

RESPONDER

Autarquias desperdiçaram 128 litros de água por dia em 2018

A Câmara Municipal de Macedo de Cavaleiros encabeça a lista de entidades gestoras que mais água desperdiçam diariamente: 538 litros diários por ramal. Em 2018, a média de perda de água em Portugal continental situou-se nos …

Há mais de 100 mil crianças migrantes detidas nos EUA, garante a ONU

Mais de 100 mil crianças migrantes estarão atualmente em centros de detenção nos Estados Unidos (EUA), disse na segunda-feira um perito independente da Organização das Nações Unidas (ONU), esclarecendo que esta estimativa, que classificou como …

Milhares de manifestantes impedem abertura do parlamento do Líbano

Milhares de manifestantes bloquearam esta terça-feira os acessos ao parlamento do Líbano, obrigando a adiar novamente a análise de várias leis, como a que prevê uma amnistia a quem tem impostos em dívida, contestada por …

Huawei quer implementar 5G no Brasil

O Presidente do Brasil afirmou na segunda-feira que a gigante das telecomunicações chinesa Huawei pretende instalar a tecnologia de quinta geração (5G) no país, mas rejeitou que tenha sido feita uma proposta. O anúncio foi feito …

Benfica lança OPA para controlar SAD. Ações valorizam 70%

As ações da Benfica SAD estavam a valorizar 70%, para os 4,70 euros, um dia depois da Sport Lisboa e Benfica SGPS ter lançado uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) sobre 28,067% do capital da …

Califórnia processa empresa por promover cigarros eletrónicos com sabores para atrair jovens

A Califórnia, nos Estados Unidos (EUA), abriu na segunda-feira um processo contra a Juul, marca líder de cigarros eletrónicos, acusando-a de desenvolver uma estratégia de marketing focada na conquista de menores de idade para adquirir …

Luis Enrique volta a assumir o comando da seleção espanhola

O treinador vai reassumir as funções de selecionador de futebol de Espanha, que deixou para acompanhar a doença da filha, que faleceu em agosto com um cancro ósseo. Luis Enrique, de 49 anos, regressa aos comandos …

Governo suspendeu 18 obras na ferrovia consideradas prioritárias

A Infraestruturas de Portugal (IP) adiou e/ou atrasou ou 18 obras do setor ferroviário que estavam contemplados no programa Ferrovia 2020 e eram consideradas prioritárias. De acordo com o Jornal de Notícias, que avança a notícia …

Suspeito do roubo das pistolas Glock implicou Direcção da PSP (mas nunca foi interrogado sobre isso)

O polícia que está acusado do roubo das pistolas Glock da PSP insinuou, em conversas telefónicas, que haveria chefias da Direcção Nacional desta força policial envolvidas na prática do crime. Apesar disso, nunca terá sido …

O Natal traz emoções fortes. Viva-as intensamente

Quando o tempo frio faz as suas primeiras aparições, quase imediatamente alguém afirma “não tarda nada estamos no Natal”. De facto, a quadra natalícia é o grande prémio de consolação do Inverno: o motivo pelo qual …