Basta agora uma “promessa de trabalho” para ser imigrante legal em Portugal

O Governo foi contra o parecer do SEF e alterou a lei, determinando que imigrantes sejam legalizados apenas com “promessa de contrato de trabalho”. O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras já pediu esclarecimentos ao ministério.

De acordo com a alteração à lei de estrangeiros publicada em Diário da República e citada pelo Diário de Notícias, a “promessa de um contrato de trabalho” passa a ser admitido como requisito para obter autorização de residência no país.

O diploma foi aprovado no parlamento pela esquerda, sob propostas do PCP e do BE – e a contrariar o resto da Europa – revogou ainda a exigência de permanência legal em Portugal, ou no espaço Shengen – espaço de abertura e livre circulação de pessoas na União Europeia, que estava já previsto no anterior regime para os casos de legalização, a título excecional, de imigrantes já com contratos de trabalho.

A nova lei impede também que sejam expulsos imigrantes que tenham cometido crimes como homicídios, roubos violentos ou tráfico de droga.

A lei vai contra o parecer do SEF que já tinha alertado para os riscos de segurança que a regularização extraordinária e o seu efeito de chamada de imigrantes para território nacional poderia causar.

A direção nacional decidiu então suspender o chamado SAPA, serviço de agendamento online onde os imigrantes registam as suas “manifestações de interesse” até o Ministério da Administração Interna clarificar o alcance das novas regras, algumas contraditórias com outros artigos que não foram alterados.

A decisão foi informada através de uma nota enviada pela direção nacional a todos os dirigentes distritais, segundo o Diário de Notícias.

O SEF também lembra, nesta informação interna, a falta de recursos humanos e meios informáticos suficientes para responder ao expectável aumento de pedidos de autorização de residência.

Esta não é a primeira vez que a isenção de vistos de entrada é aplicada. A estreia aconteceu em 2015, de forma irregular, e levou inclusive à abertura de processos de averiguações, em 2016, pela Inspeção-Geral da Administração Interna e pela Procuradoria-Geral da República, sem resultados conhecidos até agora.

Essa irregularidade teve o efeito de chamada de milhares de imigrantes ilegais noutros países europeus. De acordo com dados oficiais do SEF nesse ano houve um número recorde de novos pedidos de residência, na casa dos 12 mil, grande parte a pretexto da exceção aberta pelo SEF.

A maioria eram provenientes de países considerados de risco e tinham apenas a intenção de obter o visto de residência em Portugal para poderem circular livremente no espaço europeu, o que foi aproveitado pelas redes de imigração ilegal.

Sobre a atual alteração, Constança Urbano de Sousa refutou que a alteração legislativa possa ser entendida com regularização extraordinária e ter um efeito de chamada de imigrantes ilegais.

“As alterações à Lei de Estrangeiros apenas limitam a arbitrariedade, permitindo maior segurança jurídica”. Acrescenta ainda que se “mantém a obrigatoriedade da obtenção de visto” e que “não está em causa a regularização de quem tenha entrado ilegalmente. Uma leitura distinta da feita pelo SEF que, por ter dúvidas, já pediu esclarecimentos ao Ministério da Administração Interna.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. “A nova lei impede também que sejam expulsos imigrantes que tenham cometido crimes como homicídios, roubos violentos ou tráfico de droga.”
    Uhau!..Já agora, afixem logo nas chegadas dos aeroportos faixas bem grandes para os saudar do tipo; “Bem-vindo à República das Bananas”.
    Acrescentem: “… tragam as vossas kalashnikov também”.. Não há problema, os nossos políticos estão a tratar da legalização.
    Naturalmente com este ambiente os criminosos vão dar-se bem… Serão proprietários de lojas, ou outros negócios, que vão fornecer a “promessa de trabalho” ao resto do “time”…e subornar a autoridade para que tudo corra bem.
    Aposto também que vão ter acesso aos “serviços sociais” mais facilmente que “os da casa”…

    Mas isto é “lei” ou ausência dela??

RESPONDER

Hotel condenado a pagar 19 milhões por discriminação religiosa a funcionária despedida

Quando foi contratada pelo hotel Conrad, Marie Jean fez um acordo: não trabalharia ao domingo, para cumprir os seus compromissos religiosos na igreja Bethel Baptist. Marie Jean Pierre era uma imigrante a tentar ganhar a vida …

"Alpinista de biquiní' morre de hipotermia após queda em desfiladeiro

Famosa pelos seus passeios em biquíni pelas montanhas, Gigi Wu caiu de um desfiladeiro e morreu de hipotermia no Parque Nacional Yu Shan, em Taiwan. Gigi Wu, de 36 anos, apelidada de "alpinista de biquíni" pelos …

Crimes de Vale e Azevedo no Benfica prescreveram

O Tribunal da Relação de Lisboa considerou prescritos os crimes de que o ex-presidente do Benfica João Vale e Azevedo estava acusado, relativos ao desvio de dinheiro dos direitos televisivos do clube, disse esta terça-feira …

Suspensão de voos em Gatwick devido aos drones custou quase 17 milhões à easyJet

A transportadora aérea easyJet informou que os custos devido à suspensão da operação em Gatwick, um dos aeroportos que serve Londres, devido à presença de drones, chegou quase aos 17 milhões de euros. Em comunicado enviado …

Passageiro alcoolizado desviou um avião na Rússia

Um avião de passageiros que voava da Sibéria para Moscovo foi desviado por um passageiro que alterou a rota prevista, obrigando-o a aterrar no Afeganistão. O homem estaria alcoolizado e já foi detido. A Associated Press, …

Santana desafia partidos a falar sobre coligações antes das legislativas

O presidente do partido Aliança, Pedro Santana Lopes, desafiou os líderes partidários a dizerem antes das eleições legislativas deste ano se querem alguma coligação pós-eleitoral e com que partidos. Uma coligação pré-eleitoral dos partidos do centro-direita …

Polícia prende cinco suspeitos da morte de Marielle

A operação Os Intocáveis, desencadeada nesta manhã em áreas controladas por milícias do Rio de Janeiro, prendeu cinco suspeitos do envolvimento nos assassinatos da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. São integrantes de uma …

Centeno não estará no próximo Governo "para não ter de gerir as consequências" das políticas adotadas

Daniel Bessa, antigo ministro da Economia de António Guterres, alerta que as contas públicas estão "por arames", considerando que Mário Centeno, que lidera a pasta das Finanças no atual Executivo socialista, não fará parte de …

Cientista que criou bebés geneticamente modificados foi despedido

O cientista chinês He Jiankui, que anunciou a criação da primeira modificação genética de bebés, foi acusado pelo Governo chinês de driblar a fiscalização e de quebrar as diretrizes em busca de fama e fortuna. Esta …

Autarca que engoliu prova começa a ser julgado (com actores chamados a tribunal)

O antigo-vice-presidente da Câmara de Portimão, Luís Carito, começa nesta terça-feira a ser julgado, depois de ter engolido uma alegada prova dos crimes relacionados com o projecto que visava tornar a cidade algarvia na "Meca …