PSD pede ao Governo que organize o ato eleitoral com segurança (e apela ao voto em Marcelo)

Mário Cruz / Lusa

O presidente do PSD, Rui Rio

O presidente do PSD apelou ao Governo que organize o ato eleitoral de domingo de forma a que as pessoas “sintam segurança” e pediu aos portugueses que vão votar, recordando, contudo, que defendeu o adiamento das Presidenciais.

“Referi que devíamos equacionar o adiamento das eleições eleitorais (…) Sendo isto que temos à nossa frente quero pedir aos portugueses que apesar de tudo isto vão votar no domingo. Ao Governo [peço] que organize as eleições em segurança para que não haja o espetáculo a que assistimos no domingo com o voto antecipado com as pessoas a monte umas em cima das outras”, disse Rui Rio.

O líder dos sociais-democratas, que falava aos jornalistas no Porto numa conferência na qual comentou a decisão anunciada de encerramento das escolas devido à pandemia da covid-19, considerou que para as Presidenciais de domingo existe “um risco duplo” que é “muita abstenção e as pessoas não confinadas a irem votar”.

“Já que entenderam que não se deveria equacionar o adiamento das eleições com razões de ordem jurídica que se conseguiam ultrapassar quando há consenso e bom senso – não quiseram – o Governo tem obrigação de organizar o ato de forma muito melhor do que fez no domingo”, continuou o líder social democrata.

Já no período reservado a perguntas, Rui Rio foi ainda mais claro nos pedidos ao Executivo de António Costa: “Espaços muito largos e mesas suficientes para as pessoas poderem guardar a distância e que não se formem filas na rua”, enumerou.

“O meu apelo ao Governo é que as coisas estejam organizadas de tal maneira que permita que as pessoas possam votar em segurança”, reforçou o presidente do PSD.

Já dirigindo-se, novamente, aos portugueses, Rio disse que “esta é uma eleição muito importante”, pedindo “um sacrifício”, o de “cumprir civicamente o que lhes compete e no domingo irem votar em segurança”. Rui Rio recordou ainda os argumentos que levaram ao não adiamento das eleições de domingo, criticando-os, e concluiu que “ninguém suspende democracia nenhuma se adiar umas eleições”.

PSD apela ao voto em Marcelo

A Comissão Permanente do PSD apelou também nesta quinta-feira, num comunicado publicado no seu site oficial, ao voto em Marcelo Rebelo de Sousa, considerando que o atual Chefe de Estado é o “o candidato que transporta com mais sensibilidade o ideário social-democrata: a dignidade da pessoa humana, a justiça social, o equilíbrio de poderes, a liberdade, a tolerância e a promessa democrática da ascensão social”.

Na mesma nota, a Comissão sublinha a eleição da eleição presidencial, relembrando que “votar não é um mero exercício de um direito”, “é a manifestação de uma vontade expressa em participar ativamente no futuro de Portugal“. E acrescenta: “O PSD considera que a eleição do Presidente da República, no próximo domingo, dia 24 de janeiro, se reveste da maior importância para o futuro da democracia e do nosso país”.

Por tudo isto, apela aos portugueses para que votem: “A abstenção é um monstro silencioso que fragiliza a legitimidade das instituições. Por isso, cada eleitor tem a responsabilidade de intervir individual e livremente na eleição do Chefe de Estado”.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

UE estima normalidade nas vacinas daqui a duas semanas. Orbán recebeu vacina chinesa

A União Europeia (UE) estima que dentro de duas a três semanas "tudo vai funcionar normalmente" na produção e distribuição de vacinas nos Estados-membros. Entretanto, o primeiro-ministro húngaro já foi vacinado (mas com uma vacina …

"Os dados de milhões de pessoas estão em risco", alertam denunciantes da Amazon

Denunciantes da Amazon alertam que os dados de milhões de pessoas estão em risco devido à falta de preocupação da empresa com a cibersegurança. A par da Google, Apple, Microsoft e Facebook, a Amazon é uma …

Mais 41 mortes e 718 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou, este domingo, mais 41 mortes e 718 novos novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 718 …

Navalny chega a colónia penal a leste de Moscovo

O principal opositor do Kremlin chegou, este domingo, a uma zona a cerca de 200 quilómetros a leste de Moscovo para ser transferido para uma colónia penal onde vai cumprir a sua pena, informou um …

Já chegou o voo de repatriamento com 300 passageiros vindos do Brasil

O voo de repatriamento vindo do Brasil chegou, este domingo de manhã, ao Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, com cerca de 300 passageiros. De acordo com a RTP, o voo de repatriamento vindo de São Paulo, …

Costa imune ao descontrolo da pandemia. Popularidade de Marcelo dispara

A sondagem TSF/JN/DN regista uma avaliação positiva do primeiro-ministro e do Presidente da República, com este a atingir um novo pico de popularidade. Os líderes do PSD e do Chega surgem empatados como principais figuras da …

Mais seis mortos nos protestos em Myanmar. Embaixador na ONU afastado

Seis manifestantes foram mortos em Myanmar, este domingo, por forças de segurança que dispersavam com violência as manifestações pró-democracia. Três manifestantes foram mortos em Dawei (no sul do país), enquanto dois adolescentes, de 18 anos, morreram …

Siza Vieira anuncia que Programa Apoiar vai ser reforçado e alargado

O programa Apoiar, destinado a empresas afetadas pela pandemia da covid-19, vai ser reforçado e alargado a novas situações, anunciou o ministro da Economia, indicando que as medidas vão ser anunciadas na próxima semana. "Queremos reforçar …

Embaixadora deixa Venezuela na terça-feira. UE chama embaixador em Cuba

A embaixadora da União Europeia na Venezuela vai sair do país na terça-feira, informou à agência Lusa fonte diplomática europeia, sem adiantar mais detalhes. Na última quarta-feira, a Venezuela decidiu expulsar Isabel Brilhante Pedrosa, em retaliação …

EUA aprovam vacina unidose da Johnson & Johnson. Nova Zelândia volta ao confinamento

O regulador do medicamento norte-americano aprovou, este sábado, a vacina contra a covid-19 da Johnson & Johnson, a terceira autorizada nos Estados Unidos. A vacina em causa da Johnson & Johnson é de dose única e junta-se …