Assessor insulta Marcelo no Facebook. PSD vai lançar diretiva sobre redes sociais

ppdpsd / Flickr

Teresa Leal Coelho

Carlos Reis insultou Marcelo Rebelo de Sousa no seu Facebook pessoal. Teresa Leal Coelho repreendeu-o, a nota foi retirada e está a preparar uma diretiva sobre uso das redes sociais por membros do gabinete do PSD na autarquia.

Na tarde desta quarta-feira, Carlos Reis, assessor da vereação social-democrata na Câmara Municipal de Lisboa (CML), jurista e funcionário requisitado à Gebalis, empresa municipal que gere os bairros sociais da capital, fez uma publicação no seu Facebook pessoal que irritou Teresa Leal Coelho.

Na publicação, que entretanto foi retirada da rede social, Carlos Reis fez uso de linguagem pornográfica para se referir ao facto de Marcelo Rebelo de Sousa ter tido um episódio de hiper salivação junto ao Presidente chinês Xi Jinping.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Frederico Pombares (@pombares) on

Além disso, segundo o Diário de Notícias, também tratou o Presidente chinês como “Imperador da China”, dizendo ainda que “os políticos que mandam neste pequeno entreposto comercial europeu em permanente OPV [Oferta Pública de Venda] babam-se todos perante o poder do dinheiro imperial”.

Foi através do matutino que Teresa Leal Coelho, a principal vereadora do PSD na Câmara Municipal de Lisboa (CML) e deputada na Assembleia da República, soube da nota do assessor no Facebook. Conforme confessou ao DN, repreendeu Carlos Reis e, na sequência dessa repreensão, Reis não só apagou o texto como pediu desculpa, prometendo que o sucedido não se repetirá.

Teresa Leal Coelho não aceitou o argumento de Carlos Reis, segundo o qual a sua página na rede social é pessoal. Segundo o assessor do PSD, a sua opinião não vincularia nem atingiria os vereadores do PSD na Câmara Municipal de Lisboa.

Mas Leal Coelho não tolera. “Um texto ordinário, gratuito, que representa tudo o que repudio na expressão de opiniões, que é grave fosse dirigido a quem fosse mas se torna muito mais grave por ser dirigido ao Presidente da República, por quem tenho profundo respeito e amizade, pessoal e institucional.”

Agora, a deputada social-democrata garante que irá elaborar uma diretiva para todos os membros do do gabinete do PSD na CML com “orientações sobre o que são os limites nas manifestações públicas de opiniões”.

“Que não se ultrapasse o que é razoável. Recuso ofensas, injúrias e tudo o que atinja o bom nome das pessoas. E quanto às figuras do Estado tem de haver um particular zelo”, disse ao Diário de Notícias.

Carlos Reis continuará como assessor do PSD na vereação lisboeta. “Isto serve como uma primeira advertência”, atirou a deputada e vereadora.

ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Vindo de um PSD não admira e até se compreende. Estão todos em desespero e em pânico, e este é mais um caso que ilustra o atual momento dessa gente. Também se admite que nem todos sejam iguais, no que respeita à educação e ao bom senso.

  2. Até que enfim alguém disse a verdade sobre esta democracia que temos (o logo do psd).
    Vamos lá calar porque ainda alguém pode perder uns tachos.

  3. E é isto a democracia que temos… Uma falta de RESPEITO o que lamentavelmente é o que está acontecer a este país. E quando já não há respeito não ha absolutamente NADA que se aproveite. Não deve ser nem o 8 nem o 80. Se “ainda” estamos verdadeiramente em democracia devemos ter a liberdade de falar MAS c/ RESPEITO.

  4. Não sendo possível ver o que o dito cujo terá escrito, eventualmente a forma poderá ter sido desrespeitoso.
    Agora o que é transcrito, em conteúdo, parece-me ajustado.
    De cócoras face ao representante daquele país líder nos direitos humanos…

    Esta do “Pequeno entreposto comercial europeu em permanente OPV [Oferta Pública de Venda]” também está ajustada.
    “Vamos lá a calar porque ainda alguém pode perder uns tachos.”. Concordo plenamente.

  5. Eh pá… deixam lá o nosso presidente em paz. Coitado do homem! Já revelou ser a última esperança da nossa democracia. Acho que se o Marcelo falha, Portugal começa a fica a jeito para surgir cá um Bolsonaro qualquer. Já ninguém acredita nos pulhíticos que temos e nas suas pulhitiquices. A não ser os palermas e os clientes dos partidos. Tirando esses, todos já perceberam, há muito, que a corda da paciência para com estes pulhíticos está esticada ao máximo.
    Não votei no Marcelo mas acho que o seu estilo terra-a-terra e direcionando os holofotes da comunicação social para algumas questões que afetam um pouco o real país e não apenas as grandes cidades tem sido importante. E tem sido uma verdadeira esperança para todos aqueles que estão descrentes da pseudo-democracia que temos assistido.
    Força Marcelo! Quanto ao episódio em si, é de facto pouco normal mas pode acontecer a qualquer um. Sobretudo a alguém com um grau de exposição tão grande como o do Marcelo. A necessidade de enxovalhar alguém perante um momento como este revela bem o caráter mesquinho e reles de muito ser humano que para aí anda.

  6. Deixo Uma Pergunta Para Uma Resposta Gostaria Digam-me ONDE ESTÁ O MEU QUERIDO PORTUGAL E SE AINDA ESTOU A TEMPO DE O ENCONTRAR…..DIGAM-ME.
    .

  7. Este carlos reis é um escroque. Se em vez do presidente chinês fosse o trump quem salivava era ele. Pobre coitado, é mais um reles que passam pela politica Portugues. Gente como este energumeno não têm lugar no Portugal moderno.

  8. Deixem lá o presidente que não tem culpa de nada pois o único poder que tem é marcar eleições. Os outros são todos sobrepostos pelo parlamento em votação.

RESPONDER

Museu de Nova Iorque devolve ao Egito "caixão dourado" roubado em 2011

O Museu Metropolitan (MET) de Nova Iorque vai devolver ao Egito um sarcófago roubado em 2011, durante as manifestações da chamada "Primavera Árabe", anunciou este domingo a instituição nova-iorquina. Construído em ouro para o sacerdote Nedjemankh, …

Quase um terço da população chinesa terá mais de 65 anos em 2050

Trinta por cento da população chinesa terá mais de 65 anos, dentro de três décadas, informou hoje um jornal chinês, ilustrando o rápido envelhecimento do país, apesar de ter abolido a política de filho único. “O …

Trump pede à Europa que julgue os seus "jihadistas" (ou os EUA terão de os libertar)

O presidente dos Estados Unidos apelou aos países europeus, nomeadamente o Reino Unido, a França e a Alemanha, para repatriarem e julgarem os seus combatentes do Estado Islâmico feitos prisioneiros na Síria. Caso contrário, aponta …

Depois de 11 mortes e 1800 condenações, franceses querem o fim dos Coletes Amarelos

A maioria dos franceses defende que devem parar os protestos nas ruas dos “coletes amarelos”, três meses após o início das primeiras manifestações que fizeram 11 vítimas mortais, noticia esta segunda-feira a agência France Presse. Uma …

Uma tese de doutoramento levou Marcelo à capa do El País

A tese de doutoramento sobre Marcelo Rebelo de Sousa é de autoria de uma professora universitária e jornalista da RTP. O tema já chegou ao jornal espanhol El País. O jornal percorre as provas de popularidade …

Seguros de saúde sobem para 2,6 milhões com crise no SNS

No primeiro semestre de 2018 o número de contratos de seguros de saúde aumentou 3%, em termos homólogos, para 2,6 milhões, escreve esta segunda-feira o Jornal de Notícias na sua edição impressa. Os dados, da Autoridade …

PSP usa critérios étnicos para avaliar risco de bairros problemáticos

Apesar de a recolha de dados étnico-raciais não ser permitida em Portugal, a PSP utiliza ainda critérios étnicos na avaliação do grau de risco de zonas urbanas sensíveis (ZUS), avança o jornal Público esta segunda-feira. Segundo …

Pyongyang fala em “momento decisivo” em vésperas de nova cimeira com Washington

O principal diário norte-coreano, Rodong Sinmun, escreve esta segunda-feira que o país enfrenta "um momento decisivo", em termos de desenvolvimento económico, a pouco mais de uma semana da cimeira entre o líder norte-coreano e dos …

OCDE quer tribunais especiais para julgar a corrupção

Portugal precisa de fortalecer os mecanismos de prevenção da corrupção, defende a OCDE, que sugere a criação de tribunais especializados e a redução das possibilidades de recurso dos arguidos.  O retrato da análise da corrupção …

Costa "está a colocar todos os potenciais sucessores no palco”

No seu habitual espaço de comentário político semanal na SIC, Luís Marques Mendes falou sobre as recentes alterações no Governo, a moção de censura do CDS que "não faz sentido" e a "crise anunciada" da …