PSD. Deputados dizem não ter autorizado assinaturas e pedem explicações a Negrão

José Sena Goulão / Lusa

O líder parlamentar do PSD, Fernando Negrão

Vários deputados do PSD pediram explicações ao presidente do grupo parlamentar, Fernando Negrão, depois de terem visto a sua assinatura no pedido de fiscalização sucessiva da nacionalização da Casa do Douro.

Segundo a TSF, há deputados sociais-democratas que dizem não terem tido conhecimento ou dado autorização para que a sua assinatura digitalizada fosse utilizada num pedido de fiscalização sucessiva enviado ao Tribunal Constitucional. Em causa está um documento sobre a lei que altera o estatuto de associação pública da Casa do Douro.

De acordo com o matutino, o CDS, com 18 deputados, precisava de 23 assinaturas para avançar com este pedido tendo, por isso, pedido ajuda ao PSD. O documento contém mais 20 assinaturas de deputados do PSD (e não apenas mais cinco, como as que seriam necessárias), totalizando 38 assinaturas.

Com as assinaturas reunidas, o CDS e o PSD conseguiram entregar o pedido ao Tribunal Constitucional, uma vez que cumpriam com o requisito do número de assinaturas.

No entanto, há deputados do PSD que dizem não terem dado autorização para que a sua assinatura fosse digitalizada e utilizada no documento. À TSF, a deputada Andreia Neto garantiu nunca ter dado consentimento para que colocassem a sua assinatura e prometeu pedir explicações a Fernando Negrão, presidente do grupo parlamentar do PSD.

À mesma rádio, Negrão não desmentiu o caso e referiu que o pedido de apreciação sucessiva servia “apenas para confirmar alguns pontos que podiam contrariar o sentido de voto do PSD” e que era apenas “a confirmação do voto feito em plenário”.

“Se há uma votação que confirma determinado princípio, o que vem a seguir e reforce esse sentido, também é aceite”, acrescentou.

“Só depois da entrega do pedido no Tribunal Constitucional é que me foi dado conhecimento que alguns deputados não concordavam com o timing da apresentação”, disse ainda o líder do grupo parlamentar do PSD.

Questionado se era comum serem utilizadas as assinaturas digitalizadas dos deputados sem o seu conhecimento, Negrão negou e confirmou que vai “conversar com os deputados em causa e esclarecer”, adiantando que ainda não recebeu qualquer pedido de esclarecimento dos deputados em questão.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Regiões portuguesas entre as que mais colocaram trabalhadores em teletrabalho

  Apesar dos números elevados registados em Portugal, futuro do modelo está ainda em aberto, face à preferência dos patrões em ter os funcionários a trabalhar em ambiente de escritório. De acordo com dados revelados pelo Eurostat, …

Reino Unido em choque. Sabina Nessa pode ter sido assassinada por um estranho ainda em liberdade

Sabina Nessa, de 28 anos, terá sido assassinada enquanto caminhava pelo Cator Park, no sudeste de Londres, na passada sexta-feira. O percurso da sua casa até a um bar ia demorar apenas cinco minutos, mas …

A corrida a secretário-geral da UGT terá dois candidatos

É a primeira vez que a corrida à liderança da UGT conta com dois candidatos: além de José Abraão, atual dirigente da Federação de Sindicatos da Administração Pública (Fesap), Mário Mourão, presidente do Sindicato dos …

Colapso da Evergrande. China pede a governos regionais que se "preparem para a possível tempestade"

As autoridades chinesas estão a pedir aos governos regionais para se prepararem para um possível colapso da Evergrande. O The Wall Street Journal noticia, esta quinta-feira, que as autoridades chinesas estão a pedir aos governos regionais …

Governo vai testar 35 mil funcionários de creches e pré-escolar até 3 de outubro

Os funcionários das creches, do pré-escolar e a rede nacional de amas começaram esta quinta-feira a ser testados à covid-19, numa ação que até 3 de outubro abrangerá 35 mil pessoas em todo o país. O …

Bem-vindo à última fase do desconfinamento: fim do certificado em restaurantes, máscara em transportes e lares

"Estamos em condições para avançar para a terceira fase de desconfinamento." Foi com esta frase que António Costa deu início à conferência de imprensa após o Conselho de Ministros desta quinta-feira. Portugal vai avançar para a …

EUA reabrirá campo de detenção de migrantes perto da prisão de Guantánamo

A administração do Presidente dos Estados Unidos (EUA) Joe Biden se prepara para reabrir um campo de detenção de migrantes na Baía de Guantánamo, após um aumento de migrantes e requerentes de asilo no sul …

Défice desce para 5,3% do PIB no 2.º trimestre do ano

O défice orçamental do primeiro semestre deste ano é de 5,5% do PIB. A meta do ministro das Finanças para o ano de 2021 é de 4,5%.  O défice orçamental fixou-se em 5,3% do PIB no …

É a maior contração desde 1995. INE revê queda do PIB para 8,4%

A queda foi pior do que se esperava: o Produto Interno Bruto (PIB) recuou 8,4% e não 7,6%, indicam os recentes dados do Instituto Nacional de Estatística (INE). O Produto Interno Bruto (PIB) caiu 8,4% em …

EUA aprovam terceira dose da Pfizer para maiores de 65 anos e grupos de risco

A Food and Drugs Adminustration (FDA) anunciou, na noite de quarta-feira, ter dado luz verde à administração de uma terceira dose da vacina da Pfizer em alguns casos. O organismo que regula a comercialização de medicamentos …